Suposto ex-funcionário da Binance acusa corretora de manipulação e diz que vai provar

Corretora respondeu que irá tomar medidas cabíveis contra ele por espalhar "fakenews".

Siga no
Marca da Binance em chamas problema acusação
Marca da Binance em chamas

Um suposto ex-funcionário da Binance acusou que a corretora liquida seus clientes traders, causando prejuízos para essas pessoas em suas negociações.

Se identificando apenas como “Fulltime Ape“, o perfil no Twitter afirma que a pessoa por trás dele é um Ex-Engenheiro de Big Data da Binance na Europa, região que tem buscado fechar as portas da corretora.

Vale notar que a Binance hoje é a principal corretora em termos volume, tanto de Bitcoin quanto de várias altcoins. Assim, qualquer problema com a empresa acaba levando traders a se preocuparem com eventuais quedas no mercado.

Do que o ‘ex-funcionário’ da Binance acusa a corretora? Entenda o caso

No último sábado, o usuário “Fulltime Ape”, que não se sabe quem é a pessoa por trás do enigmático perfil, afirmou ser um ex-funcionário da Binance em busca da verdade, acusando a corretora de negociar contra seus clientes.

“1) Como um ex-engenheiro de Big Data da Binance (Europa), posso dizer: VOCÊ ESTÁ sendo enganado. A Binance está constantemente negociando e te liquidando. A Binance mantém uma visão geral dos grandes níveis de liquidez e propositalmente pump/dump o preço para retirá-los com fins lucrativos. Vou fornecer provas em breve.”

Sem divulgar nenhuma prova de suas alegações, o perfil fez acusações bombásticas contra a Binance, afirmando que tem áudios e vídeos de dentro do escritório que serão liberados em breve.

Além disso, a pessoa por trás do perfil afirma que tem capturas de telas e mais áudios e vídeos de reuniões que pediam aos funcionários para criarem métodos de manipulação de preço que também serão divulgados.

Ao final, o perfil afirmou que faz isso porque foi maltratado pela empresa, assim como todos os funcionários.

“Em breve, irei liberar todas as provas que tenho que sugerem e provam fortemente que a Binance está usando práticas maliciosas de modo a beneficiar financeiramente a empresa. Por que estou fazendo isto? Simplesmente porque eles me trataram (e outros funcionários) como uma me*** mal paga.”

O que diz a Binance?

A maior corretora em volume do mundo acabou publicando nesta segunda-feira (23) um esclarecimento ao mercado global de criptomoedas, afirmando que nunca negociou contra seus clientes.

“Ao tomarmos conhecimento das denúncias de manipulação de mercado feitas contra nós, queremos deixar clara nossa posição em relação a esse assunto crítico. A Binance nunca negociou contra nossos usuários nem manipulou o mercado, e nunca o faremos.”

Segundo a nota, publicada pelo Twitter oficial da Binance, a corretora dá importância a integridade comercial e pessoas que criam contas se passando por funcionários criam mentiras.

“A Binance dá grande importância à experiência do cliente e integridade comercial. À medida que nossa indústria fortalece as relações com os reguladores, esperamos menos vendedores de FUD e indivíduos com intenções maliciosas, incluindo a personificação de funcionários da Binance.”

Por fim, a corretora afirmou que irá tomar medidas legais para proteger seus interesses, indicando que pode processar o suposto ex-funcionário, que afirmou que vai provar o que alega.

“Binance se reserva o direito de tomar medidas legais para proteger seus interesses e agradece a denúncias responsáveis que protegem a confiança de nossa comunidade.”

Sob pressão internacional, na última semana a Binance passou a exigir a comprovação de identidade de todos os traders, novos e antigos. Além disso, a divisão brasileira suspendeu a negociação de futuros e derivativos, após um pedido da CVM no último ano.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Queda da Dogecoin DOGE despenca desvalorização brasileiro

Brasileiro perde R$ 2,6 milhões com queda da Dogecoin, mas ainda acredita na moeda

O brasileiro que mora nos Estados Unidos, Glauber Contessoto, perdeu R$ 2,6 milhões em Dogecoin com a recente queda da moeda no mercado. O fenômeno...
LNBTC

Usuário avisa empresas sobre falha em serviços de custódia da Lightning Network

Reckless Satoshi, um usuário do Reddit, fez uma postagem relatando que serviços de custódia que trabalham com a Lightning Network tinha um ponto de...
Ethereum. (Imagem: Adobe Stock)

Pânico? R$6,6 bilhões em Ethereum saíram das exchanges na semana passada, R$4,2 bi voltaram...

Na quarta-feira passada, dia 15 de setembro, cerca de 363.240 ETH foram sacados de exchanges centralizadas, ontem, no entanto, 258.050 ether voltaram para endereços...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias