Inicio Bitcoin Bitcoin ajuda encontrar homem que comprou 100 vídeos de abuso infantil na...

Bitcoin ajuda encontrar homem que comprou 100 vídeos de abuso infantil na dark web

Criptomoeda foi utilizada para comprar vídeos encontrados em notebook de criminoso que não esperava ser encontrado.

-

Compartilhe

Um norte-americano foi condenado a 42 meses de prisão após ter comprado acesso a 100 vídeos contendo abuso infantil. Os arquivos foram encontrados no notebook do criminoso após uma intensa investigação. Nesse caso, o bitcoin acabou sendo um aliado no rastreamento das atividades do homem condenado pela justiça dos EUA.

O caso envolvendo o homem que foi preso aconteceu na conhecida dark web. No local, vídeos e imagens ilícitas são oferecidas em sites que não existem na internet que todos conhecem. Pedofilia e crimes bárbaros podem ser encontrados em vídeos e outros tipos de anúncios completamente inimagináveis.

Pensando em criar meios de pagamento fora da regulação de atividades financeiras na web, alguns desses anúncios preferem aceitar criptomoedas como forma de pagamento. Porém, a maioria dos ativos digitais podem oferecer pistas suficientes para que um crime envolvendo transações financeiras seja facilmente descoberto.

Arquivos foram comprados em 2017 pelo criminoso

Cerca de 100 vídeos contendo abusos infantis foram baixados pelo acusado. O sentenciado teria baixado os arquivos em 2017 e armazenado as imagens em um computador. O dispositivo foi apreendido junto com o criminoso que foi sentenciado em 42 meses de prisão. Além dos meses de prisão, Stephen deverá ser acompanhado pelas autoridades norte-americanas.

Uma avaliação de cerca de US$ 5.000 será custodiada pelo criminoso após dez anos em que a sentença o ocorreu. Essa avaliação determinará se Stephen não voltou a cometer crimes envolvendo imagens de abuso infantil.

Stephen P. Langlois Jr. foi acusado pelo crime de posse de abuso infantil. A decisão, aconteceu no dia dois de janeiro em 2019, em Providence, nos EUA. O homem de 34 anos utilizou bitcoin para pagar pelas imagens armazenadas em seu computador pessoal. Na ação, Stephen é acusado não somente de comprar as imagens, como também de armazenar e ocultar os conteúdos que envolvem o abuso de crianças.

Bitcoin foi utilizado para pagar pelos vídeos

Imagens de conteúdos de abuso infantil são oferecidas na dark web livremente. Embora o conteúdo seja completamente ilegal, ainda existe um comércio paralelo que sustenta esse tipo de crime pela internet. E para piorar, criptomoedas são utilizadas, em alguns casos, para o comércio ilegal de conteúdos como os que foram encontradas em posse do criminoso condenado pelos EUA.

Stephen utilizou o bitcoin procurando a privacidade que somente as criptomoedas possuem. Mas justamente as criptomoedas buscam transparências em suas atividades, sobretudo o bitcoin.

Parte dos dados de todas as transações envolvendo o bitcoin são públicos. Sendo assim, essas informações seriam o suficiente para ajudar na busca de criminosos, que eventualmente optarem pela criptomoeda como forma de financiamento de alguma atividade ilícita.

XDEX:Negocie bitcoin com TAXA ZERO. Aproveite também para negociar outras 6 criptomoedas com as menores taxas do mercado.Abra sua conta, é grátis!
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter para começar e terminar o dia bem informado. Cadastra-se também na Newsletter para receber em seu e-mail.

MAIS LIDOS

Innova Mine: A cidadela da mineração e trade de criptomoedas

A Innova Mine é um novo projeto da indústria de criptomoedas que opera um modelo de negócios revolucionário. A empresa está sediada na Austrália...

MyAlice: Ex-sócio denuncia esquema em empresa de criptomoedas, “sumiram mais de 100 bitcoins”

Uma grave denúncia contra a MyAlice foi realizada por um ex-sócio da empresa no Facebook. Através de depoimento, Jean Kássio mostra como os negócios...

O valor da escassez dos ativos digitais

O setor de jogos evoluiu muito nas últimas décadas, uma das primeiras e grandes mudanças foi a eliminação da mídia física, reduzindo custos de...

MP abre inquérito contra a Dreams Diggers por suposto esquema de pirâmide

O Ministério Público, por meio da 5ª Promotoria da Justiça do Consumidor de Salvador (BA), acaba de abrir inquérito civil para investigar a Dreams...

A história das moedas físicas de Bitcoin

Uma das principais características do Bitcoin é que ele é totalmente digital, todavia, com o passar dos anos algumas pessoas começaram a criar moedas...

“Dinheiro não existe”: justiça orienta vítimas a sacarem tudo da Unick Forex

A Unick Forex está sendo investigada pela justiça brasileira. Após uma filial do escritório da empresa ser fechado no interior do Rio Grande do...

Banco Central do Brasil aposta em blockchain para criar sistema interbanco

Mais uma vez o Brasil sai na frente ao inaugurar um sistema interbancário através da tecnologia blockchain. O projeto é mantido pelo Banco Central...

Visa, Uber e Paypal vão apoiar a criptomoeda do Facebook

A criptomoeda do Facebook ganhou importantes aliados, como a Visa, Uber e Paypal. As três empresas anunciaram que apoiam a GlobalCoin. A previsão é...

Halving do Litecoin pode ser o maior evento de 2019

Certamente discutir sobre preços de criptomoedas é algo paradoxal, logo não é o foco discutir essa perspectiva. Isso porque o halving do Litecoin (LTC)...
 

COMENTÁRIOS

Compartilhe