Banco central da Venezuela pode incluir bitcoin e ether às suas reservas

Venezuela e criptomoeda
Venezuela e criptomoeda

O banco central da Venezuela está executando testes internos para determinar se pode incluir criptomoedas, especificamente bitcoin e ether às suas reservas internacionais, de acordo com um relatório da Bloomberg.

O teste foi realizado a pedido da Petroleos de Venezuela SA (PDVSA), empresa estatal de petróleo e gás natural. A PDVSA espera que o banco central venezuelano pague aos fornecedores da empresa em seu nome usando o bitcoin e ether que obteve.

Devido às sanções dos EUA, a PDVSA tem lutado para fazer negócios com seus clientes e fornecedores, uma vez que os principais bancos evitaram abrir canais de negócios com a empresa. De acordo com a Bloomberg, não está claro como a PDVSA conseguiu obter bitcoin e ether. O valor de suas participações também não é claro.

Em 2018, o governo venezuelano lançou a Petro, uma criptomoeda emitida pelo Estado, com valor suportado pelas reservas de petróleo do país. Mais recentemente, funcionários do governo lançaram várias plataformas para incentivar o uso da Petro.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
sabotag3x
Top 100 poster @ bitcointalk, altcoin maximalist, interessado em mineração, trading, detalhes técnicos e econômicos. Do zero ao milhão em 6 meses com a Iconic Services. Nunca comprei 1 bitcoin, nem mesmo 1 satoshi, e não pretendo comprar.

Últimas notícias