Aswath Damodaran considera Bitcoin ativo de risco

Pai do Valuation e referência em finanças no mundo!

Siga no
Bitcoin e Barras de Ouro
Bitcoin e Barras de Ouro

Um debate frequente entre os fãs do ouro e Bitcoin seria qual é o melhor ativo para proteção de capital. De acordo com Aswath Damodaran, o assunto já estaria resolvido com o Bitcoin sendo um ativo de risco.

O pai do valuation é um dos que participou na última semana do evento Expert XP, que reuniu especialistas mundiais em finanças. Organizado pela XP Investimentos, o evento contou com a participação de Ray Dalio, Nassim Taleb e muitos outros nomeados analistas do Brasil e do mundo.

O auge do evento foi comentar sobre o atual momento de crise, acirrada pelo novo coronavírus. Os efeitos dessa pandemia certamente tem afetado os mercados, arrasando empregos e, por consequência, a economia mundial. Nesse contexto, muitos se preocupam com o cenário pós-pandemia, e com a proteção de capital durante o processo.

Ao citar Bitcoin em evento da XP Investimentos, Aswath Damodaran considera moeda digital como um ativo de risco

Historicamente, o ouro é um mineral que é ligado a proteção de portfólios em cenários de crises. Ao comprar o metal, que é ligado à escassez, investidores esperam que este mineral não perca valor com o tempo e mantenha o nível de interesse alto.

Tal processo de comprar ouro para defender o valor de um patrimônio o torna a principal reserva de valor ao longo dos últimos anos. Um de seus principais defensores é Peter Schiff, analista que previu a crise de 2008 e antecipou quedas em 2020.

Com o surgimento do Bitcoin em 2009, a moeda digital foi associada ao ouro, como uma possível reserva de valor segura aos investidores. Entretanto, a teoria de que o Bitcoin era uma reserva de valor foi colocada a prova no ano de 2020.

Isso porque, com a primeira grande crise pairando sobre o mundo, os investidores correram para comprar ouro. Em março, por exemplo, quando as bolsas de valores derreteram, o Bitcoin também sofreu com seu valor de mercado.

Contudo, o ouro, apesar de perder valor naquele mês, perdeu pouco valor, sendo novamente uma ótima forma de garantir o patrimônio em 2020. Durante o evento Expert XP, Aswath Damodaran lembrou que o ouro é uma ótima maneira de guardar valor. No ano de 2020, o valor do ouro já aumentou 19% hoje, em relação ao dólar.

Damodaran ainda teve tempo de citar o Bitcoin em sua explicação, que sofreu enorme queda no mês de março. Para o pai do valuation, o Bitcoin é um ativo de risco, assim como ações, e não uma reserva de valor, como acreditaram os millennials.

Crise teve um comportamento ordenado, citou analista

Segundo a visão de Aswath Damodaran, a crise do COVID-19 teve um comportamento, pasmem, ordenado. Isso porque, como em outras crises já vividas na humanidade, o comportamento dos investidores ao se deparar com a crise já era previsto.

De acordo com Damodaran, em qualquer crise os mercados sofrem pressão. Empresas que estariam endividadas e economias de países emergentes, normalmente são as primeiras a ruir. Esse cenário, de “ordem”, voltou a acontecer durante a crise em 2020.

Para o lendário investidor, e professor da Stern School of Business na Universidade de Nova York, os investidores se classificam de duas formas: humildes e arrogantes. Os humildes sabem quando ganham, e se questionam quando perdem, na tentativa de nunca mais cometer os mesmos erros.

Já os arrogantes, acham que sabem tudo, e quando perdem sempre colocam a culpa em terceiros. Na visão do investidor, essa é a maneira que classifica investidores, inclusive ele mesmo, que seria melhor que buscar por inteligentes ou burros.

Confira um trecho da participação de Damodaran no evento Expert XP, que foi gratuito e, pela primeira vez, a distância:

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Departamento de Tesouro dos Estados Unidos

Departamento do Tesouro dos EUA quer ferramenta para rastrear Bitcoin

A agência dos Estados Unidos responsável pela implementação de sanções contra empresas, parte do Departamento do Tesouro, quer uma ferramenta capaz de rastrear o...
Polícia investiga negócio de criptomoedas no ES

Corretora cripto é alvo de operação policial por fraude bilionária

A polícia da Coreia do Sul realizou uma operação em diversos escritórios de uma corretora de criptomoedas após a empresa ter sido acusada de ser...
Criptomoeda Ethereum mãe do DeFi

Banco Central dos EUA elogia Ethereum e inovação com DeFi

O Banco Central dos Estados Unidos de St. Louis publicou um artigo elogiando as inovações da plataforma Ethereum. Ao criar aplicações bancárias com tokens,...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias