Sob pressão regulatória, maior corretora de Bitcoin do mundo decide limitar saques de novos usuários

Mas esse momento mais "solto" tem prazo para acabar, o que pode indicar que os governos e a fiscalização estão ganhando a "guerra" contra as corretoras.

Siga no

A Binance, maior corretora de criptomoedas do mundo, sempre teve uma postura não muito rígida em relação as regras de KYC (identificação de clientes) exigidas pelos reguladores globais. No entanto, isso parece estar prestes a mudar com a empresa anunciando diferentes limitações para “auxiliar os reguladores em todo o lugar do mundo.” 

A corretora anunciou nesta terça-feira (27) diferentes limitações em negociações alavancadas e também nos saques de contas criadas há menos de 60 dias. 

Esse tipo de mudança, claro, deixa alguns clientes e muitos investidores nervosos.

Por muito tempo a Binance foi considerada uma das “aliadas” do criptomercado contra as regulamentações excessivas propostas por governos em todo o mundo, diferente de exchanges como a Coinbase que foi “institucionalizada”.

Há até mesmo a desconfiança de alguns de que a corretora não faz o devido relatório de negociações para as autoridades fiscais. 

Mas esse momento mais “solto” tem prazo para acabar, o que pode indicar que os governos e a fiscalização estão ganhando a “guerra” contra as corretoras.

Limites e mudanças na Binance

Os anúncios que foram feitos em uma série de tweets pela corretora contam com diferentes mudanças ligadas a como a companhia lida com o KYC de seus clientes.

Entre as mudanças feitas para agradar os reguladores, a que mais chamou a atenção é o limite de 0.06 BTC por dia para as contas novas e usuários com verificação básica. 

“Nós estamos melhorando os nossos esforços de KYC para melhorar nossa liderança na área. Os saques diários vão ser ajustados de 2 BTC para 0.06 BTC para as contas que possuem verificação básica.”

A diminuição é de 2 BTC, mais de US$ 75 mil (cerca de R$ 388 mil) para pouco mais de US$ 2 mil (R$ 10 mil). Uma diminuição considerável, principalmente para grandes movimentações que agora precisarão ter uma identificação completa com a corretora.

Os ajustes para os clientes que já estão na plataforma começarão a partir de 4 de agosto e serão completados até a meia-noite do dia 23 do mesmo mês. Além da mudança nos saques, o limite máximo para a negociação alavancada é de “apenas” 20x para as contas recentemente criadas.

A ideia é encorajar negociações responsáveis.

Para deixar ainda mais claro a nova posição da Binance em apoiar os órgãos reguladores em rastrear saques e lucros com negociações, a corretora também anunciou o seu novo API de Relatório Fiscal para facilitar que os próprios clientes declarem suas criptomoedas à Receita Federal.

Infelizmente, essa situação coloca mais uma preocupação em cima do mercado: O risco da pressão do Governo e sua regulamentação, algo que muitos avisam que é perigoso para o criptomercado. 

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Praia do Forte em Cabo Frio pirâmide com Bitcoin

Eagle Eyes, empresa do “Pastor do Bitcoin” em Cabo Frio suspende saques

A empresa Eagle Eyes, que operava com sede na cidade de Cabo Frio (RJ), é mais uma possível pirâmide usando a imagem das criptomoedas...

Segunda maior pool de Ethereum encerra atividades devido a restrições na China

A SparkPool, segunda maior pool de mineração de Ethereum, anunciou que encerrará suas atividades no dia 30 deste mês. Hoje a pool é responsável...

Empreendedores vs investidores, quem ganhou mais dinheiro com criptomoedas?

Qual será a melhor estratégia para ganhar dinheiro, investir direto em criptomoedas ou empreender em setores essenciais relacionados a elas? Neste artigo faremos um comparativo...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias