Bitcoin é uma dança das cadeiras, e a música está quase no fim

-

Siga no
Bitcoin no bolso, imposto e tributo
Bitcoin no bolso - Reprodução
Anúncio

“Bitcoin é uma dança das cadeiras, e a música está quase acabando”, essa foi descrição da moeda digital feita pelo CEO de uma fintech do Reino Unido que viralizou nas redes sociais. A comparação está diretamente ligada com o fato de que aos poucos as “cadeiras” do Bitcoin estão sendo ocupadas e que quando a música parar, não terá lugar para os que sobrarem. Ou seja, comprar ou não comprar Bitcoin é um risco para os dois tipos de investidores.

A motivação por trás da comparação foi justamente a notícia recente de que a empresa MicroStrategy comprou R$ 1.3 bilhão em Bitcoin como reserva de valor. Esse foi um movimento muito importante para gerar ainda mais interesse na moeda, e como explica no artigo, esse aumento de interesse coloca os investidores em uma corrida arriscada.

“MicroStrategy é uma empresa listada na Nasdaq, considerada a maior empresa independente de inteligência de negócios de capital aberto, ela anunciou que adotou o Bitcoin como seu ativo de reserva primária, comprando 21.454 bitcoins por $ 250 milhões.”

Anúncio

Isso significa que 0,1% de todas as cadeiras acabaram de ser ocupadas – isso é menos para você, para mim e para a empresa para a qual trabalha.

Até mesmo aqueles que não estão comprando Bitcoin estão fazendo parte da “dança das cadeiras”.

“De acordo com a teoria dos jogos, a decisão de não comprar Bitcoin é tão poderosa quanto a decisão de comprar o ativo digital: Você está adotando a posição de que haverá menos demanda para o Bitcoin no futuro, ou que outros não vão comprar Bitcoin.

Se você estiver errado, inevitavelmente estará pior do que os que apostaram na moeda.”

No entanto, para aqueles que estão querendo investir na moeda digital, a competição pode ter ficado bem mais acirrada com o que a MicroStrategy fez e que, possivelmente, pode iniciar um novo movimento no mercado.

Corrida espacial 2.0? Demanda por Bitcoin pode alcançar novos patamares

Com base no desejo mimético, que basicamente quer dizer o aumento na vontade de comprar algo com base no que os outros estão comprando, é possível que, caso outras empresas façam o que a MicroStrategy fez, logo a demanda por Bitcoin pode atingir uma velocidade que talvez os investidores institucionais não possam acompanhar.

Imagine um país como a Suíça anunciando amanhã que alocou 1% de seus ativos de reserva em Bitcoin (o investimento em Bitcoin da Microstrategy foi de 50% de suas reservas de caixa).

Quantos países seguiriam o exemplo?

“A compra da MicroStrategy de 0.1% do suprimento total de Bitcoin pode acelerar a corrida ao introduzir uma nova dimensão (próxima das reservas de Banco Central): Reservas corporativas.

Com o suprimento total de Bitcoin limitado a 21 milhões, só mais 900 empresas poderiam fazer o que a MicroStrategy fez e guardar a mesma quantidade de Bitcoin em suas reservas.”, afirmou a publicação.

A coluna destacou que o que a empresa fez pode ter sido o primeiro dominó em uma série de eventos para alavancar a demanda do Bitcoin para níveis ainda mais altos.

“Agora que o primeiro dominó caiu, o preço por demorar demais para decidir comprar Bitcoin (Ou não comprar) cedo o suficiente pode ser tarde demais.”

Claro, tudo não passa de especulação sobre o futuro, mas o FOMO pode continuar aumentando no futuro. O problema é saber se teremos uma cadeira para sentar quando a música acabar.

Como próprio Satoshi disse uma vez:

“Talvez faça sentido comprar um pouco [de Bitcoin] caso ele dê certo. Se gente o suficiente pensar da mesma maneira, tudo se torna uma profecia autorrealizável.”

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Avatar
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Finanças Descentralizadas (DeFi) caem 40%, será o fim?

Nos últimos dias assistimos um massacre das moedas de finanças descentralizadas (DeFi), com quedas entre 30% e 58%. Talvez você não tenha acompanhado a...
Bitcoin em corretoras de criptomoedas

Trader veterano que viu queda no Brasil gosta do Bitcoin

Com o preço do Bitcoin operando abaixo de U$ 12 mil em setembro, a contrapartida foi o aumento da volatilidade no início do mês....
Itau demissão criptomoedas

Itaú demite por justa causa funcionário que negociava Bitcoin no horário de expediente

O Itaú Unibanco demitiu por justa um analista de sistemas que, de acordo com a empresa, negociava Bitcoin e outras criptomoedas durante o horário...

Últimas notícias

Pioneira, gestora carioca lança primeiro ETF de criptomoedas do mundo

A gestora Hashdex, sediada no Rio de Janeiro (RJ), informou nesta semana que recebeu aprovação para lançar o primeiro ETF (sigla para fundo negociado...

Trader veterano que viu queda no Brasil gosta do Bitcoin

Com o preço do Bitcoin operando abaixo de U$ 12 mil em setembro, a contrapartida foi o aumento da volatilidade no início do mês....

Itaú demite por justa causa funcionário que negociava Bitcoin no horário de expediente

O Itaú Unibanco demitiu por justa um analista de sistemas que, de acordo com a empresa, negociava Bitcoin e outras criptomoedas durante o horário...