650 bancos dos EUA irão oferecer criptomoedas para clientes

Essa parceria vai permitir que 650 instituições ofereçam criptomoedas a cerca de 24 milhões de clientes.

Siga no
Mão cheia de Bitcoin aceitando moeda digital
Mão cheia de Bitcoin aceitando moeda digital

Uma das principais alavancas para uma adoção mais ampla do Bitcoin é o fato de termos mais contato com as criptomoedas. Qual a “melhor” forma de fazer isso do que expor clientes de bancos já tradicionais a essa classe de ativos?

Com uma nova parceria entre a firma de gerenciamento de ativos digitais NYDIG e a NCR, clientes de mais de 650 bancos e cooperativas de crédito poderão comprar criptomoedas. 

A NYDIG é uma subsidiária da Stone Ridge, empresa responsável por gerenciar mais de US$ 10 bilhões em ativos digitais. Ela é o braço especializado em serviços financeiros e tecnologia de Bitcoin da Stone Ridge.

Essa parceria vai permitir que 650 instituições ofereçam criptomoedas a cerca de 24 milhões de clientes. De acordo com as informações disponibilizadas até o momento. A compra das criptomoedas e serviços serão oferecidos através de aplicativos mobile criados pelos próprios bancos.

Ao invés de ter que lidar com a inconveniência regulatória de ter que guardar as criptomoedas para os clientes, as instituições financeiras que quiserem oferecer os serviços podem contar com a custódia da NYDIG, facilitando muito o processo.

Em teoria, essa facilidade pode motivar os bancos a atenderem a demanda de clientes (caso haja) por esses serviços financeiros de criptomoedas. Com isso, a exposição dos milhões de clientes ao setor digital aumenta.

A NYDIG está investindo na divulgação dessa informação, com anúncios até mesmo no The Wall Street Journal. Um dos usuários da comunidade do Bitcoin no Reddit chegou a postar a página de publicidade no jornal.

Postagem feita no Reddit mostrando a propaganda da NYDIG no Wall Street Journal.

O anúncio, intitulado “Bitcoin para o povo” fala sobre os planos da NYDIG de facilitar a compra de criptomoedas para milhões de pessoas.

“Nos próximos meses, nós vamos facilitar o acesso ao Bitcoin através das instituições financeiras da América. De bancos comunitários à firmas globais, centenas de milhões de clientes vão ganhar acesso a essa nova e poderosa rede.”

Com o Bitcoin tendo a proposta de substituir o sistema bancário e buscando cada vez mais adoção e aceitação, é importante mais facilidade para que pessoas possam ter contato com essa moeda (sem a necessidade de entenderem de tecnologia), mesmo que isso não agrade muito aqueles que acreditam que não ter a custódia direta de suas moedas é um grande erro no criptomercado.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Vista da cidade de Miami

Criptomoeda de Miami será listada em primeira grande corretora

A cidade de Miami está para lançar sua própria criptomoeda, que já recebeu a confirmação de que será listada em uma grande corretora do...

ETF 100% Ethereum estreia hoje na B3

Nesta quarta (04) foi lançado o ETF 100% Ethereum na B3, bolsa brasileira. O fundo foi desenvolvido pela gestora QR Asset Management, a mesma...

Dotz vai permitir que clientes troquem pontos por bitcoin

A Dotz, uma das principais gestoras de pontos de fidelidade do Brasil, com uma grande quantidade clientes, pode ser mais uma forma de aproximar...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias