As 3 melhores criptomoedas do momento

Neste artigo, iremos compartilhar três dos ativos dentre os vinte com maior potencial na nossa visão e contar um pouco da tese de investimento e do nosso processo de tomada de decisão na escolha desses ativos.

No mercado de alta é fácil investir em cripto, pois tudo sobe e os investidores acreditam que estão tomando boas decisões de alocação. No mercado baixista, a coisa muda de figura.

Há uma grande limpeza no mercado cripto e projetos sem desenvolvimento ativo, equipes fortes, e produtos promissores ficam pelo caminho. Por isso é de extrema importância fazer pesquisa aprofundada para identificar os melhores e mais promissores projetos.

Pensando nisso, o Cripto do TC criou uma lista dos 20 tokens mais promissores do mercado cripto, com aqueles que têm maior potencial de sobrevivência e que poderão dar ganhos exponenciais no próximo mercado altista cripto. Investir na baixa é mais desafiador e arriscado, mas é também quando há as melhores oportunidades de comprar bons ativos a ótimos preços.

Neste artigo, iremos compartilhar três dos ativos dentre os vinte com maior potencial na nossa visão e contar um pouco da tese de investimento e do nosso processo de tomada de decisão na escolha desses ativos.

A ideia é fugir dos ativos mais estabelecidos, como o Bitcoin e o Ethereum que já são conhecidos do público geral e já comprovaram sua longevidade e solidez. Iremos falar de alguns ativos com menor capitalização de mercado e maior potencial de multiplicação. São eles: Solana, Uniswap e Frax Share; uma plataforma de contratos inteligentes, uma corretora descentralizada e uma stablecoin algorítmica, respectivamente.

Clique Aqui e conheça a lista dos 20 tokens mais promissores do mercado cripto

Solana

As plataformas de contratos inteligentes são talvez a parte mais importante de infraestrutura do ecossistema das blockchains. Essas plataformas abrigam um universo de aplicativos para diversos casos de uso.

O principal desafio dessas plataformas, por abrigarem um volume muito alto de transações e processamento, é o da escalabilidade.

Quer dizer, as plataformas de contratos inteligentes, da maneira que estão atualmente, não seriam capazes de absorver uma adoção em massa. É por isso que o Ethereum, plataforma de contratos inteligentes maior e mais conhecida, está passando por uma série de obstáculos que incluem altas taxas para os usuários e que levaram a um plano complexo de atualizações e melhorias.

Uma alternativa ao Ethereum, e que pode também coexistir com ele, é a Solana. A Solana optou por uma estratégia diferente do Ethereum sobre como escalar.

Eles optaram por um modelo que em um primeiro momento é mais centralizado e que com o tempo e desenvolvimento de novas tecnologias, se tornará cada vez mais descentralizado e seguro.

Tal modelo permite que a Solana hoje seja muito mais rápida e com maior capacidade de processamento, permitindo e facilitando a implementação de diversos aplicativos como os de finanças e os de jogos. Isso atraiu muitos desenvolvedores, um ecossistema e uma comunidade vibrante.

De fato, Solana é, depois do Ethereum, a plataforma de contratos inteligentes com maior desenvolvimento. Veja nessa análise da Messari que o desenvolvimento tem aumentado mais de 20% trimestre a trimestre, mesmo durante o mercado baixista:

Uniswap

Uma das maiores promessas da tecnologia blockchain é a capacidade disruptiva no mundo das finanças. Por meio da tecnologia será possível ganhos de eficiência relevantes na negociação de ativos (corretoras), na indústria de crédito, através de empréstimos peer to peer (direto pessoa a pessoa) e na indústria de seguros.

Tanto é que até o FMI, uma instituição historicamente conservadora, dedicou um capitulo inteiro para falar das finanças descentralizadas no seu relatório mensal, que você pode conferir aqui.

No caso específico da Uniswap, trata-se de uma corretora descentralizada ou um AMM (automated market maker) – que traduzindo significa um formador de mercado automatizado. Basicamente a Uniswap é uma corretora em que os usuários podem comprar e vender tokens sem a necessidade de um intermediário, fazendo sua própria custódia dos seus ativos e com compensação imediata pelos seus trades.

Mas existem diversas corretoras descentralizadas no ecossistema cripto, já que grande parte dos códigos fonte são abertos. Alguns exemplos são Sushiswap, Raydium, TraderJoe, PancakeSwap entre outros. O que dá ao Uniswap vantagem sobre as demais?

Efeitos de rede: a Uniswap já é a “top of mind” quando se pensa em corretora descentralizada. Mais do que isso, é na Uniswap onde se concentra boa parte do volume de DeFi. Aliás, recentemente, como mostra a imagem abaixo da Kaiko Research, a Uniswap tem feito volumes similares aos da Coinbase, uma das maiores corretoras tradicionais de criptoativos, com suas ações negociadas na Nasdaq.

Receitas: Com um volume tão grande de negociações, a Uniswap é um dos protocolos de criptoativos que mais geram receitas conforme mostra esse gráfico da token terminal:

Em que pese atualmente a receita não se converter em lucros para os detentores do token $UNI, já há uma série de propostas no sentido de mudar essa distribuição de taxas. O mais difícil a Uniswap já conseguiu, que é ser a referência e dominar o volume desse mercado.

Time e produto: sem dúvida nenhuma o time da Uniswap é um dos mais capacitados do mundo cripto. Liderados pelo programador Hayden Adams, a Uniswap é referência também em desenvolvimento.

Seu código é um dos mais robustos e copiados do universo cripto. Acreditamos que há muito a ser feito para melhorar a experiência de usuário e a interface da Uniswap. De fato, é um produto que requer um certo conhecimento para ser usado, isto é, o usuário que não está acostumado com cripto certamente terá dificuldade em utilizá-la. Mesmo assim, não enxergamos outro time mais capacitado para conduzir essas melhorias.

Frax

Frax é uma stablecoin algorítmica descentralizada e parcialmente colateralizada. FXS (Frax Share) é o token de governança da stablecoin Frax, assim como Luna é o token de governança da stablecoin UST (Terra), um projeto que fracassou. O investidor pode pensar, “depois do que aconteceu com Luna, quero ficar longe de stablecoin algorítmica descentralizada”.

E essa linha de pensamento é compreensível, aliás, é por isso que o preço do token FXS caiu de mais de U$30 para os atuais U$7, o que significa um valuation de somente U$700M (Luna chegou a U$40B).

Mas acreditamos que Frax e Luna são bem diferentes. Aliás, no Cripto do TC alertamos todos nossos usuários três dias antes da queda de Luna! Identificamos com antecedência falhas no design de Luna e na sua tesouraria que a tornavam vulnerável a ataques.

Apesar da mecânica algorítmica de queima e impressão ser semelhante ao de Luna, no caso de Frax, a tesouraria possui aproximadamente 80% de reservas em dólares sintéticos caso sofra ataque semelhante a Luna, enquanto Luna tinha menos de 20% em reservas em criptoativos mais voláteis. Isso confere uma robustez bem maior ao projeto que possui um caso de uso importante.

Não à toa, Frax foi a stablecoin (incluindo as stablecoins centralizadas) que menos desviou da paridade com o dólar, dentre todas as stablecoins como mostra essa análise da Messari:

Acreditamos que as stablecoins possuem um papel extremamente importante em DeFi. Além disso, as stablecoins centralizadas em breve serão atacadas por reguladores com mão pesada, inclusive já existem declarações de diversos policy makers (até do departamento de justiça americano) sobre isso.

Frax seria a alternativa descentralizada, resistente a censura que poderá assumir importante papel. Entretanto, esse é o ativo mais arriscado dos três citados aqui.

Se você chegou até aqui, lembre-se, nada disso é recomendação de investimento, apenas um estudo aprofundado de alguns dos projetos mais interessantes do mercado cripto e com maior potencial. Se você quiser ter acesso ao estudo completo com as 20 principais moedas para o Bear Market, clique aqui.

Use nosso cupom de desconto CRIPTONEWS e faça parte do clube.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Últimas notícias