Binance suspenderá serviços na China até o final do ano

No mês passado, o Banco Popular da China (PBoC) anunciou que todos os serviços que permitem que moedas fiduciárias sejam trocadas por criptomoedas serão tratados como atividades ilegais.

Siga no
Aplicativo da Binance em tela de celular saque venda compra
Aplicativo da Binance em tela de celular

A maior corretora de criptomoedas do mundo, Binance, anunciou que excluirá o yuan chinês da sua plataforma de comercio P2P (peer-to-peer) até o final do ano, a medida acontece após a China aumentar a repressão contra criptomoedas.

A Binance encerrou as operações do mercado continental chinês em 2017. Em setembro de 2021, a empresa também parou de aceitar cadastros de pessoas com números de telefone chineses.

No mês passado, o banco chinês anunciou uma nova repressão sobre a comercialização de criptomoedas no país, declarando ilegal as transações com ativos digitais, isso obrigou muitas empresas fecharem as portas.

O governo chinês “reprimirá a especulação com moeda virtual e atividades financeiras relacionadas e mau comportamento, a fim de salvaguardar as propriedades das pessoas e manter a ordem econômica, financeira e social”, disse o Banco Popular da China em um comunicado.

Binance

A Binance é uma das principais plataformas de comercialização de criptomoedas e tem uma quantidade significativa de clientes na China. Em um comunicado de imprensa a empresa anunciou que eliminara a comercialização C2C (conhecido como P2P) de yuan chinês no dia 31 de dezembro deste ano.

“Em resposta aos requisitos regulatórios do governo local, a Binance C2C removerá a lista da zona comercial do CNY […] em 31 de dezembro de 2021. Ao mesmo tempo, a Binance conduzirá um inventário de usuários da plataforma.”

A empresa também anunciou planos para realizar uma varredura completa da plataforma. O objetivo é fazer um inventário de todos os usuários que negociam na China continental. As contas de negociação que pertençam a esses usuários serão rebaixadas para o modo “apenas saque”.

“Se a plataforma descobrir usuários da China continental, a Binance restringirá as contas ao modo de somente saques.  Os usuarios só poderão retirar ativos, cancelar pedidos e fechar posições”, disse a Binance no comunicado.

China

A medida segue a maior plataforma da China, Huobi, que anunciou que encerraria todos os serviços na China antes do dia 15 de dezembro, enquanto todas as funções de deposito serão desativados no dia 14 de dezembro.

As duas corretoras representam muitas entidades que operam no setor de criptomoedas que tiveram que se mudar da China. No mês passado, o banco central do país proibiu as entidades locais de se envolverem com empresas que operam no mercado de ativos digitais.

No mês passado, o Banco Popular da China (PBoC) anunciou que todos os serviços que permitem que moedas fiduciárias sejam trocadas por criptomoedas serão tratados como atividades ilegais.

A Binance então se junta a uma grande lista de empresas de comercialização de criptomoedas que responderam as medidas de repressão tomadas pelo governo chinês.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Lorena Almada
Estudante de Engenharia Eletromecânica. Apaixonada por Economia. Seguidora da Escola Austríaca. Entusiasta do Bitcoin, descentralização e liberdade.
Pessoa com celular no YouTube

YouTube enaltece criptomoedas e quer aproveitar seus casos de uso

Em nota publicada nesta terça-feira (25), Susan Wojcicki, CEO do YouTube, afirmou que a empresa está olhando com atenção para o setor das criptomoedas....
Daniel Fraga comendo maça

Pioneiro do Bitcoin no Brasil, Daniel Fraga vira notícia em tabloide inglês

Embora Daniel Fraga seja uma figura conhecida por muitos brasileiros que investem em Bitcoin, sua história também está ganhando reconhecimento em outros países. Desta...
Bitcoin em meio a notas de dólar

Assassinato em SP tem ligação com R$ 200 milhões em criptomoedas

Uma nova morte em São Paulo tem uma suposta ligação com R$ 200 milhões em criptomoedas que sumiram do PCC. A notícia foi dada pela...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias