Binance lança plataforma P2P no Brasil

Plataforma vai aceitar Real Brasileiro (BRL), Peso Argentino (ARS), Pesos mexicanos (MXN), Peso Colombiano (COP) e Sol Peruano (PEN).

Siga no
Binance Brasil
Binance Brasil

Atualmente, a Binance pode ser considerada a maior corretora de criptomoedas do mundo, em volume de negociação e quantidade de usuários. Nesta quarta-feira (18) a empresa anunciou o lançamento de uma plataforma Peer-to-peer (P2P), que trabalhará com moedas de diferentes países da América Latina.

Entre elas estão o Real Brasileiro, o Peso Argentino, os Pesos mexicanos, o Peso Colombiano e o Sol Peruano. A intenção é, portanto, que os clientes da Binance possam adquirir Bitcoin, Ethereum, Tether, Binance Coin e Binance USD com estas cinco moedas.

Assim, as transações serão feitas diretamente na nova plataforma, com taxa zero. Mas o grande diferencial está na integração, onde as operações podem ser feitas com diferentes métodos de pagamento. Além disso, é possível transferir criptomoedas para qualquer carteira da empresa sem custos.

O novo serviço P2P também dispõe de um mecanismo que garante que 100% dos ativos digitais vão para as carteiras dos usuários.

A plataforma também dispõe de outros serviços, que incluem empréstimos diretamente com a Binance.com, spot, margin e futuros. Trata-se de uma ótima ferramenta para todos os usuários da América Latina que hoje contam com os serviços oferecidos pela companhia.

De olho nas mudanças de seu mercado

Para Changpeng Zhao, CEO da Binance, a América Latina tem se mostrado um dos mercados mais ativos nas transações de criptomoedas de no sistema P2P. Desta forma, ele afirmou que a intenção da nova plataforma é oferecer uma experiência mais completa de negociação com criptos.

Esta visão reflete no aumento exponencial que a empresa tem notado de novos clientes ao longo dos últimos meses, principalmente nesta região.

Somente nas duas primeiras semanas de março, a Binance registrou um aumento de mais de 140 milhões de dólares em negociações P2P. Para Zhao o fato se deve ao atual momento de incerteza na economia global, onde as criptomoedas representam um ativo favorável e com bom potencial de uso, apesar da volatilidade de preços.

Assim, ele também avalia o impacto que o criptomercado vem tendo na América Latina de maneira positiva.

Desde seu lançamento em outubro de 2019, a plataforma Binance P2P conta com várias moedas fiduciárias e mais de 100 comerciantes a nível global para transações diversas.

Além disto, a plataforma também conta com o programa Global P2P Merchants, que tem o objetivo de buscar comerciantes verificados para a empresa. Estes podem aproveitar diversos benefícios, como taxas zero para depósitos de segurança, publicação de anúncios e transações, descontos VIP e suporte exclusivo ao cliente. A inscrição está disponível neste link.

Jeferson Scholz
Jeferson Scholz
Jornalista. Escrevi dois artigos acadêmicos publicados no congresso de comunicação INTERCOM, e fui diretor do documentário universitário "Planeta dos Desmortos - O Mito Zumbi".
Corretora de Bitcoin e criptomoedas Binance

Binance abre inscrições para voluntários no Brasil

Quem busca empreender com criptomoedas ou mesmo ingressar nas comunidades brasileiras, uma oportunidade de aprendizado surgiu nos últimos dias. A Binance, a maior maior...

Uganda desliga internet, comércio de bitcoins para de funcionar

Na véspera das eleições presidenciais, o governo da Uganda bloqueou, sem avisar, a Internet de toda população. Isso ocorreu depois de os ugandeses contornarem...

“Gaste o máximo que puder, e depois um pouco mais”, diz FMI aos governos...

A diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, prevê que pode levar até dois anos para que a economia global retorne aos níveis...

Cotações por TradingView

Últimas notícias

Uganda desliga internet, comércio de bitcoins para de funcionar

Na véspera das eleições presidenciais, o governo da Uganda bloqueou, sem avisar, a Internet de toda população. Isso ocorreu depois de os ugandeses contornarem...

“Gaste o máximo que puder, e depois um pouco mais”, diz FMI aos governos do mundo todo

A diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, prevê que pode levar até dois anos para que a economia global retorne aos níveis...

Biden começa campanha de marketing trilionária para o Bitcoin

Um dos principais motivos pelo qual o preço do Bitcoin valorizou mais de 300% em 2020 foi a iniciativa do Banco Central dos EUA...

“Bitcoin me fez perder a sanidade”, diz jovem que perdeu R$ 5.8M e agora depende de auxilio do governo para sobreviver

Em 2020 o Bitcoin certamente deixou muitos investidores felizes, várias pessoas tiveram seus investimentos valorizados em cerca de 400%. Aqueles que decidiram investir logo...

Institucionais no Bitcoin, quem são? Por que compraram?

Nos últimos meses, pipocou na mídia o nome de diversos gestores e firmas de investimento institucionais que embarcaram no Bitcoin. Mas afinal, quem são...