Bitcoin foi o ativo com melhor desempenho em fevereiro, ouro e B3 em queda

A criptomoeda chega a março após uma grande valorização anual, vai se manter?

Siga no
Bitcoin em fevereiro de 2021
Bitcoin em fevereiro de 2021

O preço do Bitcoin teve alta de 42% em fevereiro, sendo o melhor ativo do mês. Ao contrário do desempenho da moeda digital, ativos como ouro e ações que compõem o IBOVESPA registraram queda no período.

O mês de fevereiro foi importante para o Bitcoin não apenas em valorização, isso porque, a compra da moeda digital feita pela Tesla, foi o ápice na adoção institucional da tecnologia até aqui.

O movimento legitimou o mercado frente a novos investidores, que já haviam visto a MicroStrategy e Square investirem no mercado. Além disso, mostra a criptomoeda como uma importante reserva de valor no mercado.

Bitcoin segue em alta em 2021 e fecha fevereiro como melhor aplicação no Brasil

Quem investiu no Bitcoin no dia 1 de fevereiro de 2021 no Brasil viu seu patrimônio aumentar 42%. Essa forte valorização de mercado marcou um mês importante na história da moeda digital.

Com grande adoção por empresas, o Bitcoin fechou pela primeira vez em sua história um mês cotado acima de US$ 40 mil. No Brasil, a moeda fechou fevereiro acima de R$ 257 mil, também o primeiro fechamento acima de R$ 200 mil na história.

O momento de alta da criptomoeda no país foi ajudado principalmente pela alta do dólar, que inclusive, foi a segunda melhor aplicação de fevereiro. A moeda norte-americana subiu mais 2,45% em relação ao real, que se tornou novamente uma das piores moedas fiduciárias do mundo hoje.

O Bitcoin, vale o destaque, tem sua principal referência na moeda norte-americana. Ainda sim, o preço do Bitcoin subiu 38% em relação ao dólar, com um bom movimento nas corretoras mundiais.

Bolsa brasileira segue operando em queda anual, ouro também não valorizou

O bom momento do Bitcoin é único no mercado e segue descorrelacionado com outras aplicações. O ouro, por exemplo, é um dos ativos que tem visto o ano de 2021 com desvalorização no mercado.

De acordo com um levantamento do Valor Econômico, o ouro caiu 5,47% em fevereiro. Com a queda, o metal já perde em 2021 3,52% de seu valor.

Outra aplicação comum entre brasileiros, a bolsa de valores, B3, também não tem um bom mês. Com queda no índice Ibovespa (IBOV) em janeiro e fevereiro, as ações que compõem o índice registram queda de 7,55%, apenas em 2021.

O mês de fevereiro registrou baixa de 4,37%. Como reserva de valor então, o Bitcoin segue sendo uma boa aplicação no ano de 2021, com fevereiro sendo o ápice do movimento, no país da pior moeda fiduciária do mundo.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Idoso segurando Bitcoins aposentadoria

Empresa passa a oferecer aposentadoria com Bitcoin

Uma parceria entre três empresas do mercado de criptomoedas possibilitou a criação de um produto de aposentadoria com Bitcoin. Os planos de aposentadoria, normalmente chamados...

Líder de pirâmide com Bitcoin é solto e volta a aplicar golpes prometendo lucros

Mesmo depois de ter sido preso e indiciado pela Polícia Civil, o dono da pirâmide financeira "Medina Bank", Izaltino Medina Filho, de 60 anos,...

Modelo do Instagram vende seu “amor” em forma de criptomoeda

O mercado dos tokens não-fungíveis (NFTS) realmente se tornou uma grande moda nos últimos meses, sendo uma forma que muitos escolheram para vender peças...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias