Bitcoin é vendido por apenas R$ 290,00 após terrível erro em exchange

Mais de mil unidades foram vendidas por menos de 1% do valor atual do bitcoin no mercado.

-

Siga no
Anúncio

Mais de mil unidades de bitcoins foram vendidos por R$ 290,00 na Kraken. O fato inusitado aconteceu após um erro na exchange, em que foram acionadas ordens de venda da criptomoeda. O preço do bitcoin saiu por menos de 1% do seu valor atualmente praticado no mercado.

Executar ordens com valores errados pode fazer com que investidores percam tudo que possuem. Uma carteira milionária de bitcoins consegue se transformar em quase nada, em questão de minutos. Isso pode acontecer, após uma ordem de venda ser realizada com um valor completamente fora da realidade.

1.360 bitcoins foram vendidos por US$ 75 na Kraken

Um erro fez com que 1.360 bitcoins fossem vendidos por US$ 75, ou ainda, cerca de R$ 290,00. O valor absurdo pago pela criptomoeda representou uma perda de mais de 99% do valor atual do bitcoin.

Anúncio

Com a venda inesperada de bitcoins nesse valor, um sortudo levou milhares de unidades da criptomoeda para a casa por um preço ínfimo.

A venda dos bitcoins pelo preço alterado aconteceu apenas por cinco minutos. Porém, o tempo foi o bastante para que 1.360 unidades da criptomoeda simplesmente sumissem da ordem de venda.

O evento aconteceu na última sexta-feira (31) de maio. A flash crash fez com que muitos investidores procurassem os motivos por trás da instigante venda de bitcoins a “preço de banana”.

Flash crash na Kraken levanta suspeitas

Dificilmente alguém poderia errar uma importante operação envolvendo uma enorme quantidade de bitcoins. Após o surto do preço da criptomoeda na Kraken, algumas teorias sobre a venda de bitcoins por R$ 290,00 começaram a aparecer.

Alguns analistas apontam para um ataque hacker envolvendo a conta de investidores da exchange canadense. O criminoso teria acessado a conta de investidores para criar ofertas de venda do bitcoin no preço absurdo que foi vendido.

Dessa forma, o hacker seria o responsável, pela compra da criptomoeda em preço baixo após sua oferta na Kraken. Mas, a exchange ainda não possui informações sobre um possível ataque.

Nome de corretora Kraken é envolvido em investigação

Em recente comunicado publicado por um site de notícias, a Kraken falou sobre o que aconteceu na última semana. Considerada uma sólida corretora de criptomoeda, a empresa viu seu nome ser envolvido no flash crash que aconteceu em sua plataforma canadense.

Especialistas analisaram todas as informações sobre as ordens que foram abertas na exchange. A empresa concluiu que as ordens foram abertas pelos próprios investidores, oferecendo bitcoin pelo preço de R$ 290,00.

A alegação da empresa reforça a tese de ataque hacker as contas afetadas pelo possível golpe. Os investidores que perderam seus fundos deverão se pronunciar em breve. Por outro lado, a Kraken defendeu seu sistema de segurança, alegando que a empresa não possui responsabilidades no caso.

Par de negociação favoreu possível golpe

Algumas suspeitas direcionam o caso para um ataque hacker orquestrado. O criminoso supostamente teria utilizado um par com poucas negociações dentro da exchange para ofertar o bitcoin suspeito.

O par utilizado nas negociações foi o (BTC/CAD) na exchange Kraken. Acontece é que este par de negociações contava com poucas ofertas em aberto. Isso permitiu que os bitcoins fossem vendidos por apenas R$ 290,00.

Com um par de negociação pouco movimentado, as chances de obter o bitcoin por um preço alterado poderiam ser maiores. A atividade ainda será investigada a fundo, mas evidências corroboram para um possível ataque hacker contra as contas afetadas.

Sem levantar maiores supeitas durante a operação, 1.360 bitcoins foram vendidos por um preço inimaginável. Desse total de unidades vendidas da criptomoeda, somente 1.200 saíram de uma carteira bitcoin, que deve ter causado um enorme prejuízo para o investidor em questão.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Paulo Carvalho
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".

Leia mais

Verificador de saldo de endereços bitcoin

Verifique o Saldo de Endereços Bitcoin

O Verificador de Saldo de Endereços Bitcoin já está disponível. Desenvolvido no Brasil, o aplicativo permite verificar facilmente o saldo de diversos endereços bitcoin...
ONU (Nações Unidas, Blockchain e Bitcoin)

USP participou na ONU de Blockchain Central UNGA

O estado de São Paulo foi representado na 75.ª Assembleia Geral da ONU na última semana, e com a participação da USP em um...
Hacker. Imagem: Cortesia Pixabay

Corretora de criptomoedas perde R$ 1 bilhão após ser hackeada

A KuCoin, uma das maiores corretoras de criptomoedas do mundo perdeu US $ 200 milhões (R$ 1.1 bi) após ser hackeada. O ataque aconteceu...

Últimas notícias

USP participou na ONU de Blockchain Central UNGA

O estado de São Paulo foi representado na 75.ª Assembleia Geral da ONU na última semana, e com a participação da USP em um...

Corretora de criptomoedas perde R$ 1 bilhão após ser hackeada

A KuCoin, uma das maiores corretoras de criptomoedas do mundo perdeu US $ 200 milhões (R$ 1.1 bi) após ser hackeada. O ataque aconteceu...

Grande banco dos EUA é acusado de participação em golpe com criptomoedas

O esquema de pirâmide OneCoin foi o maior esquema ponzi recente, sumindo com bilhões de clientes, levando a prisões e até mesmo a uma...