“Alta do Bitcoin prova que não é reserva de valor”, ataca Peter Schiff

Ouro caiu nessa quarta e fã do metal não digeriu bem a situação.

Barra de ouro e Bitcoin no gráfico de alta com crise financeira e reserva de valor
Barra de ouro e Bitcoin no gráfico de alta

Para o entusiasta do ouro Peter Schiff, a nova alta do Bitcoin nesta quarta-feira (9), que chegou a 10% em 24 horas, prova que a moeda digital não é uma reserva de valor.

Desde que iniciou o conflito entre a Rússia e Ucrânia há 14 dias, o Bitcoin passou por distintas situações em sua cotação, alternando entre bons e maus momentos. Mesmo assim, neste período o Bitcoin registra frente ao Dólar uma alta de 9%, mostrando que mesmo com uma guerra próxima da Europa a moeda digital operou em alta.

E nos últimos anos o Bitcoin acabou sendo comparado com o ouro, que registra uma característica de reserva de valor há séculos. Para a reserva, é importante que investidores procurem ativos descorrelacionados das moedas fiduciárias de países, em busca de proteção em um eventual colapso desse sistema.

Inveja do preço do Bitcoin?

Na última terça-feira (8), o analista fã do ouro Peter Schiff, conhecido por ser um daqueles que previu as crises de 2008 e 2020, criticou a CNBC pela cobertura que o canal estava fazendo do Bitcoin.

Segundo ele, o preço do Bitcoin registrava uma pequena valorização de mercado, mesmo assim, seguia cotado abaixo de US$ 39 mil. Em seguida, ele pediu que o canal se dedicasse a cobrir melhor a alta do ouro, que voltou a operar próximo de sua alta histórica.

Como o metal ultrapassou os US$ 2.050,00 pela primeira vez, ele declarou que a alta do Bitcoin não era importante e que a moeda digital estava a beira de uma quebra total de preços.

Após cravar queda, Schiff assiste alta do Bitcoin e diz que moeda provou que não é reserva de valor

Menos de 24 horas após assistir à alta histórica do ouro, Peter Schiff acabou tendo que acompanhar a alta do Bitcoin, moeda que ele não acredita ser reserva de valor. Isso porque, o Bitcoin ultrapassou os US$ 42 mil e voltou a operar com alta de 10% em 24 horas.

Segundo ele, o ouro está apenas atravessando um “pullback” nesta quarta, ou seja, corrigindo seu valor para continuar a subir em breve. Contudo, o Bitcoin operando em alta

“A grande alta de hoje em Bitcoin e retração em ouro fornece mais provas de que o Bitcoin não é ouro digital. Não tem nada em comum com o ouro e se alguma coisa está negativamente correlacionada com o ouro. Não é uma alternativa viável ao ouro como proteção contra inflação ou reserva de valor!”

O que Schiff não comentou é sobre a proteção do ouro contra confiscos de governos, algo que com a guerra na Ucrânia passou a ser cogitada nos Estados Unidos. Segundo o Kitco News, dois senadores do país apresentaram um projeto de lei na última terça-feira (8) para atacar as reservas de ouro da Rússia, o que pode colocar em risco o status de proteção do metal caso seja aprovado.

Ignorando este fato, ele voltou a atacar a alta do Bitcoin e sua tecnologia descentralizada, que tem sido procurada por muitos em meio a guerra, pela sua liquidez e facilidade de enviar valores por fronteiras.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias