Bancos protestam contra empresas de criptomoedas nos EUA

Representantes bancários também argumentam que as empresas de criptomoedas não possuem a cobertura necessária pela Federal Deposit Insurance Corp., o que tornaria o uso do serviço arriscado para os clientes dos EUA.

Siga no

Os EUA possuem um sistema de transferência de dinheiro que pode ser acessado por companhias ligadas ao setor financeiro, principalmente os bancos. Esse sistema é utilizado para a transferência de grandes valores de forma ágil.

Recentemente as empresas ligadas ao criptomercado começaram um movimento para também ter acesso a esse sistema, mas, como é de se imaginar, os bancos protestaram contra essa possibilidade e querem manter as companhias de criptomoedas longe da ferramenta.

De acordo com o site Crypto News algumas grandes empresas do criptomercado querem ter acesso ao sistema para facilitar os serviços para os seus clientes. Entre essas companhias estão a Avanti Bank e a famosa corretora Kraken.

As empresas afirmam que ao ganhar acesso direto aos sistemas do FED elas podem providenciar meios mais baratos e rápidos de processar ordens de pagamentos para os seus clientes.

No sistema atual todas as empresas de criptomoedas precisam ter alguma parceria com um banco tradicional para utilizar os sistemas do FED de forma indireta.

Bancos vs criptomoedas

Os bancos querem manter o sistema como está, alegando que as companhias de criptomoedas já possuem vantagens de mais por causa das regulamentações mais leves e a falta de mecanismos internos para prevenir lavagem de dinheiro.

“As questões de se e como as empresas podem ter acesso direto às contas e serviços do FED são questões fundamentais da política dos sistemas de pagamentos dos EUA”, disse em uma carta aberta ao FED arquivada no mês passado o Bank Policy Institute, que representa os interesses dos principais bancos dos EUA.

Representantes bancários também argumentam que as empresas de criptomoedas não possuem a cobertura necessária pela Federal Deposit Insurance Corp., o que tornaria o uso do serviço arriscado para os clientes dos EUA.

Ainda de acordo com o Crypto News, a CEO da Avanti, Caitlin Long, confirmou que a empresa iniciou o procedimento para se tornar um banco membro do FED, potencialmente abrindo caminho para o acesso ao sistema de pagamento direto.

Com isso, a empresa fez a aplicação formal e com isso ela passará a ser examinada e precisará contar com os mesmos padrões de supervisão e regulamentação que um banco tradicional.

Long disse que o protesto dos bancos contra a participação das empresas de criptomoedas no sistema é uma grande ironia, considerando que muitos eles estão também entrando no criptomercado.

“Ironicamente, os lobistas da indústria bancária continuam dizendo que as criptomoedas precisam ser sujeitas a protocolos regulamentares mais rígidos do que os bancos tradicionais. Mas os próprios bancos agora estão entrando no criptomercado também, então é engraçado que os lobistas estão atrapalhando eles mesmos.”

Supostamente os lobistas estão intensificando a sua influência para tentar fazer com que o criptomercado não tenha acesso a essas vantagens bancárias. O objetivo final é claro: não perder a posição privilegiada dos bancos.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Queda da Dogecoin DOGE despenca desvalorização brasileiro

Brasileiro perde R$ 2,6 milhões com queda da Dogecoin, mas ainda acredita na moeda

O brasileiro que mora nos Estados Unidos, Glauber Contessoto, perdeu R$ 2,6 milhões em Dogecoin com a recente queda da moeda no mercado. O fenômeno...
LNBTC

Usuário avisa empresas sobre falha em serviços de custódia da Lightning Network

Reckless Satoshi, um usuário do Reddit, fez uma postagem relatando que serviços de custódia que trabalham com a Lightning Network tinha um ponto de...
Ethereum. (Imagem: Adobe Stock)

Pânico? R$6,6 bilhões em Ethereum saíram das exchanges na semana passada, R$4,2 bi voltaram...

Na quarta-feira passada, dia 15 de setembro, cerca de 363.240 ETH foram sacados de exchanges centralizadas, ontem, no entanto, 258.050 ether voltaram para endereços...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias