Atlas Quantum tem bens bloqueados pela justiça

De acordo com o magistrado, a liminar resguarda ao investidor o ressarcimento dos valores .

Siga no

A Atlas Quantum, empresa que afirmava realizar “rentabilidade que não para” em Bitcoin teve os bens bloqueados pela justiça por não ter efetivado o saque de R$ 177 mil de um investidor.

Conforme o contrato, o saque estaria disponível em até 24 horas; mas, passados 30 dias da solicitação, o cliente não teve seu dinheiro de volta.

A liminar foi deferida pelo juiz Luiz Gonzaga Silveira Soares, da 12ª Vara Cível de Belo Horizonte através do processo de número 51606141820198130024.

De acordo com os autos, o cliente investiu na plataforma Atlas Quantum com a promessa de que seria um negócio seguro e rentável. Entretanto, a empresa não devolveu o dinheiro ao cliente quando ele tentou realizar saque.

De acordo com o investidor, o acesso a plataforma estava normal até que a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) publicou alerta proibindo a Atlas de oferecer o mesmo tipo de contrato.

De acordo com o magistrado, a liminar resguarda ao investidor o ressarcimento dos valores e da rentabilidade do investimento caso seu direito seja comprovado ao final do processo.

“DIANTE O EXPOSTO e tudo mais que dos autos consta, DEFIRO O PEDIDO DA TUTELA DE URGÊNCIA para determinar que a parte ré proceda o depósito à disposição deste juízo da quantia de R$177.548,00 (cento e setenta e sete mil quinhentos e quarenta e oito reais), no prazo de 24 horas, sob pena de multa diária, no valor de R$300,00 (trezentos reais ), limitada a R$30.000,00 (trinta mil reais).”

Conforme publicado pelo Livecoins, com saques atrasados desde agosto, Atlas Quantum começou a oferecer bitcoins com “desconto” de até 60%. Infelizmente, não se trata de bitcoins, mas de uma “promessa de pagamento em bitcoins”.

Esse dinheiro só será sacado mediante uma “extorsão” de 60%, 70%, ou sabe-se lá quantos por cento. O cliente se vê obrigado a vender o saldo em Bitcoin na plataforma por um preço abaixo do mercado.

Para quem apostou no serviço, fica a dor de ser seguidamente atingido por más notícias e a esperança de recuperar pelo menos parte do seu patrimônio.

Os bitcoins presos na plataforma Atlas já ganharam o nome de “BitAtlas”, um dinheiro que, por enquanto, só existe dentro de uma plataforma.

As informações são do TJMG

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Mateus Nunes
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Analista de Sistemas, entusiasta de criptomoedas e blockchain. Tradutor do site Bitcoin.org Sugestão de pauta: mateus@livecoins.com.br
Criptomoeda Ethereum ao lado do Bitcoin

Mineradores de Ethereum estão lucrando mais que os de Bitcoin

Os mineradores de Ethereum estão lucrando mais que os de Bitcoin, de acordo com dados divulgados por um estudo do The Block. A mineração de...
Criptomoeda Bitcoin sobre notas de Dólar dos Estados Unidos

46 milhões de americanos investiram em criptomoedas, aponta pesquisa

O número de pessoas que já compraram criptomoedas nos Estados Unidos tem aumentado nos últimos anos. De acordo com um novo levantamento, 46 milhões...
Globo Hashdesh coinbase

Globo e Coinbase investem em empresa brasileira de criptomoedas

A Rede Globo - sim, a maior emissora do Brasil e a segunda maior do mundo - por meio do seu braço de investimentos Globo...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias