Apenas 17% do volume de negociação do bitcoin é confiável, diz Nomics

Siga no

Nomics, uma alternativa ao CoinMarketCap análisou o quanto do volume de transações de uma criptomoeda pode ser confiável e descobriu que cerca de 17% dos volumes de negociação do bitcoin são confiáveis, enquanto que para ethereum esse número é de 8%.

Com o apoio da Coinbase Ventures, a Nomics mede a confiabilidade do volume de negociações de uma criptomoeda, ou o chamado volume transparente, somando os volumes de negociação de criptomoedas em várias corretoras. Esse volume transparente é dividido pelo volume total de negociação relatado para derivar a porcentagem de volume transparente.

A empresa classifica 167 corretoras de criptomoedas por quão transparentes elas são com seus dados de negociação. Exchanges como Coinbase Pro, Kraken e Binance podem obter uma classificação A ou A+ se compartilharem seus históricos completos de negociações e dados brutos.

Pelo contrário, aqueles que recebem classificação D apenas disponibilizam seus dados de ticker, incluindo volumes de 24 horas e preços de negociação, que é o que o CoinMarketCap rastreia, de acordo com o CEO da Nomics, Clay Collins.

Embora o bitcoin tenha percentual relativamente baixo de volume transparente, Collins explicou que isso acontece porque a moeda digital é amplamente comercializada em corretoras de classificação alta e baixa.

Volume real Bitcoin: https://nomics.com/assets/btc-bitcoin
Volume real Bitcoin: https://nomics.com/assets/btc-bitcoin

Ethereum e Bitcoin têm os dois volumes transparentes brutos mais altos na lista da Nomics em meio a 3.873 criptomoedas. Enquanto isso, moedas menos populares que só são negociadas em algumas corretoras, como a BNB da Binance, podem superar o bitcoin e  Ethereum no índice percentual.

“BNB é negociado principalmente na Binance. [Isto] provoca uma grande quantidade de volumes transparentes porque é negociado  principalmente em corretoras que são muito transparentes”, disse Collins.

Collins também observa que os tokens com 1% ou menos de volumes transparentes já são mais da metade das criptomoedas que a Nomics está rastreando. Isso “mostra quão triste é o mercado”, disse Collins, possivelmente referindo-se aos volumes de negociação falsos de algumas corretoras.

Collins e sua equipe foram motivados a fazer esses índices pelo relatório da Bitwise em março, que afirmava que 95% dos volumes de negociação de bitcoin eram falsos. Até agora, a Nomics disse que recebeu um feedback positivo de corretoras e investidores pelo serviço de ranking que oferece.

“Somos o primeiro agregador a avaliar as corretoras de acordo com suas práticas de transparência de dados”, disse Collins. “Acabamos recebendo muitos novos clientes como resultado disso e tendo algumas exchanges chegando até nós e dizendo que gostaríam de ser mais transparentes também, ‘o que você precisa de nós para que possamos ser qualificados para uma Avaliação’.”

https://nomics.com/

Leia mais sobre:
Mateus Nunes
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Analista de Sistemas, entusiasta de criptomoedas e blockchain. Tradutor do site Bitcoin.org Sugestão de pauta: mateus@livecoins.com.br
Bitcoin em cima de uma pilha de dólares

Polícia Civil encontra Bitcoin em transações de traficantes e milícias

A polícia civil do Rio de Janeiro encontrou Bitcoin em transações financeiras de organizações criminosas (orcrims). A informação é de um jornalista do jornal...

Bilhões estão saindo do ouro e indo para o Bitcoin

Toneladas de ouro foram retiradas dos ETFs enquanto o preço do bitcoin estava subindo ao longo de 2020, mostrando uma correlação impressionante entre os...
UniSwap-arte

Defi chega a um milhão de usuários em todo mundo

As Finanças descentralizadas (DeFI) ultrapassaram um milhão de usuários apenas alguns meses depois de ganhar força em meados deste ano. O mercado cresceu 5...

Últimas notícias

Bilhões estão saindo do ouro e indo para o Bitcoin

Toneladas de ouro foram retiradas dos ETFs enquanto o preço do bitcoin estava subindo ao longo de 2020, mostrando uma correlação impressionante entre os...

Defi chega a um milhão de usuários em todo mundo

As Finanças descentralizadas (DeFI) ultrapassaram um milhão de usuários apenas alguns meses depois de ganhar força em meados deste ano. O mercado cresceu 5...

“Perdi amigos porque vendi Bitcoin”, diz cypherpunk brasileiro

De acordo com Avelino Morganti, um cypherpunk brasileiro, a comunidade bitcoin reagiu mal a sua saída do mercado. Ele relatou que até perdeu amigos...