A iminente ‘cruz da morte’ do Bitcoin que pode provocar uma queda de 50%

O analista fez uma comparação com o mercado em alta de 2017 e o tempo que a cruz da morte levou para ocorrer.

Siga no

O Bitcoin está à beira de uma “cruz da morte” – um padrão técnico que provavelmente pressagia uma grande venda da criptomoeda, advertiu um conhecido analista do mercado.

Em um tópico do Twitter, Rekt Capital, o analista com mais de 144 mil seguidores, publicou sua análise mostrando que a cruz da morte pode ocorrer no meio de junho se o Bitcoin não aumentar seu preço em breve.

O padrão de baixa, de acordo com o indicador, pode levar o Bitcoin a cair para US $ 18 mil  ou mais. A temida indicação técnica está se aproximando, sugerindo que o mercado altista do Bitcoin pode realmente ter chegado ao fim.

Cruz da morte

Uma cruz da morte é um padrão técnico que indica a possibilidade de uma grande liquidação ou de uma queda intensa.

Quando a média móvel de curto prazo de um ativo cai abaixo de sua média móvel de longo prazo, ela aparece em um gráfico. As médias móveis de 50 e 200 dias são duas das médias móveis mais comumente usadas neste padrão.

Desde o preço recorde do Bitcoin, de US$ 65 mil, a moeda digital já caiu mais de 43%, o que não é nada fora do comum em correções. No entanto, o sinal técnico pode significar que há muito mais sofrimento por vir.

O analista fez uma comparação com o mercado em alta de 2017 e o tempo que a cruz da morte levou para ocorrer:

“Quando o Bitcoin atingiu o pico em 2017, demorou 107 dias para a Cruz da Morte ocorrer. Isso significa 3,5 meses. E durante aqueles mais de 3 meses… Bitcoin caiu -70%.”

Ele acrescentou que uma vez que a cruz da morte aconteceu em abril de 2018, o Bitcoin experimentou uma correção adicional de -65%, pois caiu para US $ 3.200 em dezembro do mesmo ano.

O mini-rally em meados de 2019 foi parecido, com a cruz da morte aparecendo 149 dias após o pico. A essa altura, os preços do Bitcoin haviam caído 53%, mas uma nova queda de 55% veio após a cruz da morte.

O analista tentou prever quando pode ocorrer a cruz de morte. Usando dados do ciclo anterior, ele previu que uma queda de 55% que pode levar a moeda digital para preços abaixo de US$ 18 mil.

“Se a história se repetir, a Cruz da Morte pode acontecer entre o final de julho e o início de setembro de 2021.”

Ele disse também que uma queda dessa magnitude traria os preços para a média móvel de 200 semanas, que historicamente serviu como um forte suporte e zona de compra de longo prazo.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.

Debate Descentralizado: ainda vale investir em eventos de Bitcoin?

Empresas relacionadas com Bitcoin e demais criptomoedas possuem um nicho muito específico para diálogo. Em termos de anúncios, não é qualquer via que satisfaz a...
Ricardo-Salinas

Todo investidor deve ter Bitcoin, diz o terceiro homem mais rico do México

O encontro do Bitcoin com a temida cruz da morte não parece ter assustado Michael Saylor, que comprou US $ 500 milhões quando o...
Bear Market Bitcoin. Imagem: Shutter Stock

“Bear Market confirmado”, diz o CEO da CryptoQuant após cruz da morte do Bitcoin...

Não é segredo para ninguém que o Bitcoin tem enfrentado um período extremamente turbulento e volátil. Grandes nações como a China e Rússia estão...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias