Axy Miner, possível esquema de mineração de Bitcoin, causa confusão com site brasileiro

Plataforma suspeita com promessas de ganhos fáceis e rápidos.

Armadilha com Bitcoin, mineração em nuvem
Armadilha com Bitcoin, mineração em nuvem

A plataforma Axy Miner, um possível esquema de mineração de Bitcoin em nuvem, causou confusão para um site brasileiro. Isso porque, ela colocou em seu site uma ferramenta de preço que foi criada pelo Cointrader Monitor, associando a imagem da popular ferramenta sem que ele soubesse.

Como essa ferramenta pode ser implementada por qualquer site gratuitamente, a página supostamente fraudulenta está causando confusão para o site de preço de Bitcoin.

Alguns clientes que buscavam ganhos fáceis na Axy Miner confundiram o Cointrader Monitor, achando que esse site também era um esquema de ganhos fáceis.

Assim, o cofundador Wagner Silva emitiu um comunicado nesta quarta-feira (26), onde explica que não tem nenhuma relação com a possível pirâmide financeira que tem usado a imagem de seu site.

Comunicado: O Widget do Cointrader Monitor é um código que é oferecido gratuitamente para que desenvolvedores incorporem a informação do Preço Bitcoin Brasil em suas plataformas web. O seu uso não requer cadastro, podendo ser consumido de forma anônima.

Assim como em outras plataformas, a plataforma que está sendo servida no domínio “axyminer.com” incorporou o código do Widget do Cointrader Monitor para disponibilizar a informação do Preço Bitcoin Brasil para seus usuários.

Posto isto, o site Cointrader Monitor deixa claro que não possui qualquer relação comercial com as pessoas físicas ou jurídicas que controlam a plataforma servida no domínio “axyminer.com”. Além disso, os administradores do Cointrader Monitor não possuem qualquer contato com os administradores da plataforma ora mencionada. Mais informações sobre o Widget: https://cointradermonitor.com/como-usar-o-widget“.

Axy Miner usa imagem do Cointrader Monitor para colocar preço do Bitcoin em seu site
Axy Miner usa imagem do Cointrader Monitor para colocar preço do Bitcoin em seu site /Reprodução

Desse modo, ficou claro que a Axy Miner criou uma confusão com o uso da imagem do Cointrader Monitor, essa última uma ferramenta séria e já conhecida pela comunidade de criptomoedas brasileira.

Axy Miner é uma nova pirâmide financeira de mineração em nuvem atacando no Brasil?

O modelo de negócios oferecido aos clientes da Axy Miner é similar ao de tantos outros que já ruíram no Brasil: “mineração em nuvem”.

Esses esquemas chegam ao mercado prometendo ganhos fáceis e rápidos, com as pessoas esperando ganhar no investimento e na recomendação de novos investidores. Ou seja, esses modelos se baseiam em pirâmides financeiras para funcionar e quando novos investidores deixam de entrar, o negócio acaba.

Para chamar a atenção de possíveis investidores, a Axy Miner ainda oferece R$ 50,00 em um robô de mineração de Bitcoin gratuito, para que sua solução seja experimentada. Contudo, não é possível saber se o saque desse valor é fácil, visto que depende da indicação de novas pessoas.

Além disso, a suposta mineradora de Bitcoin em nuvem promete rendimentos de até 10% ao dia, o que é uma proposta ousada para um mercado de renda variável. Essa plataforma não deixa claro quem são seus donos, não há suporte e nem registro na CVM no Brasil, fatos que chamam ainda mais a atenção para um novo e iminente golpe contra investidores.

Axy Miner promete muito rendimento, mas suspeita de golpe é grande
Axy Miner promete muito rendimento, mas suspeita de golpe é grande /Reprodução

Como não há contato para atendimento, o Livecoins não conseguiu falar com os responsáveis da Axy Miner para que explicassem a confusão criada e como é possível obter tanto retorno em pouco tempo como prometem.

Empresas de mineração em nuvem já são velhas conhecidas no mercado e o fim desses negócios sempre deixa milhares de investidores no prejuízo.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Últimas notícias