15 chineses presos por subornar administradores de lan-houses para minerar criptomoedas

Siga no

A polícia de Henyang, uma cidade da província de Hunan, no centro-sul da China, prendeu quinze homens suspeitos de roubar eletricidade de lan-houses para minerar criptomoedas, de acordo com um relatório da mídia local.

Durante os últimos quatro meses de junho de 2017 a julho de 2019, as criptomoedas foram vendidas no valor de mais de cem milhões de yuans (mais de US $ 20 milhões). Além disso, 9000 administradores de lan-houses estão envolvidos no esquema de mineração de criptomoedas.

A polícia local recebeu uma denuncia que lan-houses eram controladas remotamente ilegalmente para a mineração de criptomoedas. Muitos computadores nos cibercafés ficavam tão lentos no processo que até tinham o hardware queimado. 

Após seguir as pistas, a polícia analisou os dados, e excluiu os programas ilegais instalados nos computadores. A investigação preliminar descobriu que o desenvolvedor do programa que minerava criptomoedas é uma empresa de tecnologia em Zhengzhou.

A empresa por trás do esquema fornece serviços de publicidade, mas, na verdade, está envolvida de forma ilegal na mineração de criptomoedas. 

Como funcionava o esquema de mineração em lan-houses

Os acusados ofereciam o esquema de mineração de criptomoedas aos administradores das lan-houses ou diretamente às empresas de manutenção desses locais. Assim, os administradores das lan-houses eram subornados para implantar o programa de “mineração” nos computadores da lan-house. As criptomoedas mineradas eram convertidas na moeda RMB (Remimbi) por meio de uma plataforma de terceiros.

De junho de 2017 a julho de 2019, a empresa por trás do esquema subornou mais de 9.000 administradores de lan-houses em todo o país para atuar remotamente, fornecendo uma comissão mensal média de 20 milhões de yuans.

15 suspeitos presos e a investigação ainda está em andamento

Roubar eletricidade para financiar operações de mineração não é novidade na China. Em novembro de 2018,  dois diretores de escolas de ensino médio, na província de Hunan foram pegos e punidos usando a rede de TI da escola para minerar ethereumr.

Em junho de 2019, um homem foi pego roubando eletricidade para minerar bitcoin; no início de maio, uma vóvó 61 anos foi condenada a quatro meses de prisão por roubar eletricidade para minerar bitcoin.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Fundador do Livecoins. Analista de Sistemas, entusiasta de criptomoedas e blockchain. Tradutor do site Bitcoin.org
Homem segurando criptomoedas em mão

Secretários de Macaé são acusados de enriquecimento ilícito e investimentos “elevados” em criptomoedas

Alguns secretários municipais de Macaé foram acusados em redes sociais de obter enriquecimento ilícito e negociar criptomoedas, obtendo para si vantagens indevidas. A negociação de...
Homem jogando dinheiro para cima bilionários do Bitcoin

Usuário compra bitcoin por 11 mil dólares durante flash crash da Binance

Durante uma queda repentina nos preços de várias moedas na Binance americana, onde o Bitcoin chegou a ser negociado por 8.200 dólares por menos...

Bitcoin atingiu novo recorde histórico, o que mudou na rede?

OÉ importante manter a conjuntura Macro clara, e para isso, os indicadores cíclicos continuam atualizar a cada dia que passa junto com o preço...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias