Aquisição controversa da maior corretora de bitcoin dos EUA custou US $13.5 milhões

Siga no

Documentos recentemente revelam que a Coinbase, maior corretora de criptomoedas dos Estados Unidos, fez a sua aquisição controversa da Neutrino por US $13.5 milhões (R$52.5 milhões), tendo os seus fundadores recebido cada quase US $3 milhões (R$ 11.6 milhões).

A aquisição da Neutrino, que tinha como intuito usar a sua tecnologia para combater o uso de criptomoedas em atividades ilícitas como a lavagem de dinheiro, fez com que a Coinbase fosse criticada pela comunidade.

Isto, depois de um analista, Arjun Balaji, ter revelado que a equipe da Neutrino estava associada a uma empresa chamada Hacking Team, que vendeu spywares a vários governos, sabendo que seria usado em abusos de direitos humanos e contra jornalistas e ativistas.

Em resposta, usuários da Coinbase começaram um movimento no qual publicaram fotos e vídeos de si mesmos apagando suas contas na corretora sob a hashtag #DeleteCoinbase. Apesar de não ser claro quantos usuários apagaram as suas contas, o impacto do movimento fez com que a Coinbase reagisse.

Os documentos, que foram compartilhados com a Bitcoin Magazine, detalham que o CRO da empresa, Marco Valleri, o CTO Alberto Ornaghi, e o CEO Giancarlo Russo detinham cada um 22% das ações da Neutrino, tendo os outros 33% uma firma chamada 360 Capital, que investiu US $565,000 no projeto em Abril de 2017.

Segundos os mesmos, a Coinbase concordou em “comprar as unidades da respetiva propriedade total representando todo o capital social da Empresa,” o que fez com que cada um dos proprietários recebesse parte igual pelas suas ações. Estas partes traduziram-se em US $2.95 milhões, ou R$11.5 milhões. Já a 360 Capital recebeu quase US $5 milhões (R$19.4 milhões).

Destes valores, cerca de US $500,000 foram pagos no dia em que o contrato foi assinado, com o restante a ser transferido para uma conta da Credit Suisse. Face à revolta que os seus usuários mostraram, a Coinbase veio mais tarde a anunciar que os membros da Neutrino não iam continuar a trabalhar na empresa depois da aquisição.

A corretora, como noticiado, tem sido alvo de muita controvérsia. Recentemente, um famoso empreendedor revelou que a Coinbase bloqueou a sua conta devido a, ao que parece, uma compra de rotina de Bitcoin.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Francisco Memoria
Francisco juntou-se à comunidade crypto em 2016, altura em que começou a escrever para várias publicações na área, incluindo Bitcoin.com, CCN, e The Merkle, entre outras. Apoia o libertarismo, e é grande fã e tecnologia.

Criptomoedas mais populares atualmente são de jogos

De acordo com medidores de popularidade de criptomoedas, uma nova tendência parece estar começando dentro do mercado de criptomoedas: a popularização dos ativos ligadas...

Sob pressão regulatória, maior corretora de Bitcoin do mundo decide limitar saques de novos...

A Binance, maior corretora de criptomoedas do mundo, sempre teve uma postura não muito rígida em relação as regras de KYC (identificação de clientes)...
Movimentos de baleias em gráfico do Bitcoin

Baleias compraram 170 mil bitcoins nas últimas cinco semanas

Um recente estudo publicado pela Santiment revelou que as baleias (grandes detentores) compraram 170 mil bitcoins nas últimas cinco semanas, avaliados em cerca de...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias