Banco do Brasil usa Blockchain para venda de imóveis

Inovação do banco coloca tecnologia das criptomoedas a disposição de mais transparência em um setor importante.

Siga no
Prédio do Banco do Brasil (BB)
Prédio do Banco do Brasil (BB) - Reprodução/Flickr

O Banco do Brasil agora usa a tecnologia Blockchain para a venda de imóveis, em uma plataforma inovadora. No estágio inicial, a plataforma disponibiliza imóveis rurais do banco, em parceria com a startup Resale.

A inovação traz mais segurança para quem procura comprar um imóvel, do início ao fim. Dessa forma, foi criada a plataforma AgroBB, no último dia 18, com cerca de 100 imóveis disponíveis para negociação.

Em consulta a nova plataforma, é possível ver, por exemplo, a Fazenda Fico, localizada em Nova Ubiratã, no estado de Mato Grosso. O imóvel é o mais valioso na plataforma atualmente, valendo R$ 45 milhões no momento da consulta.

Em nota, o sócio e diretor da Resale, Paulo Nascimento, demonstrou que a blockchain é parte importante do processo de compra.

“O lançamento do novo canal agro, integrado à tecnologia blockchain, está em linha com o que buscamos aqui, na Resale, que é popularizar o acesso aos imóveis do Banco do Brasil. Ao utilizarmos tecnologia de ponta, trazemos mais segurança, transparência, integridade e compliance para a venda do patrimônio público”, afirmou Paulo

A plataforma disponibiliza ainda fotos, imagem da rua pelo Google Street View e até um Mapa. Com isso, compradores interessados em adquirir um imóvel, que pode estar em qualquer lugar do país, pode navegar pela plataforma blockchain do Banco do Brasil que terá todas as informações do local.

A função da blockchain seria ajudar no processo de concorrência pública pelo imóvel. O banco não deixou claro se utilizará alguma blockchain pública como a do Bitcoin ou privada, como a Hyperledger.

Plataforma blockchain lista imóveis rurais do Banco do Brasil em ano de grande adoção da tecnologia

A inovação do Banco do Brasil apresenta aos possíveis compradores imóveis recebidos por inadimplência com o banco ou pagamento em operações de crédito. Essa aplicação de fato é pioneira, sendo a Resale uma das primeiras startups a fechar parceria com o Banco do Brasil.

A tecnologia das criptomoedas, também chamada de blockchain, vem ganhando tração no Brasil. Com o governo buscando driblar os efeitos inesperados da pandemia, a digitalização de produtos e serviços passou a ser buscado.

No Brasil hoje, o Governo Digital é uma das estratégias que deverá ajudar a consolidar inovações. Com o Banco do Brasil sendo uma instituição ligada ao governo, a novidade blockchain poderia até ter relação com a busca pela melhoria dos serviços online, tão presente em 2020.

Vale o destaque que o setor de imóveis rurais ainda sofre com golpes e grilagem de terra hoje. Ou seja, com a inovação, os interessados em adquirir um imóvel, terão mais transparência e segurança no processo.

O marketplace de imóveis rurais do Banco do Brasil ainda pretende integrar os serviços do banco no local. Desse modo, os clientes do banco poderão já ter uma experiência completa na compra. De acordo com Mauro Neto, vice-presidente corporativo do BB, até maquinários, linhas de crédito e pagamentos estarão disponíveis na plataforma em breve.

Essa de fato é a primeira plataforma blockchain ligada a um banco no país, que vê crescer a adoção da tecnologia.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Bitcoin em celular e Tesla ao fundo

Tesla revela que mantém US$ 1,3 bilhão em bitcoin

Empresas listadas em bolsas de valores devem divulgar trimestralmente seus resultados para os acionistas e mercado financeiro em geral. Essa política mantém transparente as...
Empresário observando a rede Bitcoin na cidade

Maior companhia de telecomunicações da Tailândia vai minerar Bitcoin

Uma das maiores empresas de telecomunicações da Tailândia vai minerar Bitcoin e pretende ser uma referência na Ásia neste setor. A Jasmine Telecom Systems (JTS)...
Michael Saylor Kitcon News

Michael Saylor: “Bitcoin vai durar 3950 anos, invista no que foi feito para durar...

Michael Saylor é um dos grandes apoiadores do Bitcoin e um dos mais conhecidos defensores da criptomoeda, sempre falando bem dela e de seus...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias