Analista brasileiro critica atenção ao NFT e pede foco no Bitcoin

"O foco tem que ser o #Bitcoin, tem que ser o valor do dinheiro, a escassez, abrir o olho das pessoas para este sistema financeiro que existe".

Analista de Bitcoin brasileiro, Marcel Pechman (Maca)
Analista de Bitcoin brasileiro, Marcel Pechman (Maca) /Reprodução

Marcel Pechman, analista e trader de Bitcoin e criptomoedas, criticou a atenção que as pessoas estão dando aos NFTs — tokens não fungíveis — em um momento onde o Bitcoin está lutando contra políticas monetárias estatais que vão muito além da inflação e envolvem a tanto a privacidade quanto a liberdade das pessoas.

Explicando o contexto, Pechman estava referindo-se a matéria do Livecoins sobre uma brasileira que, após adquirir 39 CryptoPunks, está querendo ajudar mulheres a entenderem o mercado de NFTs.

“Eu acho excelente iniciativas para trazer mulheres para o mercado de criptomoedas, só que você vai trazer a pessoa para NFT? Po**a! Você tá de brincadeira!”

“É hora de focar no Bitcoin”

Não é à toa que o Bitcoin é a maior criptomoeda do mundo, afinal desde o seu nascimento o seu objetivo é lutar contra governos e bancos centrais que há séculos controlam o dinheiro de forma monopolizada.

Além disso, o Bitcoin também é um ótimo mecanismo de inclusão financeira por permitir que qualquer pessoa crie uma carteira e movimente fundos. Sendo hoje a maior esperança em uma luta contra Estados que mais atrapalham que ajudam.

“Caraca, tem toda utilidade do Bitcoin, num momento crucial da história que é esse, com governos tornando-se totalitários, dinheiro evaporando […] a mulher vai perder tempo explicando NFT, bicho? Não, não, não, não!”

Indo além, Pechman explicou que NFTs são apenas uma espécie de registro em cartório, só que em blockchain, atestando que a pessoa é dona de tal arte. Ou seja, a arte — a imagem JPEG — não está na blockchain e que qualquer pessoa pode baixar este arquivo.

Vale notar que o interesse por NFTs está crescendo muito nos últimos meses, como mostra o site Google Trends. Hoje o número de buscas por NFT já corresponde a metade das procuras pelo termo Bitcoin no Brasil. Apesar disso, ainda é difícil afirmar como o setor se comportará no próximo ano.

Buscar por Bitcoin e NFT no Google. Fonte: Google Trends
Buscar por Bitcoin e NFT no Google. Fonte: Google Trends

NFTs podem ser porta de entrada

Apesar disso, é válido lembrar que os NFTs podem ser uma porta de entrada para o Bitcoin já que pessoas interessadas em arte, ou até mesmo jogos do metaverso que usam esta mesma tecnologia, podem ficar mais próximas do BTC.

Pechman também explicou que os NFTs podem evoluir para registros de imóveis, substituindo cartórios atuais. Mesmo assim, acredita que este assunto deve ser focado no futuro e que agora devemos fixar nossa atenção apenas no Bitcoin.

“Existe um uso para o NFT, mas perder tempo, investir dinheiro e recurso para trazer mulheres para o mercado de NFT não faz sentido, não neste momento. O foco tem que ser o Bitcoin, tem que ser o valor do dinheiro, a escassez, abrir o olho das pessoas para este sistema financeiro que existe, que não nos favorece, que favorece quem ta ali mamando nas tetas do governo”, afirmou Marcel Pechman

Por fim, embora os NFTs ofereçam casos de uso interessantes, e possam evoluir para outros setores, a mensagem que Pechman quer frisar é que estamos em uma luta muito mais importante no momento e que talvez seja a nossa última.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias