“Alguém viu os bilhões da Tether?” – Bloomberg alerta sobre lastro do USDT

Tether quebrar pode ser perigoso para os preços do mercado?

Siga no
Stablecoin Tether e Dólar americano
Stablecoin Tether e Dólar americano

A Tether continua recebendo alertas, sendo o último um feito pela Bloomberg, que aponta que a criptomoeda estável tem problemas em suas reservas, supostamente lastreado em dólar americano.

Desde sua criação, a Tether garante ter reservas em Dólar ou produtos financeiros, que seguram a cotação dessa moeda em torno da moeda norte-americana. Mas nem todas as pessoas acreditam nessa narrativa, como um novo artigo da Bloomberg intitulado “Alguém viu os bilhões da Tether?“.

Escrito por Zeke Faux, o artigo explora que a criptomoeda estável não tem as reservas que alega, além de ser apenas mais um banco no mercado. Caso fosse regulado nos Estados Unidos, a Tether seria um dos 50 maiores bancos do país com as reservas que afirma ter.

Mas o jornalista acredita que caso os clientes da Tether queiram resgatar seu dinheiro em Dólar, o movimento causaria um colapso na empresa, que não tem o lastro necessário para um saque em massa.

A matéria da Bloomberg ainda destaca que o mercado de criptomoedas tem muitas piadas, moedas de cachorro, então a Tether poderia ser apenas mais uma curiosidade. Contudo, como a empresa emitiu 48 bilhões de USDT em 2021, que alcançaram 68 bilhões de tokens, o problema parece ser real na visão da Bloomberg.

Os reguladores norte-americanos estão querendo agora regular a Tether como um banco, o que forçaria a empresa a revelar a localização dos fundos que afirma ter. Assim, está claro que a maior stablecoin, considerada um Cisne Negro do mercado, poderá enfrentar novas tempestades no mercado.

CEO da Tether encerrou sua conta no Twitter após publicação da Bloomberg

Após o novo alerta recebido, a Tether viu seu CEO JL Van Der Velde cancelar sua conta no Twitter, rede social onde ele estava presente. Em sua última publicação antes de excluir sua conta, segundo um registro salvo em arquivo da internet, o executivo teceu críticas a publicação, chamando a Bloomberg de “dinossauros”.

O mercado de criptomoedas continua utilizando a Tether como a maior stablecoin do mercado, sendo esta a 5.ª maior moeda em valor de mercado.

Além disso, a USDT opera com um volume, nas últimas 24 horas, superior ao das 4 maiores criptomoedas somadas, que são Bitcoin, Ethereum, Cardano e Binance Coin. Caso a Tether entre em colapso o mercado todo poderia despencar, mesmo com alguns do mercado já tendo precificado esse risco há alguns anos.

O que disse a Tether em sua defesa sobre as acusações?

Em uma publicação chamada “Tether responde ao artigo da Bloomberg BusinessWeek“, a empresa confirmou que tem sim reservas e que a reportagem pegou trechos antigos de notícias, com fontes duvidosas, para criar uma narrativa que o mercado já viu várias vezes.

“O artigo da Bloomberg BusinessWeek publicado hoje é uma peça de um ato que a indústria já viu muitas vezes antes, pegando trechos de notícias antigas de vários lugares e fontes duvidosas e fazendo com que se encaixem em uma narrativa pré-embalada e pré-determinada.”

Afirmando que todos os tokens USDT são lastreados, com provas para o mercado nos últimos meses, a empresa afirmou que a Bloomberg criou uma fake news bizarra para atacar o mercado de criptomoedas.

Além disso, a empresa afirmou que torna o mercado de criptomoedas mais eficiente, sendo pioneira no setor e já resistindo há anos de volatilidade.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

“Vou comer um MC lanche feliz na TV se o McDonald’s aceitar Dogecoin”, diz...

Após a recente queda do Bitcoin e outras criptomoedas, o McDonald's publicou um tweet nesta segunda-feira (24) perguntando como os investidores estavam se sentindo....

Bitcoin dispara 10% após queda marcante

O Bitcoin surpreendeu com sua volatilidade de mercado e opera em alta de 10% nesta terça-feira (25), após várias quedas marcantes nos últimos dias....
Criptomoedas

5 criptomoedas para ficar de olho em 2022

O mercado de criptomoedas tem se mostrado cada vez mais promissor, cenário que deve se expandir ainda mais em 2022. À medida que esse...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias