A Venezuela encontra no bitcoin uma forma de driblar sanções dos Estados Unidos

País sul-americano recebe impostos do setor aéreo que pagos em criptomoedas por empresas e turistas

Siga no
Setor de aviação paga impostos com bitcoin na Venezuela

Um dos aeroportos da Venezuela está utilizando o Bitcoin para transações envolvendo a cobrança de impostos. Com a medida, a moeda digital é comprada através de um aplicativo que converte a criptomoeda em dólares norte-americanos.

Os Estados Unidos anunciou sanções à Venezuela que atingem vários setores da economia do país sul-americano. Como medida para driblar as sanções do país, a Venezuela utiliza criptomoedas como o Bitcoin. Até mesmo um ativo digital chegou a ser criado pelo país, o Petro. Essa criptomoeda é supostamente lastreada ao barril de petróleo, segundo o projeto de Nicolás Maduro.

Bitcoin é usado através de aplicativo pela Venezuela

A Venezuela encontrou uma forma de receber taxas relacionadas a produtos e serviços do setor de transportes no país. Inclusive empresas internacionais estão utilizado dessa forma para pagar os impostos devidos ao país através do bitcoin. A criptomoeda é utilizada por um aplicativo chamado Jetman Pay.

O aplicativo permite usuários recebam em bitcoins por taxas de serviços relacionados ao turismo, por exemplo. Companhias aéreas que operam no país também pagam taxas em bitcoin. Essas taxas podem ser referentes a serviços aeroviários, como bagagem e até voos particulares.

País escolhe receber impostos em dólar ou em bitcoins

O Jetman Pay permite que a Venezuela receba diversas taxas de impostos em bitcoin. O aplicativo foi desenvolvido nos Estados Unidos e permite o recebimento de impostos através da criptomoeda. Com a praticidade do aplicativo, a Venezuela consegue receber impostos relacionados a empresas aéreas que operam no país.

A cobrança pelo Jetman Pay acontece em dólar norte-americanos, sendo que o aplicativo é que realiza a conversão para o bitcoin. Através da criptomoeda, a Venezuela pode enviar bitcoins para outros países, como a China e a Rússia, por exemplo. A Venezuela também pode optar por receber diretamente em moeda fiduciária os impostos recolhidos pelo Jetman Pay. O aplicativo permite que o país realize a conversão e o recebimento de bitcoins em dólares.

País possui entidade que regula criptomoedas

A Venezuela foi um dos primeiros países em todo o mundo a anunciar a criação de uma criptomoeda nacional. O Petro seria a “salvação” para o país sul-americano que vive uma enorme crise. Com a criação de uma criptomoeda própria, a Venezuela criou órgãos para regular os ativos digitais.

As atividades do Jetman Pay são reguladas através da Superintendência Nacional de Criptoactos (SUNACRIP). Esse órgão é o mesmo responsável por regular e acompanhar o desenvolvimento do Petro venezuelano. A criptomoeda do país só não está sendo utilizada no recolhimento de impostos porque o bitcoin é mais aceito em outros mercados.

Atualmente o Jetman Pay opera somente em Caracas, na capital Venezuelana. A intenção do país é expandir o processo de pagamento de impostos em bitcoin para outros aeroportos. Além disso, a proposto poderá incluir até mesmo portos. O bitcoin deverá ser utilizado até para o reabastecimento de aeronaves na Venezuela.

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".

Guru de “A grande aposta” compara bitcoin com Tesla: “bolha”

Michael Burry - o famoso investidor interpretado por Christian Bale no filme "A grande aposta" - comparou a Tesla com o bitcoin, chamando ambos...

Produtora do Big Brother, Master Chef e The Voice é atacada por ransomware e...

Uma gigante da televisão está enfrentando um cenário assustador. O grupo francês Banijay informou na quinta-feira (26) que sofreu um ataque cibernético que afetou...
Buenos Aires Argentina Hackers Criptomoedas Ransomwares

Hackers invadem site do governo da Argentina e ameaçam vazar 50GB de dados

Vários países da América Latina seguem perseguidos por ataques cibernéticos, principalmente com os chamados ransomwares. O novo caso de ataque seria uma invasão ao...

Últimas notícias

Produtora do Big Brother, Master Chef e The Voice é atacada por ransomware e tem dados vazados

Uma gigante da televisão está enfrentando um cenário assustador. O grupo francês Banijay informou na quinta-feira (26) que sofreu um ataque cibernético que afetou...

Hackers invadem site do governo da Argentina e ameaçam vazar 50GB de dados

Vários países da América Latina seguem perseguidos por ataques cibernéticos, principalmente com os chamados ransomwares. O novo caso de ataque seria uma invasão ao...

Gráfico histórico do bitcoin sugere que alta de 2020 está apenas começando

Um gráfico histórico que mostra o desempenho do bitcoin desde 2013 sugere um futuro brilhante para a criptomoeda, se a história se repetir (via...