Bitcoin sobe R$ 6 mil em 24 horas e rompe marca de R$ 50 mil

Alguns analistas acreditam que os touros poderiam, eventualmente, elevar o preço do Bitcoin para US $ 15.000 até o próximo final da semana. 

Siga no

O preço do Bitcoin rompeu a marca de US $ 13.000 (R$ 50.000) na madrugada desta quarta (26) e atingiu um novo recorde anual, deixando muitas pessoas surpreendidas com o impulso de alta que se move muito rápido.

A moeda digital foi negociada a US $ 13.000 na Binance depois de uma alta de 12%. A alta acumulada do ano já soma 300% apenas no primeiro semestre.

A dominância da criptomoeda também subiu mais de 62% pela primeira vez desde o final de 2017, um padrão similar ao que foi visto antes da temporada de altcoins. 

A especulação agora é se o Bitcoin verá uma correção ou se tem pernas para continuar subindo.

Depois da alta surpreendente a moeda viu uma pequena correção, no momento da redação desta matéria o Bitcoin está sendo negociado por $ 12.840.

Alta não é impulsionada por novos investidores

De acordo com um gráfico compartilhado pela CCN a grande maioria do dinheiro entrando no bitcoin nas últimas 24 horas veio da Tether, uma moeda estável usada por traders experientes.

Em outras palavras, a maior parte do volume de negociação em bitcoins veio de traders veteranos colocando dinheiro de volta ao jogo. O fluxo em moedas fiduciárias dólar e iene representam uma porção muito menor do volume, sugerindo que “dinheiro novo” ainda não está impulsionando o mercado.

“Não são novos investidores. O rali está sendo conduzido por aqueles que já estão familiarizados com o mercado”.

Os dados também são apoiados pela falta de conscientização sobre a alta do bitcoin que passou US $ 10.000. Como publicado pelo Livecoins, as buscas no Google por “comprar bitcoin” são 93% mais baixas do que em 2017 (quando o bitcoin quebrou o recorde de 20 mil dólares).

Se a análise estiver correta, ainda há uma enorme soma de dinheiro para entrar no mercado.

Até onde o Bitcoin vai subir?

Alguns analistas acreditam que os touros poderiam, eventualmente, elevar o preço do Bitcoin para US $ 15.000 até o próximo final da semana. 

Enquanto o Bitcoin está gradualmente se aproximando de seu preço mais alto da história, as memórias da bolha das criptomoedas estão zumbindo ao fundo. 

A principal criptomoeda do mundo ultrapassou US $ 12.000 pela primeira vez em 6 de dezembro de 2017, após a aprovação dos contratos futuros do Bitcoin. Depois disso, o comício especulativo de repente chegou ao fim.

Muitos especialistas acreditam que, desta vez, as coisas serão diferentes, uma vez que a criptomoeda está finalmente chegando a adoção institucionalO CEO da Kraken, Jesse Powell, disse que veremos o bitcoin valendo US $ 100 mil ou até mesmo US $ 1 milhão.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Analista de Sistemas, entusiasta de criptomoedas e blockchain. Tradutor do site Bitcoin.org Sugestão de pauta: mateus@livecoins.com.br
Ark Invest

Ark Invest vende ações chinesas e compra bitcoin

A Ark Invest está se livrando de ações chinesas em meio a uma liquidação generalizada que fez com que a maioria das ações chinesas...
LGPD no Brasil blockchain

LGPDJus: Aplicativo para requisições sobre proteção de dados usa blockchain

Na próxima sexta-feira (30), o Poder Judiciário de Santa Catarina (PJSC) lançará um novo aplicativo para a população do estado. Chamado de LGPDJus, a...
MasterCard e Bitcoin criptomoeda blockchain

Mastercard vai acelerar startups de criptomoedas em novo programa

As startups que empreendem no setor de criptomoedas e blockchain poderão encontrar na Mastercard mais uma parceira de aceleração. O programa da empresa foi...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias