Bitcoin desvalorizará até U$ 6 mil antes do halving?

Em menos de um ano acontecerá o evento!

Siga no
Bitcoin desvalorizará até U$ 6 mil antes do halving?
Bitcoin desvalorizará até U$ 6 mil antes do halving?

É complicado prever o comportamento de preços do Bitcoin (BTC) nos últimos tempos. A explicação seria porque o mercado de alta em 2019 achou um lar confortável: U$ 10 mil por unidade de Bitcoin. Entretanto, uma nova queda de preços, começando na última segunda, pode mostrar que o Bitcoin desvalorizará antes do próximo halving.

E para um analista técnico, a marca seria em torno de U$ 6 mil por BTC. Claro que para isso o comportamento dos preços devem ultrapassar algumas barreiras.

Bitcoin desvalorizará antes do próximo halving de 2020?

O halving é um evento que reduz a inflação do Bitcoin pela metade. Isso acontece porque a emissão de novas moedas no mundo é reduzida drasticamente. O halving do Bitcoin acontece a cada quatro anos, e espera-se que após este o preço do BTC tenha uma grande valorização.

Entretanto, ainda em 2019 e um pouco mais longe do halving, o BTC tem se mostrado lateral com seus preços. A marca de U$ 10 mil por unidade tem chamado atenção dos traders, que encontram pouca oscilação desta.

Uma nova queda na última segunda (23), de mais de 3% de desvalorização em 24 horas, voltou a acender o alerta. Na sequência, na terça o Bitcoin caiu novamente, com mais de 10% de desvalorização.

Para o analista TradingShot, o Bitcoin poderia chegar até U$ 6 mil por unidade. Além disso, o analista apontou que o comportamento dos preços alcançar tal marca seria normal. Isso aconteceria porque o Bitcoin tende a ter retrações de Fibonacci de 0,17 antes do halving. Este fato, segundo o analista, é uma tendência histórica presente na fase de acumulação.

Fase de consolidação atual seria impulso para um novo topo histórico

Para TradingShot, o Bitcoin segue cinco fases em seus ciclos de preços. A primeira seria relacionada ao recorde de preços, que após alcançado entra em um mercado de baixa. Já a segunda fase mostraria certamente um fundo de preços, do qual apresenta consolidação. Ao tocar o fundo, a terceira fase se inicia, que é uma expansão dos preços até certo ponto.

Entretanto, a expansão alcança um novo patamar de consolidação de preços, sendo esta a quarta fase do ciclo do Bitcoin. Após isso, a quinta fase seria o halving, que abre caminho para um novo topo histórico de preços.

Com isso, o analista afirmou que o mercado passa pela quarta fase, e que é normal a consolidação. Mas caso o Bitcoin tenha uma retração de Fibonacci de 0,17, ele pode voltar próximo de U$ 6,000 por unidade. Para investidores de longo prazo tal movimento não é perigoso, mas apenas a última chance de comprar Bitcoin barato, de acordo com o analista. Será que o Bitcoin desvalorizará no fim de 2019 e início de 2020, antes do próximo halving?

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Departamento de Tesouro dos Estados Unidos

Departamento do Tesouro dos EUA quer ferramenta para rastrear Bitcoin

A agência dos Estados Unidos responsável pela implementação de sanções contra empresas, parte do Departamento do Tesouro, quer uma ferramenta capaz de rastrear o...
Polícia investiga negócio de criptomoedas no ES

Corretora cripto é alvo de operação policial por fraude bilionária

A polícia da Coreia do Sul realizou uma operação em diversos escritórios de uma corretora de criptomoedas após a empresa ter sido acusada de ser...
Criptomoeda Ethereum mãe do DeFi

Banco Central dos EUA elogia Ethereum e inovação com DeFi

O Banco Central dos Estados Unidos de St. Louis publicou um artigo elogiando as inovações da plataforma Ethereum. Ao criar aplicações bancárias com tokens,...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias