Bitcoin: O gato de 90 vidas

2018 experimentou uma abundância de negatividade, com o colapso iminente das moedas digitais lideradas pela queda de preço do Bitcoin.

De acordo com a página Bitcoin Obituaries, o bitcoin “morreu” 90 vezes em 2018. Ao longo da história, foram 336 vezes que a mídia anunciou a morte da criptomoeda emblemática criada por Satoshi Nakamoto.

A página de obituários do Bitcoin mantida pelo site 99 Bitcoins registrou 90 notícias que surgiram em momentos de queda de preço da moeda digital que enfrentou um ano difícil.

A última afirmação da morte do Bitcoin em 2018  foi pelo autor do Seeking Alpha, Anthony Garcia, intitulado “Bitcoin: o declínio é fundamental, insolúvel, é o fim do BTC” . Isso previa que o fim estava próximo … de novo.

“O Bitcoin não vale nada – o Bitcoin não tem chance de sucesso porque é inútil. Não tem nada para se apoiar, é uma ilusão; sem ouro ou prata ou mesmo um decreto que é moeda legal. Não tem valor intrínseco e ninguém precisa disso.”

Outros comentários dignos de menção, mesmo que apenas para a retórica de FUD, incluem as observações de Nouriel Roubini (também conhecido como Dr. Doom) em outubro, quando ele se referiu aos entusiastas de criptomoedas como “canalhas” e dizendo que “Bitcoin é a ‘mãe de todas as bolhas’”.

O mais antigo desses obituários, escrito em 2010, de acordo com a 99 Bitcoins, afirmava que o ativo, valendo na época US $ 0,23, nunca se tornaria uma moeda: “Ou continuará sendo uma novidade para sempre ou mudará do status de novidade para morto mais rápido que você pode piscar.”

Muitos anos depois, o Bitcoin está valendo US $ 3.806,50, usado em todo o mundo para transações e sendo considerado por algumas das maiores instituições bancárias do mundo.

Hora de pensar de novo, talvez? As previsões podem ser embaraçosas quando alcançam a realidade.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Fundador do Livecoins. Analista de Sistemas, entusiasta de criptomoedas e blockchain. Tradutor do site Bitcoin.org

Últimas notícias