Adeptos do movimento FIRE são ligados nas criptomoedas, aponta CVM

Essas pessoas carregam como filosofia a vontade de se aposentar cedo, antes dos 40 anos.

Siga no
Homem jovem olhando para celular e segurando um Bitcoin criptomoedas FIRE
Homem jovem olhando para celular e segurando um Bitcoin

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) liberou um novo estudo sobre os investidores do mercado de capitais brasileiro. Dentre os resultados, chamou atenção que os adeptos do movimento FIRE são alguns dos mais ligados nas criptomoedas.

Vale o destaque que os respondentes se concentraram principalmente na região Sudeste (65%), seguida do Sul (16%). Além disso, os principais investidores estão com idade entre 36 e 45 anos (34%), seguidos daqueles de 26 a 35 anos (26%).

Pesquisa CVM
Pesquisa CVM: Investidores no Mercado de Capitais Brasileiro/Reprodução

Dessa forma, a CVM conseguiu levantar os dados dos investimentos de brasileiros, feito em maioria em ações (92%). Mesmo assim, chamou atenção que 39% dos respondentes já compraram criptomoedas, valor igual ao de investimentos no Exterior e maior que em Derivativos, Debêntures, entre outros.

Investimentos atuais ou passados de brasileiros
Investimentos atuais ou passados de brasileiros/Reprodução

A CVM ainda compartilhou que os investidores de varejo têm apetite por riscos. Em relação as criptomoedas, os homens investem mais que as mulheres, sendo 41% e 20% respectivamente.

Já entre os investidores qualificados, os valores se mostraram parecidos, com 42% dos homens de olho em criptomoedas, enquanto 33% das mulheres também se mostraram presentes nesse mercado. Na maior parte de produtos de risco, as mulheres se classificaram em menor percentual como de perfil arrojado que os homens.

“A pesquisa realizada contou com um número significativo de 5000 participantes, gerando vários resultados importantes que valem destacar. De forma geral, ela foi respondida por um público com boa educação financeira e conhecimento sobre investimentos financeiros, fato que legitimou e fortaleceu os resultados. Além disso, a pesquisa atingiu todos os níveis de escolaridade e faixas de renda, apontando o movimento de popularização do mercado de capitais brasileiro.”

Movimento FIRE adepto das criptomoedas?

Apesar da movimentação promissora sobre as criptomoedas no novo estudo da Comissão de Valores Mobiliário, chamou atenção para a presença do movimento FIRE no levantamento, com 353 participantes, representando 7% da amostra.

Este movimento começou na década de 2000, principalmente nos Estados Unidos, e significa “Financial Independence, Retire Early“, que na tradução seria algo como “independência financeira, aposentadoria precoce”.

Segundo a CVM, “esse grupo é composto pela geração dos Millenials, que tem menos de 35 anos e que viveu a transição do mundo analógico para o mundo digital, e que nessa pesquisa poupava pelo menos 40% do salário todo mês”.

Conforme levantamento amostral da CVM, 93% desses entrevistados eram do sexo masculino, 6% feminino e 1% outro. Chamou atenção que este acabou sendo o perfil que mais conhece sobre o tema das criptomoedas, indicando que adeptos do movimento FIRE entendem deste mercado.

“Os participantes desse grupo se consideravam ter maior conhecimento sobre investimentos financeiros e apetite a risco que a média da amostra: 48% alegaram ter alto conhecimento sobre investimentos financeiros e 62% afirmaram ter perfil de investidor arrojado. Em termos gerais, as experiências com produtos financeiros desses participantes eram bem parecidas com as experiências dos outros participantes da pesquisa, com a exceção da maior experiência observada em investimentos no exterior (+8%), crowdfunding (+4%) e criptomoedas (+2%).”

O novo estudo da CVM está disponível para consulta pública desde essa segunda-feira (19). Na última semana, a autarquia havia publicado outro, que citou o assunto de golpes no mercado financeiro.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Claudio Oliveira. "Rei do Bitcoin"

‘Rei do Bitcoin’ e mais oito pessoas são indiciadas por fraude bilionária

O "Rei do Bitcoin", Cláudio Oliveira, fundador do Bitcoin Banco, e mais oito pessoas foram indiciadas em seis crimes que causaram um prejuízo bilionário...

Ethereum vai ultrapassar o Bitcoin, diz CEO da Pantera Capital

O Ethereum está prestes a passar por uma de suas mais importantes atualizações, o hard fork London, em preparação para o Ethereum 2.0. Essa...

TradingView: Mercado cripto ainda tímido, analistas otimistas

Após forte alta, mercado sofre breve retração, que não foi o suficiente para tirar as esperanças dos analistas. Confira os estudos do TradingView. Lorena Almada O...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias