Bitcoin cai 10% após final de semana otimista

Moeda digital empurra altcoins, que abrem semana em queda.

Siga no
Bitcoin em queda
Bitcoin em queda

O preço do Bitcoin caiu nesta segunda-feira (22), com queda de mais de 10% nas últimas 24 horas. Este movimento de vendas acontece após um final de semana otimista, com novo recorde no mercado.

No último domingo (21), os preços de mercado do Bitcoin chegaram a ser cotados em US$ 58.600,00 em algumas corretoras. Esse, até então, é o recorde de preços da criptomoeda, que já valorizou 98% em 2021.

Ao quase dobrar de preço desde o início do ano, no entanto, o mercado inicia a semana com recuo nas cotações. Em algumas corretoras, o preço do Bitcoin chegou a ser cotado em US$ 50.600,00, ou seja, US$ 8 mil abaixo do recorde, em menos de um dia.

O movimento vendedor segue presente no Brasil, apesar do Dólar em alta ajudar a conter a queda no país.

Preço do Bitcoin em queda após final de semana dos “touros”

O último final de semana foi de recordes seguidos no preço do Bitcoin. No sábado, por exemplo, a moeda ultrapassou pela primeira vez o nível de US$ 57 mil por Bitcoin.

Já no domingo, com mais alta nas corretoras, o Bitcoin ultrapassou US$ 58 mil e chegou a se aproximar de US$ 59 mil. Com o movimento, o Bitcoin chegou a valorizar 98,93% só em 2021, quase dobrando de valor no ano.

No entanto, a realidade desta segunda é um pouco diferente, com o preço do Bitcoin em baixa.

A queda poderia ser uma correção do movimento rápido de alta no Bitcoin, logo, é um respiro para os compradores. Além disso, o índice de medo e ganância do mercado ainda mostra otimismo nos investidores.

No Brasil, dólar em alta pode ajudar a conter queda do Bitcoin

No Brasil, o dólar segue em alta, após a repercussão negativa na troca do comando da Petrobras. Pressionada, a moeda norte-americana já valoriza 2,3% em relação ao Real brasileiro hoje.

De acordo com Joe Weisenthal, apresentador de um programa na Bloomberg, a moeda brasileira se torna a pior do mundo hoje. Segundo ele, a culpa é do noticiário relacionado a estatal brasileira.

Dessa forma, o preço do Bitcoin no Brasil ganhou uma “ajudinha” da moeda norte-americana para conter a queda. Como a principal cotação do Bitcoin é em relação ao dólar, o preço no Brasil caiu menos que no exterior.

Em relação ao Real, o Bitcoin ainda valoriza 100% em 2021, mesmo com a queda nesta segunda (22), que levou a moeda para R$ 287 mil em várias corretoras.

De qualquer forma, o mercado ainda procura entender o que motivou a queda no início desta semana. Após a compra de Bitcoin pela Tesla, essa pode ser a maior queda diária na cotação da moeda, caso se confirme.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

DeFi: três setores de grande potencial

De acordo com dados da Messari, o volume trimestral das Corretoras Descentralizadas (DEXs) no final do segundo trimestre de 2021 foi de R$ 2...
Criptomoeda Tether com sinais vermelhos

Michael Burry faz alerta sobre criptomoeda Tether

O lendário trader Michael Burry compartilhou em seu Twitter que a criptomoeda Tether pode estar no meio da confusão da Evergrande na China. Vale notar...
Dedo encostando em aplicativo da Binance

Binance está sendo investigada por manipulação de mercado, diz Bloomberg

A maior corretora de criptomoedas do mundo, Binance, está sendo investigada nos Estados Unidos por suposta manipulação de mercado e inside trading, de acordo...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias