Sociedade Americana Contra o Câncer começa aceitar doações em Bitcoin

A organização aborda os benefícios de receber criptomoedas como doação, citando que é mais eficiente por ter menos impostos.

Siga no

A maior organização de saúde voluntária contra câncer dos Estados Unidos agora aceita Bitcoin e outras criptomoedas como doação. A American Cancer Society (ACS) se dedica a luta contra o câncer, prevenindo, salvando vidas e diminuindo o sofrimento nas vítimas da doença por meio de pesquisa, educação e serviços.

A ACS disse hoje que passou a aceitar criptomoedas devido a redução de doações que vem recebendo desde que a pandemia começou. De acordo com a organização, as doações caíram 50%, chegando ao menor nível em 100 anos.

O foco de controle global do câncer da ACS concentra-se em trabalhar no tratamento do câncer em países de baixa e média renda. O programa global visa acabar com câncer em todo o mundo por meio de programas que apoiam organizações locais, hospitais e ministérios governamentais em seus esforços para aumentar a conscientização sobre a prevenção do câncer e controle do tabaco.

“Doar criptomoedas agora é mais importante do que nunca. O COVID-19 reduziu nossa capacidade de financiar a pesquisa contra o câncer em 50% em 2020 – o menor investimento neste século. Precisamos da sua ajuda para restabelecer o financiamento da pesquisa para novas descobertas e melhores tratamentos para salvar a vida de familiares e amigos.”

A empresa aborda os benefícios de receber criptomoedas como doação, citando que é mais eficiente por ter menos impostos.

“Doar criptomoedas diretamente para a American Cancer Society é mais eficiente em termos de impostos do que doar dinheiro e pode economizar dinheiro. É um evento não tributável, o que significa que você não deve imposto sobre ganhos de capital sobre o valor apreciado e pode deduzi-lo de seus impostos. Isso significa que você pode doar mais para instituições de caridade, bem como deduzir mais em sua declaração de impostos. A diferença? Às vezes mais de 30%.”

As criptomoedas aceitas são: Bitcoin  (BTC), Bitcoin Cash (BCH), Ethereum  (ETH), Litecoin  (LTC), Zcash  (ZEC), Dólar de Gêmeos  (GUSD), Basic Attetion Token  (BAT), Chainlink (LINK).

A organização se junta agora a uma lista crescente de empresas e instituições que adotam as criptomoedas em todo mundo. A Organização mundial dos Direitos Humanos também aceita Bitcoin como doação e inclusive financia desenvolvimento da moeda digital.

Isso mostra que a adoção da moeda digital não para e, aos poucos as pessoas vão conhecendo os benefícios das criptomoedas.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.

Bitcoin ganha novo impulso de alta e supera US$ 34 mil, entenda

O Bitcoin continua a se recuperar de sua queda no início da semana após várias empresas darem sinais que estão correndo para apostar no...
dolar rasgado e Bitcoin. Imagem: ShutterStock

Valor total de transações com bitcoin em 2021 deve superar PIB dos EUA

Pela primeira vez em menos de sete meses, o volume total de transferências com bitcoin ultrapassou US $ 15,8 trilhões. Como resultado, o volume...
CEFI vs DEFI

DeFi vs CeFi: Finanças Centralizadas vs Finanças Descentralizadas

Finanças descentralizadas (DeFi) são uma das fatias mais cobiçadas da indústria de blockchain hoje, mas a ideia em si tem origens muito mais humildes. Na verdade,...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias