Bitcoin cai 30% em semana sangrenta no mercado

Criptomoeda acumula desvalorização acentuada após cair mais de R$ 15 mil nos últimos dias.

Siga no
Preço do bitcoin continua caindo

O preço do bitcoin vive um de seus piores momentos em 2019. O desempenho da criptomoeda está em completa desvalorização. Nos últimos sete dias, o preço do bitcoin agonizou no mercado. Neste período, a criptomoeda viu seu preço encolher cerca de 30%. O movimento é inédito para o bitcoin, que vinha acumulando uma valorização ao longo do ano.

Uma desvalorização contínua registrada na última semana fez o preço do bitcoin cair abaixo de US$ 10 mil no mercado. Essa desvalorização do bitcoin já resulta em mais de US$ 3 mil perdidos pela criptomoeda nos últimos dias. A queda acentuada do preço do bitcoin continua nesta quarta-feira (17), reforçando a tendência de continuidade da desvalorização da criptomoeda na semana sangrenta.

O que está por trás da queda do preço do bitcoin?

Nos últimos sete dias o preço do bitcoin recuou 27,87% no mercado de criptomoedas. Esse desempenho negativo foi acumulado pelo bitcoin, que segue em completa desvalorização. Somente nesta quarta-feira (17), por exemplo, no início da manhã o bitcoin já registrava 13,37% de queda. Com este desempenho, a criptomoeda está sendo negociada por volta de R$ 34.686,41 no mercado brasileiro.

Preço do bitcoin nos últimos sete dias

O preço atual é bem diferente daquele registrado pelo bitcoin em sua máxima, observada no mercado há pouco mais de uma semana. Naquele momento, a criptomoeda estava sendo cotada por cerca de R$ 50 mil. Com a desvalorização, o preço do bitcoin recuou quase R$ 15 mil somente nesta semana. Essa pode ser a maior correção que o bitcoin vivenciou em 2019. Por outro lado, para alguns entusiastas a criptomoeda deverá se recuperar em breve.

Criptomoeda do Facebook pode ser a responsável pela queda

O preço do bitcoin “sangra” no mercado de criptomoedas, acumulando uma dura desvalorização seguida. Vários analistas atribuem o movimento recente de queda do preço do bitcoin à Libra do Facebook. A criptomoeda da rede social foi duramente criticada por políticos norte-americanos nos últimos dias. O projeto de Mark Zuckerberg foi contestado pelos parlamentares e parece já influenciar diretamente no preço do bitcoin no mercado.

Na última terça-feira (16) a Libra foi apresentada para senadores norte-americanos. O projeto está sendo liderado por David Marcus, que faz parte do Facebook e que foi ouvido pelos parlamentares. David será o responsável por conduzir o lançamento da Libra no mercado. A criptomoeda não saiu ilesa quanto a reputação do Facebook em relação a segurança de dados. Alguns senadores questionaram a empresa sobre as intenções do lançamento da Libra.

Após passar pelo senado norte-americano, a Libra deverá ser apresentada também aos deputados daquele país. O projeto de Mark Zuckerberg está sendo questionado pelos parlamentares antes mesmo de ser oficialmente lançado. Nesta quarta-feira (17) será a vez da Libra ser apresentada ao Comitê de Serviços Financeiros da Câmara dos Deputados.

Libra nem foi lançada, mas já influencia o bitcoin 

A Libra é a criptomoeda do Facebook que funcionará como uma stablecoin. A criptomoeda foi anunciada no início de junho e desde então o assunto é um dos mais comentados na internet. O projeto causou furor também no mercado de criptomoedas e levantou também preocupações de países acerca da Libra.

França e Estados Unidos já demonstraram certo descontentamento com o projeto Libra, que ainda nem foi lançada no mercado. A Libra deverá chegar ao mercado em 2020 segundo previsão do Facebook. Porém, antes que o lançamento aconteça, parece que a stablecoin já possui forças suficientes para impactar o preço do bitcoin. Pode ser que exista uma relação entre a desvalorização do bitcoin e as críticas associadas a Libra.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Paulo Carvalho
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".

EUA imprime 21% da sua oferta monetária em 2020, risco de inflação cada vez...

A possibilidade de uma inflação que vai afetar consideravelmente o poder de compra das pessoas não é um medo apenas no Brasil, mas também...
Sean Ono Lennon

Filho do cantor John Lennon diz que Bitcoin aumentou sua autoestima

Sean Ono Lennon, o filho do cantor John Lennon acredita que o Bitcoin ajuda as pessoas de uma forma que elas nunca viram antes....
Banco Tangerine do Canadá

Banco toma dinheiro da conta poupança de cliente que caiu em golpe

Um homem caiu em um golpe de falso emprego e perdeu $ 3.000, os falsos empregadores deram ele um cheque e pediram que ele...

Últimas notícias

Filho do cantor John Lennon diz que Bitcoin aumentou sua autoestima

Sean Ono Lennon, o filho do cantor John Lennon acredita que o Bitcoin ajuda as pessoas de uma forma que elas nunca viram antes....

Banco toma dinheiro da conta poupança de cliente que caiu em golpe

Um homem caiu em um golpe de falso emprego e perdeu $ 3.000, os falsos empregadores deram ele um cheque e pediram que ele...

“Estamos presenciando a última vez que pessoas ficarão ricas com Bitcoin no Brasil”, diz especialista

Com a recente alta do Bitcoin e um importante desenvolvimento nos fundamentos da criptomoeda, muitos apostam que estamos apenas no começo da valorização da...