Atlas Quantum visita sede da CVM no RJ e contrata auditoria internacional

Reunião entre CEO da empresa e diretores da comissão acontece uma semana após empresa ser notificada.

-

Siga no
Atlas. Foto: Renata Santos
Atlas. Foto: Renata Santos
Anúncio

Erramos! Na verdade foi a Atlas que visitou a CVM. Atualizamos o post.

A sede da CVM no Rio de Janeiro recebeu uma visita do CEO do Atlas Quantum. Após a empresa ser notificada pela comissão, diretores da CVM participaram de uma reunião com Rodrigo Marques, CEO e criador do Atlas Quantum. Além disso, a plataforma anunciou a contratação de uma auditoria internacional e independente.

O Atlas Quantum oferece um investimento em bitcoins conhecido como arbitragem. A empresa realiza a custódia de mais de 15 mil unidades de bitcoins, que são vendidos e comprados diariamente no mercado em busca de lucros com a operação. Com 32 mil clientes em diversos países, o Atlas Quantum foi notificado pela CVM por oferecer contratos coletivos.

Atlas Quantum visita sede da CVM no RJ

Anúncio

Os diretores da CVM receberam a visita do representante do Atlas Quantum, após a empresa ser notificada pela comissão. Para a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a arbitragem de bitcoins poderia ser configurada como oferta de contratos coletivos. Dessa forma, o Atlas Quantum seria obrigado a possuir uma autorização do órgão para operar no Brasil.

A visita aos diretores da CVM aconteceu nesta última terça-feira (20). Os representantes da CVM, Henrique Machado e Carlos Rebello, participaram da reunião na sede da comissão no RJ, uma semana após a empresa ser notificada. Fernando Furlan, diretor da Associação Brasileira de Criptomoedas e Blockchain, também participou da reunião.

Segundo Rodrigo Marques, os diretores da CVM reagiram positivamente em relação a contratação de uma auditoria internacional para a empresa. Porém, o conteúdo da reunião não foi divulgado conforme noticiou o Valor Investe. Ainda de acordo com o Atlas, a empresa é a única do setor a contar com uma auditoria internacional e independente.

“Somos a única empresa do setor a contar com uma auditoria internacional independente. Esperamos com isso trazer mais transparência e segurança para o mercado de criptoativos”.

Empresa contratou auditoria internacional

O Atlas Quantum contará com uma auditoria internacional para a verificação das operações da plataforma. De acordo com a empresa, um relatório detalhado será divulgado nesta quinta-feira (22). A empresa contratada pelo Atlas Quantum para realizar auditorias na plataforma é a Grant Thornton.

Com uma auditoria internacional, as operações do Atlas Quantum ganham mais credibilidade no mercado. O CEO da empresa garantiu em entrevista que a auditoria confirmou a existência de mais de 15 mil bitcoins em posse do Atlas Quantum.

“Durante o processo, a Grant Thornton atuou acessando nossas contas nas exchanges em que operamos, com o intuito de garantir a existência, integridade e precisão das informações. Para tal, foi verificado às tituladidade das contas, valor sob custódia em bitcoin e criptodólar, além das transações já realizadas dentro do ambiente”.

Além dos mais de 15 mil bitcoins na plataforma, o Atlas Quantum possui US$ 45,5 milhões em stablecoins. Os dados referem-se a base de informações da empresa no início de agosto de 2019. Por outro lado, a auditoria também permitiu que cadastros fossem verificados, em busca de mais transparência nas operações da plataforma.

Atrasos em saques de bitcoins na Atlas Quantum

Recentemente, várias reclamações sobre atrasos em saques de bitcoins foram registradas contra o Atlas Quantum no site Reclame Aqui. A plataforma enfrentou problemas para operar inúmeros pedidos de saques, que foram realizados após a notificação da CVM.

Sendo assim, o período de saque no site passou a demorar cerca de quatro dias úteis. Anteriormente, o Atlas Quantum realizava saques com espera máxima de 24 horas. Essa mudança acontece após um grande número de pedidos para saques de bitcoins.

Contudo, a empresa adotou uma bonificação de 25% em resposta ao atraso. Esse lucro é oferecido sobre os dias em que o atraso dos saques aconteceram. Enquanto isso, ofertas para compra de bitcoins dentro da plataforma foi publicada no Facebook com desconto de 30%.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Paulo Carvalho
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".

Leia mais

Hacker. Imagem: Cortesia Pixabay

Corretora de criptomoedas perde R$ 1 bilhão após ser hackeada

A KuCoin, uma das maiores corretoras de criptomoedas do mundo perdeu US $ 200 milhões (R$ 1.1 bi) após ser hackeada. O ataque aconteceu...

Grande banco dos EUA é acusado de participação em golpe com criptomoedas

O esquema de pirâmide OneCoin foi o maior esquema ponzi recente, sumindo com bilhões de clientes, levando a prisões e até mesmo a uma...
Rede social Twitter e Bitcoin (Blockchain)

Blockchain é o futuro do Twitter, afirma Jack Dorsey

O CEO do Twitter, Jack Dorsey, participou nessa sexta-feira (25) do Oslo Freedom Forum 2020. Durante a conversa, Jack deixou claro que a tecnologia...

Últimas notícias

Grande banco dos EUA é acusado de participação em golpe com criptomoedas

O esquema de pirâmide OneCoin foi o maior esquema ponzi recente, sumindo com bilhões de clientes, levando a prisões e até mesmo a uma...

Primeira exchange a listar a brasileira Hathor HTR

A tecnologia brasileira da blockchain Hathor vem chamando cada vez mais atenção da comunidade global e já entrou nos Estados Unidos e na Ásia,...

Blockchain é o futuro do Twitter, afirma Jack Dorsey

O CEO do Twitter, Jack Dorsey, participou nessa sexta-feira (25) do Oslo Freedom Forum 2020. Durante a conversa, Jack deixou claro que a tecnologia...