Banco Itaú confirma planos para lançar corretora de Bitcoin

Considerado o maior banco da América Latina, instituição planeja lançar novidade no futuro.

Lupa dando destaque na marca do Banco Itaú bitcoin
Lupa dando destaque na marca do Banco Itaú

O Itaú confirmou nesta quinta-feira (14) planos de lançar uma corretora de Bitcoin, indicando que analisa a moeda digital. Esse abraço ao futuro com a maior moeda digital chamou atenção pelo mundo.

O movimento já era aguardado pelas empresas do mercado de criptomoedas brasileiro, visto que há um processo em curso no Cade, movido por corretoras contra bancos, que acusam tanto o Itaú quanto outras instituições de praticar concorrência desleal.

Atualmente, o Itaú tem em seu portfólio de produtos para clientes vários produtos que se relacionam com criptomoedas, como fundos, entre outros, criados principalmente em parceria com a B3 e Hashdex.

Itaú confirma planos para lançar corretora de Bitcoin no futuro

De acordo com informações divulgadas pela Reuters, em um evento nesta quinta, executivos do Itaú confirmaram os planos de lançarem uma corretora de Bitcoin no futuro.

Essa notícia ainda não é bem uma novidade, visto que desde abril de 2022 o Itaú já estudava a possibilidade de vender criptomoedas. Contudo, ainda não está definida a data para o lançamento da operação, ainda em fase de estudo.

O evento apresentou uma nova área do Itaú no setor de criptomoedas, mostrando que a tecnologia financeira segue crescendo no interesse do “bancão”.

Com mais de 1 milhão de seguidores pelo Twitter, o perfil Bitcoin Archive repercutiu a entrada do banco no mercado de bitcoin. Segundo as informações do perfil, isso colocaria o bitcoin na mira de 55 milhões de clientes e mais de 28 mil caixas eletrônicos.

Antes do Itaú, empresas como Nubank, PicPay e Mercado Pago já lançaram a compra e venda de Bitcoin para seus clientes, ação feita em parceria com a Paxos, empresa regulada dos EUA. Com as instituições tradicionais ficando de fora de um mercado que gira bilhões, a ação do Itaú mostra que em breve outros bancos brasileiros deverão seguir os passos.

Compra de parte da Avenue consolida posição do banco no setor

Na última semana, o Itaú revelou a compra de 35% da corretora Avenue, mas com planos de adquirir nos próximos anos 50,1% da empresa.

Dessa forma, muitos especularam que o banco tem interesse no mercado de investimentos dos Estados Unidos, visto que a principal função da Avenue é facilitar a aquisição de ações na bolsa norte-americana por brasileiros.

Contudo, essa empresa também tem operações com criptomoedas, o que faz com que o Itaú já tenha em sua operação a negociação de bitcoin, até o momento parte de um negócio recém adquirido.

Com a compra da maioria da Avenue, não está claro se o banco irá manter as operações de criptomoedas e se planeja expandir seus serviços no setor com essa marca.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias