Bitcoin se tornará a moeda global dominante até 2050, diz estudo

É inegável que os defensores do Bitcoin estão realmente positivos com a criptomoeda e o recente estudo ajuda a mostrar o quanto alguns especialistas estão animados.

Siga no
Bitcoins
Bitcoins

O Finder, um dos maiores sites sobre finanças pessoais do mundo realizou uma pesquisa que descobriu um dado interessante: 54% dos entrevistados acreditam que até 2050 o Bitcoin será um ativo dominante no mercado financeiro global. Os resultados foram publicados em um relatório na quinta-feira(15). 

Chamado de “Previsão do preço do Bitcoin em 2021”, o relatório fez uma pesquisa com um painel de 42 experts dos setores de finanças, tecnologia e do campo acadêmico.

Alguns dos entrevistados (15%) acreditam que o ponto de dominância, chamado de “hyperbitcoinisação”, acontecerá antes mesmo de 2035. Ou seja, os entrevistados estão otimistas em relação a quanto o Bitcoin vai crescer consideravelmente nos próximos anos.

Segundo o documento um dos principais motivadores da dominância do Bitcoin no futuro será a adoção por países que estão em desenvolvimento, com 33% dos pesquisados afirmando que o Bitcoin será a moeda de escolha das nações emergentes em cerca de 10 anos. Outros concordam com a adoção, mas 21% dizem que acontecerá em um período maior do que apenas uma década.

Martin Fröhler, CEO da Morpher, foi citado como o mais otimista entre os participantes do painel do Bitcoin, fazendo previsões para o fim do ano. Para Fröhle, o Bitcoin vai valer US$ 160 mil até o fim de 2021, com a adoção alavancando o preço.

“A adoção por corporações e investidores institucionais junto com as políticas monetárias incertas e uma alta inflação de ativos vai levar o Bitcoin para um valor de 6 dígitos antes do fim deste ano. O nosso ciclo de halving vai ver um aumento de adoção do Bitcoin como uma moeda legal em países em desenvolvimento e até 2030, o Bitcoin vai substituir o ouro como um novo ativo de reserva global.”

Justin Chuh, conselheiro financeiro sênior da Wave foi um pouco mais pessimista, mas ainda imagina que o Bitcoin terá uma boa recuperação este ano, alcançando o valor de US$ 56 mil. Chuh classificou o “Bitcoin como uma reserva de valor verdadeira e testada”

“Conforme as criptomoedas continuam a subir, muitas ainda vão quebrar e os fundos vão eventualmente voltar para o Bitcoin como uma reserva de valor verdadeira e testada. Investidores em altcoins precisam ter fé nas criptomoedas. Mas quando a moeda favorita deles falhar, possivelmente eles vão notar que alguns ativos digitais que existem atualmente podem realizar o que eles querem.”

É inegável que os defensores do Bitcoin estão realmente positivos com a criptomoeda e o recente estudo ajuda a mostrar o quanto alguns especialistas estão animados. Basta esperar para ver se o criptomercado vai pelo caminho especulado.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

ETF 100% Ethereum estreia hoje na B3

Nesta quarta (04) foi lançado o ETF 100% Ethereum na B3, bolsa brasileira. O fundo foi desenvolvido pela gestora QR Asset Management, a mesma...

Dotz vai permitir que clientes troquem pontos por bitcoin

A Dotz, uma das principais gestoras de pontos de fidelidade do Brasil, com uma grande quantidade clientes, pode ser mais uma forma de aproximar...
Claudio Oliveira. "Rei do Bitcoin"

‘Rei do Bitcoin’ e mais oito pessoas são indiciadas por fraude bilionária

O "Rei do Bitcoin", Cláudio Oliveira, fundador do Bitcoin Banco, e mais oito pessoas foram indiciadas em seis crimes que causaram um prejuízo bilionário...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias