15 chineses presos por subornar administradores de lan-houses para minerar criptomoedas

Siga no

A polícia de Henyang, uma cidade da província de Hunan, no centro-sul da China, prendeu quinze homens suspeitos de roubar eletricidade de lan-houses para minerar criptomoedas, de acordo com um relatório da mídia local.

Durante os últimos quatro meses de junho de 2017 a julho de 2019, as criptomoedas foram vendidas no valor de mais de cem milhões de yuans (mais de US $ 20 milhões). Além disso, 9000 administradores de lan-houses estão envolvidos no esquema de mineração de criptomoedas.

A polícia local recebeu uma denuncia que lan-houses eram controladas remotamente ilegalmente para a mineração de criptomoedas. Muitos computadores nos cibercafés ficavam tão lentos no processo que até tinham o hardware queimado. 

Após seguir as pistas, a polícia analisou os dados, e excluiu os programas ilegais instalados nos computadores. A investigação preliminar descobriu que o desenvolvedor do programa que minerava criptomoedas é uma empresa de tecnologia em Zhengzhou.

A empresa por trás do esquema fornece serviços de publicidade, mas, na verdade, está envolvida de forma ilegal na mineração de criptomoedas. 

Como funcionava o esquema de mineração em lan-houses

Os acusados ofereciam o esquema de mineração de criptomoedas aos administradores das lan-houses ou diretamente às empresas de manutenção desses locais. Assim, os administradores das lan-houses eram subornados para implantar o programa de “mineração” nos computadores da lan-house. As criptomoedas mineradas eram convertidas na moeda RMB (Remimbi) por meio de uma plataforma de terceiros.

De junho de 2017 a julho de 2019, a empresa por trás do esquema subornou mais de 9.000 administradores de lan-houses em todo o país para atuar remotamente, fornecendo uma comissão mensal média de 20 milhões de yuans.

15 suspeitos presos e a investigação ainda está em andamento

Roubar eletricidade para financiar operações de mineração não é novidade na China. Em novembro de 2018,  dois diretores de escolas de ensino médio, na província de Hunan foram pegos e punidos usando a rede de TI da escola para minerar ethereumr.

Em junho de 2019, um homem foi pego roubando eletricidade para minerar bitcoin; no início de maio, uma vóvó 61 anos foi condenada a quatro meses de prisão por roubar eletricidade para minerar bitcoin.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Mateus Nunes
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Analista de Sistemas, entusiasta de criptomoedas e blockchain. Tradutor do site Bitcoin.org Sugestão de pauta: mateus@livecoins.com.br
Preço do Bitcoin em Euro

“Criptomoedas estão com os dias contados”, diz vice-presidente do Bank of China (Brasil)

"As criptomoedas estão com os dias contados", de acordo com Hsia Hua Sheng, professor de finanças da FGV e vice-presidente do Bank of China...
Símbolo do Bitcoin em blocos, representando blockchain atualização Taproot

Binance ainda não deu sinal verde para atualização do Bitcoin e é criticada nas...

A Binance ainda não atualizou sua versão do Bitcoin para aderir ao Taproot, uma das atualizações mais importantes da história do Bitcoin. Como resultado,...
Criptomoeda Chia mineração

Amazon lança mineração em nuvem de Chia e criptomoeda dispara 70%

A criptomoeda Chia foi integrada na AWS, serviço de computação em nuvem da Amazon, segundo uma postagem na pagina chinesa da empresa. Com o...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias