“Bitcoin é perigoso e não pode ser reserva de valor”, diz analista do Deutsche Bank

Um exemplo prático disso, ainda no comecinho do projeto, é o que aconteceu em El Salvador.

Siga no

Uma analista do Deutsche Bank, chamada Marion Labor, falou sobre os perigos do uso das criptomoedas, principalmente o Bitcoin, como uma moeda legal. As informações são do RBC.

A analista falou principalmente sobre o risco da criptomoeda como uma reserva de valor por causa da grande volatilidade, um dos pontos que mais preocupa (e encanta) investidores.

Labor afirmou que os principais riscos do Bitcoin estão ligados a problemas com a sua disponibilidade do mercado, o que influência o seu uso na especulação e na dificuldade de equilibrar a oferta e demanda.

“Dois terços dos Bitcoins disponíveis são usados para investimento e especulação.

Devido à circulação limitada, algumas grandes compras ou vendas de criptomoedas podem afetar significativamente o equilíbrio entre oferta e demanda.”

Tudo isso afeta consideravelmente a volatilidade do Bitcoin, o que, para a analista do Banco, torna a moeda uma perigosa reserva de valor. No entanto, ela falou que essa volatilidade também é, historicamente, similar ao que acontece com o ouro.

“No período de 2000 a 2011 o valor dos futuros de ouro aumentou em mais de 600% e atingiu um preço de US$ 1,9 mil. Em 2011 os futuros caíram. Em 2015 o valor dos títulos caiu para um mínimo de US$ 1,1.”

Mesmo que com uma volatilidade bem menor do que o Bitcoin com quedas e altas na casa das dezenas de milhares, o Bitcoin tem um histórico similar a maior moeda digital do mundo.

Com isso, para Labor, o Bitcoin pode ter as mesmas características do ouro para o século 21 (e possivelmente para o próximo).

Com essas características, mesmo que seja arriscada, pode ser que economias que estão em risco de grandes inflações em um futuro próximo possam adotar o Bitcoin como uma forma de se proteger da inflação, principalmente uma influenciada pelo soft power do dólar em um país.

Um exemplo prático disso, ainda no comecinho do projeto, é o que aconteceu em El Salvador.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

“Bitcoin não me atrai”, diz André Esteves do BTG Pactual em áudio vazado

Um áudio vazado de uma conversa de André Esteves, banqueiro do BTG Pactual, deixou claro a opinião dele sobre o Bitcoin como um investimento. Esse...
Dúvida sobre o Bitcoin ser caçado pela China

China pode estar planejando cancelar proibição do Bitcoin

A China tem sido um dos países que mais aparece nos holofotes do setor financeiro, seja ele o tradicional ou então o criptomercado. Com...

Alemanha vai leiloar R$ 75,2 milhões em Bitcoin

O leilão de criptomoedas realizados por diferentes governos tem sido algo cada vez mais comum, e desta vez um estado da Alemanha vai leiloar...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias