Atitudes básicas para aumentar sua segurança

Para começar a jornada rumo as criptomoedas é indispensável repensar velhos hábitos e estudar diariamente o rumo que o mercado está tomando e junto a isso o desenvolvimento dos projetos do qual deseja apoiar. A tecnologia Blockchain tem potencial de melhorar a qualidade de vida da população global e provavelmente tornar as finanças mais acessíveis e debatidas, mesmo em países emergentes com pouco acesso a bancos tradicionais e pouco acesso a estudo sobre finanças.

 

Para entender melhor essa nova economia, deve se pensar que a função de banco como conhecemos está com os dias contados, e isso transfere a responsabilidade de custódia de seus próprios ativos financeiros para cada usuário da nova tecnologia, principalmente nesse estágio ainda inicial da mesma. Obviamente que esse mercado é muito novo (considerando aqui o início do Bitcoin em meados de 2009), está ainda na infância e muito será feito para tornar a tecnologia mais acessível à grande massa, mas isso não impede que a cada dia mais investidores busquem entrar nesse mercado, que somente no Brasil já possui mais registros em Exchanges (casas de câmbio de criptomoedas com o par R$) do que o número de usuários cadastrados da Bolsa de Valores (B3) tradicional.

 

Não há garantias reais de que todas as moedas desse novo ecossistema financeiro irão conseguir realizar suas propostas, mais é óbvio que pelo menos o Bitcoin até então se destaca pela sua capacidade inovadora, além de chamar a atenção e nos colocar em reflexão com relação a tudo que pode ser feito para melhorar o futuro da sociedade. Dito isso, vamos ao que interessa, pois listamos abaixo às 7 Atitudes Básicas para aumentar sua segurança que devem ser no mínimo analisadas por cada novo usuário.

 

1 – Básico do básico

Mantenha seu OS (sistema operacional) sempre atualizado, evite uso de softwares piratas, use um bom antivírus e um bom firewall e monitore seus próprios passos ao navegar pela web ou mesmo ao conectar dispositivos desconhecidos em seu PC. Recomendo utilizar alguma distro Linux para ajudar manter a sua segurança, caso tenha preconceito/falta de conhecimento com esse OS busque uma versão mais amigável a novos Users como Linux Ubuntu ou mesmo Linux Mint¹.

 

2 – Projetos novos (ICOs, Airdrops)

ICO (Initial Coin Offering) é um crowdfunding do qual busca levantar fundos para novos projetos e isso por si só já um investimento de alto risco, muito mais do que investir nas criptomoedas em si. Ao analisar um ICO sempre verifique a equipe por trás do projeto e busque mais informações sobre o mesmo na rede (iremos iniciar um projeto no Livecoins de análise de vários ICOs em breve para ajudar). Num processo de ICO você está buscando ajudar uma organização a cumprir uma função social, mais se o projeto não tem uma proposta concreta (White paper claro e transparente), o código não é aberto, devs desconhecidos não é uma boa correr o risco da aposta.

ICO

Quando falamos sobre Airdrops estamos nos referindo a estratégias de marketing das coins, ao oferecer moedas em troca participação na comunidade da mesma, participar do Telegram oficial e também oferecer recompensas por compartilhar refer links. Mais como estamos falando de segurança cuidado com refer links recebidos e também com a questão de verificar no site oficial se o airdrop é legitimo. Nunca envie nenhum valor com a promessa de ganhar moedas em airdrops, desconfie de quem pede algo em troca, airdrop é almoço grátis e não exige contrapartida fora as mencionadas. Alguns até pedem que você faça alguma atividade como curtir a página no twitter ou compartilhar por lá o seu refer link, mesmo assim não pedem que você envie valores para receber moedas, portanto cuidado!

 

3 – Scam

Sim, temos que abordar esse assunto que infelizmente é recorrente na comunidade e é nosso dever alertar para casos de lucros absurdos e sem fundamentos. Criptomoedas são ativos altamente voláteis em seu preço sendo muito improvável haver uma garantia certa de lucro, podemos dizer que faz parte de renda variável, por isso fique com pé atrás de quem lhe prometer lucro certo e mais ainda com quem lhe chamar no privado para mostrar uma nova oportunidade única de enriquecer com criptos. No Facebook existe uma página chamada GAP (Grupo Anti-Pirâmides) que combate esses esquemas ponzi que levam Criptomoedas no nome, esquemas que vem se popularizando na medida em que se populariza a própria tecnologia, portanto atenção! Devo reforçar que a culpa hora alguma é da tecnologia, a mesma sequer é utilizada em muitos golpes aplicados!

Ponzi, Pirâmide, Scam

 

4 – Figura Pública – evite se tornar alvo!

Anônimo

Uma situação que vem chamando a atenção é o perigo de se expor publicamente e poder sofrer assaltos ou sequestros para roubo de criptomoedas. No Brasil já houve casos de pessoas assaltando empresa e até fazendo reféns donos de exchanges (navegando pela internet verá reportagens sobre o assunto em portais de notícias). Portanto o uso de fakes em redes sociais é uma idéia válida e exposição mínima sobre o assunto publicamente são medidas de segurança a serem levadas em conta, isso é claro exige uma mudança de comportamento e é extremamente importante! Recomendo o estudo a cerca de redes privadas anônimas como complemento. Lembrete é que o criador do Bitcoin, o misterioso Satoshi Nakamoto nunca teve a sua identidade revelada! *Não conte ao seu amigo o que seu inimigo não pode saber, discrição é uma forma de segurança também.

5 – APPs/Sites Falsos

Vemos todos os dias nas lojas de aplicativos vários apps falsos que visam o roubo de informações, ter cuidado ao baixar um app é fundamental para não ter suas criptos roubadas, lembrando que você é seu banco e cabe a você buscar e estudar sempre as melhores medidas de segurança! Alguns aplicativos não chegam a roubar mais usam o poder de processamento do dispositivo para minerar criptmoedas, o que não deixa de ser prejudicial.

APP e Sites Falsos

 

6 – Wallets

Evite utilizar wallets que não são oficiais das moedas, recentemente a IOTA teve roubo em uma wallet não oficial e muitos saíram no prejuízo. Confiar em wallets web não é o melhor caminho também, procure um ambiente seguro do qual você tenha o controle de suas private Keys ou mesmo seeds em seu computador ou mesmo dispositivos próprios para isso, como as Ledgers ou Trezor, por exemplo. Lembre-se que você não deixa suas moedas fiat em qualquer local, o mesmo se aplica as criptomoedas, tenha o controle!

Já conhece as carteiras de Bitcoin em forma de Hardware? As melhores e mais famosas do mundo são da empresa Ledger e possui suporte a várias criptomoedas, inclusive a tokens Ethereum, acesse o seguinte link e compre a sua agora mesmo com segurança e renome na comunidade Bitcoin Brasil do Facebook: Jr Envios – Ledgers

 

7 – Exchanges

Exchanges são operações de centralização de ativos, um marketplace que traz a ideia de se trocar uma moeda por outra e mesmo fazer operações de trade para aumentar sua quantidade de moedas. Mais centralizar ativos facilita o trabalho de quem rouba, e por isso reforçamos aqui que Exchanges não são Wallets! Não confie, não deixe grandes quantidades, verifique se está no link certo ao acessar as mesmas e ao operar retire o mais rápido possível de lá suas moedas. Ao confiar pode perder tudo e não há a quem recorrer, vide casos MT-GOX, Bitgrail, Bitfinex, Coincheck e várias outras com problemas.

Exchanges

 

Link para cadastro na Binance aqui!

 

Lembrete: Aqui foram explorados assuntos básicos que devem ser seguidos, mais qualquer recomendação deixe abaixo nos comentários para enriquecer o nosso debate. Esse é um conteúdo livre, se curtir passe para frente e ajude a melhorar o debate sobre o tema.

 

¹ Observa-se aqui que não estamos recomendando exclusivamente tais versões Linux e muito menos que elas são as melhores, só foi observado o caso de um usuário que queira migrar da Microsoft para um Linux e tem receio de não se adaptar ao novo ambiente, portanto as versões citadas pretendem ser mais acessíveis nesse cenário.