Bitcoin em falta no Brasil faz criptomoeda ser negociada até 10% mais cara

Desvalorização do Bitcoin no mercado causou efeito contrário no país, após enorme procura pela criptomoeda.

Siga no
Cristo Redentor, símbolo no Brasil (Rio de Janeiro), e Bitcoin (BTC Blockchain)
Cristo Redentor e Bitcoin (BTC)

A cotação do Bitcoin caiu mais de 15% e fez com que a criptomoeda fosse vendida acima do preço no Brasil. A desvalorização do bitcoin desencadeou uma procura incessante pela criptomoeda. Essa procura foi maior do que a disponibilidade de bitcoins em exchanges no país. Como consequência, o preço do bitcoin vivenciou uma valorização de quase 10% diante de um cenário geral de queda.

Enquanto o preço do bitcoin despencava em todo o mercado, um movimento praticamente contrário foi observado no Brasil. Foi registrado uma diferença de mais de 10% do preço real do bitcoin para o preço praticado no mercado local. Esse índice foi atingido exatamente no momento em que o preço do bitcoin enfrentava uma aguda desvalorização.

Após cair no mercado, preço do Bitcoin subiu apenas no Brasil

O preço do Bitcoin perdeu mais de R$ 4 mil em poucos minutos no mercado. A queda da criptomoeda continuou, mas no Brasil os preços sofreram um outro impacto. Uma enorme procura pela criptomoeda revelou a falta de vendedores no mercado local.

A grande procura por Bitcoins no Brasil criou um ágio em relação a cotação da criptomoeda. Isso permitiu que negociações envolvendo o Bitcoin atingisse valores superiores ao preço da criptomoeda praticado no mercado internacional. O evento, que foi observado apenas no país, registrou uma discrepância que ultrapassou 10% de diferença entre a cotação e o preço praticado na venda do Bitcoin.

Faltou Bitcoins para vender

O Bitcoin viu sua cotação desmoronar na tarde desta última terça-feira (24). Neste dia, uma desvalorização fez o preço do Bitcoin cair abaixo de R$ 36 mil no Brasil. Essa enorme desvalorização impulsionou uma procura pela criptomoeda que o mercado não esperava.

Faltou Bitcoins para vender em corretoras de criptomoedas, balcões de OTC e possivelmente, até em vendas P2P. Com a falta da criptomoeda, o preço do Bitcoin sofreu uma inversão enquanto ainda estava em desvalorização.

O ágio no Brasil foi medido através da cotação em dólar do preço do Bitcoin na Coinbase. Essa diferença atingiu mais de 10% recentemente e continua alta segundo o Radar BTC. Na manhã desta quarta-feira (25), o preço do Bitcoin permanece em desvalorização, assim como o ágio no país está alto.

Indicadores mostram que a diferença no preço do Bitcoin está 7.22%. O número expressivo revela que o mercado brasileiro está sofrendo uma grande procura pela criptomoeda. Esse número pode ser confirmado através da cotação atual do Bitcoin no país.

Atualmente a cotação do Bitcoin está sendo cotado em R$ 34.845,48 na Coinbase. Por outro lado, o preço médio do Bitcoin no Brasil está por volta de R$ 37.022,94 segundo o CoinTrader Monitor. A diferença (ágio) entre os dois indicadores aponta um preço 6.25% mais caro para o Bitcoin no Brasil.

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".

Governo da Ucrânia ensina bitcoin para população

O Ministério da Transformação Digital da Ucrânia criou uma campanha para ensinar  bitcoin, blockchain e criptomoedas para a população. Os vídeos foram desenvolvidos em...

Impressora de dinheiro ligada: BC aumentou em quase 50% base monetária em 12 meses

O Banco Central do Brasil imprimiu muito dinheiro nos últimos doze meses, inflando a base monetária do país. De acordo com o BC houve...
BCHA-51-attack

Grupo anônimo de baleias lança ataque 51% contra fork do Bitcoin Cash

A rede da criptomoeda Bitcoin Cash ABC (BCHA), que surgiu no meio do mês como resultado de um hard fork do Bitcoin Cash, está...

Últimas notícias

Impressora de dinheiro ligada: BC aumentou em quase 50% base monetária em 12 meses

O Banco Central do Brasil imprimiu muito dinheiro nos últimos doze meses, inflando a base monetária do país. De acordo com o BC houve...

Grupo anônimo de baleias lança ataque 51% contra fork do Bitcoin Cash

A rede da criptomoeda Bitcoin Cash ABC (BCHA), que surgiu no meio do mês como resultado de um hard fork do Bitcoin Cash, está...

30 bilionários possuem bitcoin, mas não falam sobre isso, revela milionário do Twitter

O multimilionário filantrópico Bill Pulte, apelidado de "Bitcoin Bill" após sua entrada no mercado de bitcoin em dezembro de 2019, afirmou em uma live...