Bitcoin ultrapassa a marca de US$10 mil, alta de 40% em 2020

Moeda digital já acumula alta de 40% em 2020

Siga no
Bitcoin segurado por duas mãos
Bitcoin segurado por duas mãos

O ano de 2020 tem sido bom para o Bitcoin. A moeda digital acaba de superar a marca dos 10 mil dólares. Em Janeiro a moeda valorizou mais de 30%, e a tendência de alta esperada por muitos analistas continuou na primeira semana de fevereiro.

nos últimos 7 dias, o bitcoin valorizou cerca de 5,5%,  ultrapassando níveis de resistência essenciais para impulsionar uma forte alta. Na terça feira (4) o preço da moeda recuou a níveis abaixo de US$ 9.200. Mas na quarta feira (5) o preço começou a se recuperar.

Na madrugada deste domingo (9), a moeda valorizou 3,42%, ultrapassando a marca dos 10 mil dólares. A moeda digital está sendo negociada por US $ 10.100 nas principais corretoras do mundo. No Brasil o Bitcoin é negociado por R$ 43.444,80 no momento da redação desta matéria.

Como de costume, não é só o bitcoin que vem acumulando ganhos, criptomoedas alternativas (altcoins) também estão vendo altas, com isso, a dominância do bitcoin caiu para 63,9%, isso significa que alguns investidores estão apostando na alta de outras criptomoedas.

Bitcoin e altcoins valorizando.
Bitcoin e altcoins valorizando.

Alta era esperada por analistas

A alta do bitcoin já era esperada por vários analistas do mercado de criptomoedas, apesar das previsões de preço do bitcoin variarem, muitos esperam que a moeda digital alcance os US $ 12.500 em breve, o valor é o próximo nível de resistência.

O having do bitcoin vai ocorre em 90 dias, o evento vai diminuir a quantidade de bitcoins que podem ser minerados pela metade, a previsão é que ocorra no dia 12 de maio de 2020 a quantidade de bitcoins que serão minerados por bloco vai cair de 12,5 BTC para 6,75 BTC.

Isso significa que a característica do bitcoin de escassez digital aumentará, e a demanda global continuará vendo mais adoção em áreas que mais precisam da tecnologia de contabilidade distribuída.

“Eu ainda acho que o bitcoin atingirá US $ 100.000 até o final de 2021”, Disse disse Anthony Pompliano, co-fundador do grupo de investimentos em bitcoin Morgan Creek Digital, aontando a “oferta limitada” do bitcoin e a “crescente demanda” como a razão da alta do bitcoin.

No Brasil a corretora Bitcoin Trade também fez uma postagem no Instagram para registrar a marca. “Quem aí está acordado? Voltamos aos 10K USD!.”

Bitcointrade bitcoin 10 mil
Bitcointrade bitcoin 10 mil

Expectativa de US $ 15.000 após o Halving

Relatórios indicam que o preço do Bitcoin precisa aumentar em até 50% dos níveis atuais para permanecer lucrativo para os mineradores.

O Halving ocorrerá em maio, e o impacto do evento levanta várias questões. Um deles diz respeito aos mineradores, já que a recompensa do bloco será reduzida pela metade e a taxa de hash continua aumentando.

A taxa de hash do Bitcoin é um bom indicador da saúde da rede. Quanto maior a taxa de hash, menos vulnerável o sistema está para um ataque . Ele mede o poder de computação usado pelos mineradores para criar novos blocos a cada dez minutos, e esse processo é chamado de mineração.

A rede do Bitcoin fica mais segura com o tempo, pois sua taxa de hash continua registrando aumento.

Os recursos dedicados à mineração aumentam e, logo, os custos de mineração também. Esses fatores levantam uma questão legítima. O que tem que acontecer com o Bitcoin para permanecer lucrativo para os mineradores continuarem mantendo a rede?

Como os custos estão subindo e as recompensas em bloco estão caindo, o preço da moeda digital precisa aumentar para cobrir os custos. A pesquisa realizada sobre o assunto conclui que o Bitcoin teria que estar entre US $ 12.525 e US $ 15.000 para permanecer lucrativo para os mineradores.

Se a taxa de hash do Bitcoin aumentar nos próximos três meses, como nos últimos três meses, ela aumentará para aproximadamente 136.000.000 TH/s. Nesse caso, o Bitcoin teria que ser negociado acima de US $ 15.000 para permanecer lucrativo para os mineradores.

Leia mais sobre:
Avatar
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.

Comércio de Bitcoin na China aumenta, apesar de ser banido

Em 2017, a China fechou corretoras locais de criptomoedas, sufocando um mercado especulativo que era responsável por grande parte do comércio global de criptomoedas....
Divulgação/Goldman Sachs

Goldman Sachs reabre mesa de negociação de Bitcoin

A recente alta do Bitcoin reacendeu o interesse de diferentes players no criptomercado, com fontes afirmando que a Goldman Sachs, um dos nomes mais...
Bitcoin em fevereiro de 2021

Bitcoin foi o ativo com melhor desempenho em fevereiro, ouro e B3 em queda

O preço do Bitcoin teve alta de 42% em fevereiro, sendo o melhor ativo do mês. Ao contrário do desempenho da moeda digital, ativos...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias

Goldman Sachs reabre mesa de negociação de Bitcoin

A recente alta do Bitcoin reacendeu o interesse de diferentes players no criptomercado, com fontes afirmando que a Goldman Sachs, um dos nomes mais...

Bitcoin foi o ativo com melhor desempenho em fevereiro, ouro e B3 em queda

O preço do Bitcoin teve alta de 42% em fevereiro, sendo o melhor ativo do mês. Ao contrário do desempenho da moeda digital, ativos...

Província da China vai banir mineração de Bitcoin por causa do impacto ambiental

A emissão de gases de carbono é uma grande preocupação atualmente, sendo classificado como o principal causador do efeito estufa e um dos motivos...

Desenvolvedores voltam a atualizar Dogecoin

No meio da alta recorde das criptomoedas no ano passado, a Dogecoin (DOGE) se destacou como uma ovelha negra. Ela valorizou 2100% no intervalo...

Citibank: Bitcoin pode se tornar uma moeda de comércio global

O Bitcoin está em um "ponto de inflexão" e pode se tornar a moeda preferida para o comércio internacional, disseram analistas do gigante bancário...