Binance anuncia mudanças radicais em processo de conformidade

Grande corretora tem sido sufocada por governos pelo mundo.

Siga no
Binance sob pressão regulatória mudanças radicais queda
Binance sob pressão regulatória

A maior corretora de Bitcoin do mundo, Binance, anunciou mudanças radicais no processo de conformidade, que antes era considerada “reativa”.

A pressão sobre os negócios da Binance acontecem em todo o mundo. Na Europa, por exemplo, bancos do Reino Unido seguem impedindo clientes de depositar valores na corretora.

Já na Malásia, a Binance acabou sendo impedida de manter funcionando seu site e aplicativo, com clientes sendo pressionados para encerrar suas posições em até 15 dias.

Vendo o movimento, a corretora já começa a se movimentar e pede atenção dos usuários.

Binance anuncia mudanças radicais em conformidade: “agora será conformidade proativa”

O CEO da Binance falou nesta sexta sobre a nova visão sobre a pressão que seus negócios sofrem pelo mundo nas últimas semanas. Com portas se fechando em todos os continentes, a corretora segue correndo para se adequar as diversas legislações das quais atua.

Prestes a ver mudança no comando, o atual CEO Changpeng Zhao (CZ) voltou a comentar sobre a conformidade da corretora que comanda, que agora passará de conformidade reativa para proativa.

“Binance pivotando de conformidade reativa para conformidade proativa. Fique atento.”

Na prática, CZ confessa que a Binance esperava que riscos aparecessem nas jurisdições em que atua para depois corrigir o problema. Com a mudança de postura, certamente a maior corretora do mundo hoje deixa claro que não deixará de colaborar e buscará implementar regras rígidas de compliance para negociações de usuários.

Restrição total de derivativos em Hong Kong

Em simultâneo ao anúncio de CZ, a Binance publicou um anúncio hoje sobre sua oferta de derivativos em Hong Kong, que passa a ser totalmente restrita. A nova medida foi imposta de caráter imediato, para todos os traders localizados naquele país.

“A Binance avalia constantemente suas ofertas de produtos e serviços. Estaremos restringindo os usuários de Hong Kong em relação a produtos derivativos (incluindo todos os futuros, opções, produtos de margem e tokens alavancados) em linha com nosso compromisso com a conformidade.”

Conforme anúncio, a corretora afirmou ser a primeira grande operação a restringir essa operação para moradores de Hong Kong.

Fica claro que a pressão contra as operações da Binance são em todos os continentes, podendo até superar os recentes seis países que anunciaram medidas contra a corretora.

As ofertas de derivativos também foram suspensas na Alemanha, Itália e Holanda, na última semana. Essas ofertas são consideradas valores mobiliários e costumam exigir autorizações de órgãos fiscalizadores para funcionar, como a CVM no Brasil, por exemplo.

Mesmo assim, o mercado a vista de criptomoedas segue funcionando na Binance, apesar das mudanças afetarem também essas negociações.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Presidente da SEC diz que criptomoedas só valem algo porque alguém vai querer comprar...

O Presidente da SEC, Gary Gensler, novamente voltou a falar sobre o criptomercado e sobre as moedas digitais. Desta vez Gensler demonstrou estar bem menos...
Binance sob pressão Brasil

Binance anuncia fim de negociações de derivativos na Austrália

A Binance é a maior corretora de criptomoedas do mercado global e com certeza um importante pilar para todo o setor. No entanto, com...
Símbolo da Uniswap em mapa mundial

Empresa pede registro de marca da Uniswap no Brasil

Uma empresa pediu o registro da marca Uniswap no Brasil, nome da principal corretora descentralizada do mundo. O pedido foi feito com base em uma...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias