A armadilha de curto prazo que pode derrubar o bitcoin, segundo Fernando Ulrich

Preço do bitcoin e demais criptomoedas podem cair em breve.

Gráfico de preços do bitcoin com armadilha
Gráfico de preços do bitcoin com armadilha

Com mais de 460 mil seguidores no YouTube, Fernando Ulrich compartilhou nesta segunda-feira (11) uma previsão de curto prazo para o preço do bitcoin, que pode ter uma armadilha em seu radar.

Desde o dia 4 de abril, a cotação de mercado da criptomoeda tem caído e preocupado muitos investidores da moeda. Isso porque, o movimento de realização de lucros coincide com o maior aperto monetário realizado pelo FED, o banco central dos Estados Unidos.

Desde o início da pandemia da COVID-19, o FED injetou trilhões de dólares no mercado mundial, com uma grande impressão de dinheiro e baixas taxas de juros. A justificativa do movimento foi aliviar a economia e não deixar que o desemprego aumentasse.

Mesmo assim, a estratégia foi criticada por alguns economistas, que temeram pelo descontrole na inflação, que é a alta generalizada de preços. De fato, essa situação teórica acabou acontecendo e em vários países, como no Brasil, por exemplo, a inflação segue descontrolada.

Assim, a nova situação de alta de juros começou a ser praticada para frear a inflação, ainda que essa não tenha diminuído tanto quanto esperado.

Mesmo com a inflação em alta, investidores de risco podem estar tirando valores da renda variável e migrando para renda fixa, para aproveitar a alta nos juros fixos, um movimento que poderia afetar o bitcoin.

Armadilha no preço do bitcoin no curto prazo?

O otimismo com o preço do bitcoin visto em 2021 parece ter dado lugar a uma onda de preocupações em 2022. Isso porque, com uma queda de 12,68% desde o dia 1 de janeiro, muitos investidores acreditam que o momento não está muito bom para a moeda digital.

E muito desse pressentimento negativo tem relação com uma possível correlação do bitcoin com ativos negociados em bolsas de valores. O índice Nasdaq, por exemplo, opera em altas e quedas em simultâneo com o bitcoin, mostrando um sinal para investidores.

Tal sinal foi captado por Arthur Hayes, cofundador da BitMEX, outrora maior corretora de futuros de bitcoin. Em uma publicação em seu blog pessoal, ele não descarta que até junho a cotação do BTC alcance US$ 30 mil.

“Até o final do segundo trimestre de junho deste ano, acredito que o Bitcoin e o Ether terão testado esses níveis: Bitcoin: $ 30.000, Ether: $ 2.500”.

Chamando o episódio de “crash de junho de 2022“, Hayes afirmou que esse é seu sentimento e ele está comprado nessa situação. Assim, ele já investiu em opções para a queda do mercado cripto, ainda que considere que sua opinião possa estar totalmente equivocada.

Mas como a alta dos juros foi sinalizada pelo FED, a armadilha do preço do bitcoin seria justamente a sua correlação com a Nasdaq, visto que ambos os mercados podem cair em breve. Essa análise acabou sendo compartilhada também pelo economista austríaco brasileiro, Fernando Ulrich, que concordou com o pessimismo de curto prazo.

Queda do bitcoin ameaça os US$ 40 mil?

Com uma queda acima de 6% nas últimas 24 horas, o bitcoin tem sua cotação em US$ 40.300,00 na tarde desta segunda-feira (11). Contudo, o movimento de cautela tem se mostrado com forte euforia, ameaçando a cotação de US$ 40 mil, que pode ser perdida caso o bitcoin siga caindo.

É importante notar que o índice Nasdaq também cai 1,8% nesta segunda, o Ibovespa 0,7%, mostrando que as bolsas mundiais despencam com a confiança diminuindo pelo mundo. Caso seja certo que a correlação do bitcoin esteja em alta com esses ativos, é possível que a moeda digital acompanhe o movimento das bolsas, que seguem com situação indefinida.

Segundo Ulrich, o momento atual é de cautela para investidores de bitcoin e ethereum.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias