15 chineses presos por subornar administradores de lan-houses para minerar criptomoedas

Siga no

A polícia de Henyang, uma cidade da província de Hunan, no centro-sul da China, prendeu quinze homens suspeitos de roubar eletricidade de lan-houses para minerar criptomoedas, de acordo com um relatório da mídia local.

Durante os últimos quatro meses de junho de 2017 a julho de 2019, as criptomoedas foram vendidas no valor de mais de cem milhões de yuans (mais de US $ 20 milhões). Além disso, 9000 administradores de lan-houses estão envolvidos no esquema de mineração de criptomoedas.

A polícia local recebeu uma denuncia que lan-houses eram controladas remotamente ilegalmente para a mineração de criptomoedas. Muitos computadores nos cibercafés ficavam tão lentos no processo que até tinham o hardware queimado. 

Após seguir as pistas, a polícia analisou os dados, e excluiu os programas ilegais instalados nos computadores. A investigação preliminar descobriu que o desenvolvedor do programa que minerava criptomoedas é uma empresa de tecnologia em Zhengzhou.

A empresa por trás do esquema fornece serviços de publicidade, mas, na verdade, está envolvida de forma ilegal na mineração de criptomoedas. 

Como funcionava o esquema de mineração em lan-houses

Os acusados ofereciam o esquema de mineração de criptomoedas aos administradores das lan-houses ou diretamente às empresas de manutenção desses locais. Assim, os administradores das lan-houses eram subornados para implantar o programa de “mineração” nos computadores da lan-house. As criptomoedas mineradas eram convertidas na moeda RMB (Remimbi) por meio de uma plataforma de terceiros.

De junho de 2017 a julho de 2019, a empresa por trás do esquema subornou mais de 9.000 administradores de lan-houses em todo o país para atuar remotamente, fornecendo uma comissão mensal média de 20 milhões de yuans.

15 suspeitos presos e a investigação ainda está em andamento

Roubar eletricidade para financiar operações de mineração não é novidade na China. Em novembro de 2018,  dois diretores de escolas de ensino médio, na província de Hunan foram pegos e punidos usando a rede de TI da escola para minerar ethereumr.

Em junho de 2019, um homem foi pego roubando eletricidade para minerar bitcoin; no início de maio, uma vóvó 61 anos foi condenada a quatro meses de prisão por roubar eletricidade para minerar bitcoin.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Analista de Sistemas, entusiasta de criptomoedas e blockchain. Tradutor do site Bitcoin.org Sugestão de pauta: mateus@livecoins.com.br
Idoso segurando Bitcoins aposentadoria

Empresa passa a oferecer aposentadoria com Bitcoin

Uma parceria entre três empresas do mercado de criptomoedas possibilitou a criação de um produto de aposentadoria com Bitcoin. Os planos de aposentadoria, normalmente chamados...

Líder de pirâmide com Bitcoin é solto e volta a aplicar golpes prometendo lucros

Mesmo depois de ter sido preso e indiciado pela Polícia Civil, o dono da pirâmide financeira "Medina Bank", Izaltino Medina Filho, de 60 anos,...

Modelo do Instagram vende seu “amor” em forma de criptomoeda

O mercado dos tokens não-fungíveis (NFTS) realmente se tornou uma grande moda nos últimos meses, sendo uma forma que muitos escolheram para vender peças...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias