Atlas Quantum: Grupo no Facebook reúne pessoas para iniciar ação coletiva contra empresa

Siga no
Estátua da Justiça
Estátua da Justiça

No facebook, um grupo de investidores se preparam para entrar com ação coletiva contra a Atlas Quantum, empresa que oferecia rentabilidade em bitcoins, mas foi surpreendida pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) que declarou como irregular as atividades da empresa no Brasil.

De acordo com a comissão, a Atlas oferecia investimentos em bitcoins, que poderiam ser considerados como contratos coletivos, neste caso, só poderiam operar no país após aprovação da CVM.

O CEO do Atlas Quantum visitou a sede da CVM no Rio de Janeiro para tratar do assunto e anunciou a contratação de uma auditoria internacional e independente para dar mais transparência aos negócios.

Atlas passa por teste de liquidez

Desde que que foi notificada pela CVM, a Atlas passou a receber um volume “atípico” de solicitações de saque. Por não conseguir atender ao prazo estipulado nos termos de uso, D+1, usuários foram as redes sociais para reclamar da demora, que passou para D+2, D+4, D+8 e agora, D+30, o equivalente a 45 dias dias, se for contar apenas dias úteis.

Na última semana, conforme noticiado pelo Cointelegraph Brasil, a Atlas possuía 1.510 bitcoins em saques atrasados, mais de duas mil solicitações, o equivalente a R$ 65 milhões na cotação do bitcoin hoje.

Desde que a CVM “pesou sua mão” sobre a Atlas, vários usuários afirmaram que a liquidez da empresa seria colocada a prova. E parece que é justamente o que vem acontecendo. Na mesma velocidade que o medo toma conta da comunidade de criptomoedas, a reputação da empresa no Reclame Aqui vem sendo impactada, nos últimos dias, a empresa já recebeu mais de 300 reclamações relacionadas a dificuldade de saques.

Grupo vai iniciar ação conjunta contra a Atlas Quantum

Um grupo no Facebook está reunindo pessoas que se sintam lesadas pela Atlas Quantum – pelo não cumprimento de saques em bitcoins – para dar inicio em uma ação coletiva. De acordo com o administrador do grupo, Eduardo Maltez Silva, o objetivo é “iniciar um processo conjunto (ou individual) contra a Atlas”. Ele afirma: “Aqueles que possuem mais de 0,2 BTC (R$ 8.626) na plataforma e menos de 3 BTC (R$ 12.939) poderão entrar no processo coletivo.”

A reportagem do Livecoins entrou em contato com o grupo e questionou se a ação seria iniciada de imediato ou se aguardariam a Atlas cumprir o prazo de D+30 informado pela empresa. A resposta foi direta: “não…pois eles estão em incumprimento desde o D+2, mas quem quiser entrar mais tarde e esperar… que o faça. Pois o advogado fica com 10% então depende de cada um… análise de risco”.

Basicamente os usuários estão com medo da Atlas estar sem liquidez, e neste caso, não haveria dinheiro para pagar todos que acreditaram na empresa. Na justiça, é comum nesse tipo de situação que receba aqueles que entram primeiro. O administrador do grupo disse também que o advogado que cuidará da situação será pago apenas em caso de êxito, com 10% do beneficio financeiro.

Até o fechamento da reportagem, o grupo já contava com 14 pessoas. Questionada pela equipe de reportagem do Livecoins, a Atlas respondeu em nota:

“O Atlas Quantum informa que está se empenhando ao máximo, com equipe dedicadas em suas operações, para resolver a questão dos saques dos clientes no prazo mais breve possível.”

 

Mateus Nunes
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Analista de Sistemas, entusiasta de criptomoedas e blockchain. Tradutor do site Bitcoin.org Sugestão de pauta: mateus@livecoins.com.br
Bitcoin e euro digital europeus

Europeus esperam privacidade no Euro Digital

Manter suas informações privadas e a salvo, é o que esperam os europeus quanto ao Euro Digital. Em recente pesquisa feita pelo Banco Central...

Maior gestor de fortunas do mundo diz que Bitcoin pode cair a zero a...

Uma das maiores gestoras de patrimônio privado do mundo acaba de se juntar a dois reguladores mundiais para alertar que os investidores em criptomoedas...
Posto Ipiranga ataque hacker Ultrapar

Ultrapar é alvo de ataque hacker, ações caem e falta combustível em algumas cidades

A empresa brasileira Ultrapar (UGPA3) foi alvo de um ataque hacker na última semana. Com o caso, as ações na bolsa caíram e até...

Cotações por TradingView

Últimas notícias

Maior gestor de fortunas do mundo diz que Bitcoin pode cair a zero a qualquer momento

Uma das maiores gestoras de patrimônio privado do mundo acaba de se juntar a dois reguladores mundiais para alertar que os investidores em criptomoedas...

Ultrapar é alvo de ataque hacker, ações caem e falta combustível em algumas cidades

A empresa brasileira Ultrapar (UGPA3) foi alvo de um ataque hacker na última semana. Com o caso, as ações na bolsa caíram e até...

Polkadot supera XRP e se torna quarta cripto mais valiosa do mercado

O criptomoeda Polkadot (DOT) superou a Ripple (XRP) e se tornou a quarta maior moeda digital em termos de capitalização de mercado. O preço...

Consultor financeiro faz petição para governo do Reino Unido banir o Bitcoin

Um consultor financeiro independente e co-fundador de uma empresa de investimentos tradicionais criou uma petição exigindo que o governo e o parlamento do Reino...

Conselho de segurança do Reino Unido diz que US $ 140 bi em bitcoins estão perdidos

Mais de quatro milhões de bitcoins, avaliados em US $ 140 bilhões, não foram movidos nos últimos cinco anos, de acordo com dados da...