Tesla revela que mantém US$ 1,3 bilhão em bitcoin

A empresa anunciou em fevereiro deste ano a compra de US $ 1,5 bilhão em Bitcoin, e posteriormente confirmou que vendeu 10% dos ativos adquiridos, o que resultou em um lucro de US $ 272 milhões.

Siga no
Bitcoin em celular e Tesla ao fundo
Bitcoin em celular e Tesla ao fundo

Empresas listadas em bolsas de valores devem divulgar trimestralmente seus resultados para os acionistas e mercado financeiro em geral. Essa política mantém transparente as atividades das empresas.

Nesta segunda então foi a vez da Tesla, maior empresa do mundo em valor de mercado a divulgar ter Bitcoin como reserva de valor. Com um lucro recorde nos últimos três meses, foi a primeira vez que a Tesla viu US$ 1 bilhão no período.

Com a boa notícia, no entanto, o mercado de criptomoedas estava mais interessado em saber se a empresa havia feito alguma venda de sua reserva em moeda digital.

Para surpresa de muitos, a Tesla não efetuou a venda de seus bitcoins, ou seja, continua segurando seu investimento, mesmo com um mercado em queda desde o mês de maio, levando até a empresa a registrar um prejuízo.

Prejuízo da Tesla com seu investimento foi menor que mercado esperava

A empresa anunciou em fevereiro deste ano a compra de US $ 1,5 bilhão em Bitcoin, e posteriormente confirmou que vendeu 10% dos ativos adquiridos, o que resultou em um lucro de US $ 272 milhões.

Em relação ao total de bitcoins mantidos em seu poder, a empresa revelou perdas de US $ 23 milhões. Os analistas destacam que esse balanço é feito com base no menor valor registrado pela moeda digital neste último trimestre, até porque os bitcoins são considerados ativos de estoque.

Apesar da queda nos preços, a empresa também destacou que não comprou mais bitcoin neste período, por isso manteve uma posição neutra, sem aumentar suas participações.

A jornalista da CNBC Kate Rooney aproveitou para destacar que isso deve ser feito por empresas na contabilidade sempre que um ativo cair abaixo do preço de compra.

“Tesla registra US $ 23 milhões de bitcoin custo de comprometimento relacionado no 2.º trimestre. (As empresas são atingidas por esses encargos contábeis se o valor da criptomoeda cair abaixo do preço de onde compraram)”

É importante notar que mesmo com prejuízo o investimento em Bitcoin ainda é visto como positivo, já que o mercado esperava que a queda superasse os US$ 100 milhões, apontou a jornalista da CNBC.

“Não tão alto quanto alguns esperavam. As estimativas de audição eram de perdas de até US$ 100 milhões, já que btc caiu abaixo de 30k”

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
PayPal e Bitcoin

PayPal anuncia novo aplicativo para criptomoedas

O PayPal continua apostando nas criptomoedas, após ingressar no criptomercado há cerca de um ano, a empresa revelou seu novo app que traz recursos...
Ethereum. (Imagem: Adobe Stock)

Investidor veterano alerta: “Ethereum está entrando em momento de queda prolongada”

Peter Brandt é um veterano do mercado de investimentos e um nome bem respeitado entre quem acompanha criptomoedas. Peter não é um estranho para o...

“Corretoras de criptomoedas estão em risco”, diz Bloomberg

As corretoras de criptomoedas dos EUA podem estar prestes a enfrentar um grande risco de existência conforme as questões sobre a regulamentação do setor...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias