65 mil dólares não é topo fim de ciclo do Bitcoin; bull market não acabou!

Siga no
BTC Bear Market
BTC Bear Market

Recentemente fiz um artigo utilizando o MVRV para mapear os ciclos e o comportamento dos preços durante o período de bear e bull market. Essa métrica é um dado de Mercado, capitalização de um ativo dividido pela capitalização realizada deste mesmo ativo.

Neste texto você verá um novo mapeamento de ciclos, porém utilizando outro dado, desta vez o Puell Multiple. Essa métrica é um dado de Network, no qual sua definição é:

‘O valor diário da moeda emitida em USD dividido pela média móvel de 365 dias do valor diário das moedas emitidas em USD’.

Para acessar todos os detalhes deste dado vá até o guia Data Guide CryptoQuant através do link disponibilizado no final deste artigo.

Ciclos completos mapeado com sequência de 1-4

A sequência mapeada diz o momento durante o bull e bear market do Bitcoin. Os ciclos são padronizados e os movimentos parecidos.

Em todos os ciclos houve topos no meio do bull market no qual levou o Puell Multiple em direção a caixa verde (região de fundo|compra) sinalizando o melhor momento de compra durante o mercado de alta, o indicador MVRV também indicou este momento.

Ciclo 2011 e 2013

A caixa vermelha marcou TODOS OS TOPOS FIM DE CICLO do Bitcoin, e veja como o topo de $65,000 chegou apenas na caixa amarela, no qual também sinaliza topos, porém não de fim de ciclo.

Na sequência delineada (1) é o momento de compra durante o bull market, e no primeiro ciclo de 2011 durante 3 correções entre -40% a -55% de profundidade podemos ver esta mesma oportunidade. O indicador bateu mais alto que na caixa amarela e vermelha por conta da alta volatilidade já que o marketcap do ativo era muito baixo na época.

Sequência (1) nos preços ciclo 2011

Em 2011, os topos meio de ciclo foram acima da região vermelha, assim como em 2013 também. Já em 2017 podemos ver algo parecido com a bull run atual, no qual o topo meio de ciclo foi realizado na caixa amarela.

No segundo ciclo do Bitcoin, após deixar um topo na região de $240 os preços corrigem cerca de 75% no meio do bull market, deixando também exatamente o mesmo comportamento no indicador, sinalizando o melhor momento de compra durante o mercado de touros.

Sequência (1) nos preços ciclo 2013

Somente após buscar a caixa verde por pelo menos uma vez durante o mercado de alta é que o Puell Multiple busca novamente potencialmente a caixa vermelha para então marcar o topo fim daquele ciclo.

Ciclo 2017 e 2021

No ciclo anterior, 2017, houve 3 correções marcando 3 oportunidades de compra no meio da corrida de touros do Bitcoin. O indicador chegou apenas na caixa amarela, como no ciclo atual.

As correções dando oportunidade neste ciclo foram entre -30% a 40% de profundidade, com uma volatilidade bem menor comparado aos 2 ciclos passados.

Sequência (1) nos preços ciclo 2017

Somente após tocar a região vermelha é que o preço encontra um topo para finalizar o ciclo e então a próxima vez em que o Puell Multiple vai até a caixa verde marca-se o início do bear market.

Delineado na sequência (2), o primeiro momento em que se chega na região verde começa o mercado de baixa e logo após os preços vão encontrar fundo mais baixo na tendência, dando o melhor momento de comprar durante o bear market quando o Puell Multiple vai abaixo da região verde.

Sequência (2 e 3) nos preços ciclo 2011

O momento em que o indicador permanece abaixo da caixa verde é visto como uma breve oportunidade, e em todos os ciclos não ficamos por muito tempo nessa faixa.

Repare como este momento também podemos observar no MVRV que fiz o mapeamento recentemente, o mesmo momento de compra e topo final de ciclo bate em ambos indicadores.

Sequência (2 e 3) nos preços ciclo 2013

No primeiro ciclo, 2011 houve 3 correções no meio do mercado de alta marcando 3 topos antes do All Time High final de ciclo, já em 2013 houve apenas 1 topo no meio do ciclo deixando o indicador nivelado na mesma faixa um pouco acima da região vermelha.

No ciclo anterior, 2017 também houve 3 correções no meio do bull market, porém a diferença é o Puell Multiple não buscando a caixa vermelha durante esses topos corretivos, muito parecido com o ciclo atual no qual também $65,000 parou na caixa amarela.

Sequência (2 e 3) nos preços ciclo 2017

O que é interessante de observar em 2017 é o período de acumulações maiores que os ciclos anteriores, sendo o primeiro ciclo muito mais rápido que todos os demais. Essa sinalização mostra a distribuição do ativo entre mais participantes durante a evolução do mercado.

O momento atual há mais de 70 dias acumulando no fundo no meio da corrida de touros diz muito sobre isto.

Sequência (4) nos preços ciclo 2011

Após entregar a melhor oportunidade de compra durante o mercado de baixa, os preços vão em busca entre o topo da caixa verde e a região amarela, entregando o suspiro no meio do bear market.

Delineado na sequência (4) é o momento que o evento Halving acontece e sinaliza o fim do mercado de baixa, dando início ao próximo novo ciclo de alta, repare como em todos os ciclos o evento acontece durante esta sequência e não perde o fundo realizado na sequência (3).

Sequência (4) nos preços ciclo 2013

Este momento durante o evento Halving é o segundo melhor momento de compra durante o mercado de baixa, repare que o Puell Multiple busca novamente o fundo da caixa verde em todos os ciclos após o respiro.

Este momento marca o fim do bear market e o início do novo ciclo de valorização que acontece somente após o Halving, é como se fosse a “largada para a corrida”.

Sequência (4) nos preços ciclo 2017

Isto acontece simplesmente por conta do choque de oferta que é causado a partir do evento citado. A demanda pelo Bitcoin é ascendente, já sua oferta é definida e a emissão ajustada em média a cada 4 anos (210 mil blocos).

A sequência marca este ponto sendo o último para o início do novo ciclo de alta.

  1. Meio do bull market
  2. Fim do bull market, Início do bear market
  3. Meio do bear market
  4. Fim do bear market, Início do bull market

Para identificar o momento atual com clareza levando o padrão histórico dos ciclos anteriores em consideração, veja abaixo a projeção do Puell Multiple e sua movimentação a partir daqui:

Projeção da sequência para o ciclo 2021

São duas métricas diferentes (MVRV e Puell Multiple) chegando na mesma conclusão. O momento atual é a metade da jornada da corrida de touros, historicamente falando, e o último All Time High na faixa de $65,000 não é um topo fim de ciclo, ainda vamos mais alto antes de reverter.

Identificado o momento atual do ciclo podemos projetar um alvo a partir da última ATH para olhar possíveis faixas em que este ciclo deve terminar.

Projeção do ciclo 2011 (última pernada de alta)

No primeiro ciclo, 2011, peguei apenas a última perna até o topo que marcou fim daquele ciclo. A projeção vai até a faixa de $ 1,759,717.09 (Um Milhão e setecentos mil dólares).

Projeção do ciclo 2013 (última pernada de alta)

Em 2013, após o único topo no meio daquele bull market podemos projetar até o topo que sinaliza o fim daquele ciclo e levamos os preços até a região de $ 307,920.75 (Trezentos mil e 900 dólares) para a corrida de touros atual.

Projeção do ciclo 2017 (última pernada de alta)

Projeção do ciclo 2017 (penúltima pernada de alta)

No ciclo passado podemos projetar duas pernas já que a volatilidade em termos de topos no meio do ciclo foi menor comparado aos ciclos anteriores a este. A primeira projeção nos leva para $ 163,236.39 (Um Cento e sessenta três mil dólares)  e a segunda projeção para $ 249,067.25 (Duzentos e cinquenta mil dólares).

Projeção para topo final de ciclo de acordo com o momento mapeado

Acredito muito neste ciclo Bitcoin chegar entre esses 2 alvos projetados de 2017, no qual em média as correções foram entre -35% -40% de retração, porém veja que o alvo de 2013 está bem próximo, e, a corrida de touros atual se parece com 2013.

A volatilidade nos dois primeiros ciclos era bem maior comparado a 2017 e atualmente, porém não podemos descartar um “super ciclo” com alta volatilidade e explosão em valorização de preço em termos de porcentagem. Por isto as projeções mostra apenas a última perna que corresponde ao momento atual nos ciclos 2011 e 2013.

 

  • Clique aqui e vá até o Data Guide CryptoQuant e veja todos os detalhes do Puell Multiple
  • Ao clicar na legenda dos gráficos você é redirecionado a CryptoQuant e poderá acessar o dado ao vivo.
Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gabriel Cordeirohttps://www.investemais.net/
Sou Gabriel, Gestor Fundo Privado na InvesteMais. Analista dados on-chain/Técnico. Investidor e Trader criptoativos. Atuava no Mercado Tradicional, agora é 24/7 Bitcoin!
PayPal e Bitcoin

PayPal anuncia novo aplicativo para criptomoedas

O PayPal continua apostando nas criptomoedas, após ingressar no criptomercado há cerca de um ano, a empresa revelou seu novo app que traz recursos...
Ethereum. (Imagem: Adobe Stock)

Investidor veterano alerta: “Ethereum está entrando em momento de queda prolongada”

Peter Brandt é um veterano do mercado de investimentos e um nome bem respeitado entre quem acompanha criptomoedas. Peter não é um estranho para o...

“Corretoras de criptomoedas estão em risco”, diz Bloomberg

As corretoras de criptomoedas dos EUA podem estar prestes a enfrentar um grande risco de existência conforme as questões sobre a regulamentação do setor...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias