Bitcoin tem forte alta no início de 2020, resistência em U$ 8 mil é testada

Siga no

O preço do Bitcoin em Dólar teve uma imensa valorização, com a cotação sendo negociada próximo da resistência de U$ 8 mil, após uma forte subida neste início de 2020. São mais que 9% de valorização nos primeiros sete dias do ano.

O Bitcoin certamente é uma moeda digital que trouxe enormes ganhos aos investidores de longo prazo. Na última década, que marcou o início da moeda em corretoras de criptomoedas, o Bitcoin teve uma imensa valorização.

Já no curto prazo, nos últimos dias o ano começou interessante para o criptomercado. Além disso, as altcoins tiveram uma recuperação acompanhando a alta do Bitcoin. A Ripple (XRP), por exemplo, teve uma valorização superior a 10% após um anúncio da Binance.

Resistência em U$ 8 mil tem segurado a forte subida do Bitcoin no início de 2020

O volume de negociações do Bitcoin no último dia 6 de janeiro foi o segundo maior do ano. Além disso, o Bitcoin viu seu market cap subir acima de U$ 140 bilhões pela primeira vez em 2020. A última vez que o Bitcoin teve tal valor de mercado foi em 29 de novembro de 2019, ou seja, houve uma recuperação após um dezembro fraco.

Ao recuperar, os testes de preço estão sendo na região dos U$ 8 mil, onde o Bitcoin se aproximou com força. Certamente o ano começou interessante para o preço do Bitcoin, que foi até associado às tensões dos EUA com o Irã nos últimos dias.

Gráfico do Preço do Bitcoin nos primeiros sete dias de 2020
Gráfico do Preço do Bitcoin nos primeiros sete dias de 2020 – Reprodução/CoinMarketCap

Com a aproximação do preço a faixa de U$ 8 mil, a cotação máxima atingida, de acordo com o CoinMarketCap, foi de U$ 7,953 por unidade. A conversão do Bitcoin para Real também ficou mais interessante, uma vez que a moeda passou a ser cotada em R$ 32 mil. Essa cotação em reais do Bitcoin não era vista há mais de trinta dias.

Os principais indicadores do TradingView, popular ferramenta de análises financeiras, tem dado compra no curto prazo. De fato, o ano que começou pode ter mostrado cautela no início, mas a recuperação está sendo conduzida.

Baixo volume do Bitcoin ainda é motivo de cautela com novas valorizações

De acordo com uma recente reportagem da Forbes, o Bitcoin tem tido um bom começo de ano. Contudo, os touros, como são referidos aqueles que apostam na alta da moeda, podem estar esquecendo de olhar um indicador.

Para a Forbes, o volume das operações com a moeda digital ainda estão em patamares de abril de 2019. Ou seja, a alta recente pode ter relação com baixo movimento por parte dos traders.

Dessa forma, com baixo volume de operações, há maior facilidade em movimentar os preços nas corretoras. A Forbes, entretanto, destacou que 2020 será um bom ano para o Bitcoin, a depender de três fatores principais:

  1. O lançamento da criptomoeda do Facebook;
  2. a parceria da Starbucks com a corretora Bakkt;
  3. por fim, o halving que pode ocorrer em maio de 2019.

Com isso, a Forbes acredita que o Bitcoin poderia ver pelo menos a região de preços de julho de 2019 novamente, ou seja, uma valorização até U$ 13 mil. Até lá, a cautela com operações está no mercado, sem deixar de considerar o ânimo com a nova escalada dos preços.

Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Governo da Ucrânia ensina bitcoin para população

O Ministério da Transformação Digital da Ucrânia criou uma campanha para ensinar  bitcoin, blockchain e criptomoedas para a população. Os vídeos foram desenvolvidos em...

Impressora de dinheiro ligada: BC aumentou em quase 50% base monetária em 12 meses

O Banco Central do Brasil imprimiu muito dinheiro nos últimos doze meses, inflando a base monetária do país. De acordo com o BC houve...
BCHA-51-attack

Grupo anônimo de baleias lança ataque 51% contra fork do Bitcoin Cash

A rede da criptomoeda Bitcoin Cash ABC (BCHA), que surgiu no meio do mês como resultado de um hard fork do Bitcoin Cash, está...

Últimas notícias

Impressora de dinheiro ligada: BC aumentou em quase 50% base monetária em 12 meses

O Banco Central do Brasil imprimiu muito dinheiro nos últimos doze meses, inflando a base monetária do país. De acordo com o BC houve...

Grupo anônimo de baleias lança ataque 51% contra fork do Bitcoin Cash

A rede da criptomoeda Bitcoin Cash ABC (BCHA), que surgiu no meio do mês como resultado de um hard fork do Bitcoin Cash, está...

30 bilionários possuem bitcoin, mas não falam sobre isso, revela milionário do Twitter

O multimilionário filantrópico Bill Pulte, apelidado de "Bitcoin Bill" após sua entrada no mercado de bitcoin em dezembro de 2019, afirmou em uma live...