Bitcoin vai entrar em Bear Market, diz JPMorgan

A análise do JPMorgan destaca que o momento fraco no mercado futuro de Bitcoins traz "ecos" da baixa de 2018, chamado por muitos de "Inverno Cripto", por causa do efeito devastador em várias criptomoedas no mercado.

Siga no
Queda Bitcoin
Queda Bitcoin

Nas últimas semanas o Bitcoin vem “balançando” entre a faixa de US$ 30 mil e US$ 40 mil, sem demonstrar força para romper resistências e sem sinal de que está consolidando um mercado de urso. Em um recente alerta dos estrategistas da JPMorgan, essas movimentações do Bitcoin nas últimas semanas são sinais claro de que o mercado vai reverter para uma tendência de baixa.

Com o Bitcoin tendo dificuldade para continuar seu movimento de alta e outras criptomoedas do top 10 acompanhando esse momento de “fraqueza”, os estrategistas do JPMorgan não estão muito confiantes em uma possível força de alta para a criptomoeda no curto prazo.

Mesmo com a recente recuperação para a casa dos US$ 37 mil nos últimos dias, o Bitcoin ainda demonstra um possível mercado de baixa chegando, de acordo com os estrategistas citados pela Forbes. 

Nikolaos Panigirtzoglou, um dos estrategistas do JPMorgan escreveu em uma nota um alerta sobre a queda futura do Bitcoin, afirmando também que a queda de preço da casa dos US$ 50 mil é um sinal de uma demanda fraca no ecossistema da moeda.

“Nós acreditamos que esse retorno ao backwardation nas últimas semanas tem sido um sinal negativo apontando para um mercado de baixa. As recentes movimentações incomuns são um reflexo de quão franco está a demanda pelo bitcoin está fraca no setor institucional.”

A análise do JPMorgan também destaca que o momento fraco no mercado futuro de Bitcoins traz “ecos” da baixa de 2018, chamado por muitos de “Inverno Cripto”, por causa do efeito devastador em várias criptomoedas no mercado.

Para os autores da análise, a dominância do Bitcoin é um ponto chave em determinar a tendência do mercado. Com a dominância da moeda caindo de 70% para 40% nos últimos meses, os analistas acreditam que a métrica tem que voltar para acima de 50% para termos o início de um novo movimento de alta.

Mas não é todo mundo que vê apenas “desgraça” para o futuro do Bitcoin, a Forbes também citou Lukas Enzersdorfer-Konrad, executivo chefe da corretora Bitpanda, que afirmou que essas movimentações são normais.

“Quando olhamos para as correções do Bitcoin, a queda de -49% em maio marcou o 6º maior evento da história desse tipo, o que pode ser visto como uma das maiores correções mensais da história. Mas mesmo assim, correções dessa magnitude são comuns e devem ser esperadas (…) Com o preço quase 50% abaixo do seu valor mais alto registrado, algumas notícias positivas indicam que o Bitcoin está próximo de um fundo.”

Como sempre, quando falamos do criptomercado, é difícil acertar em cheio o que vai acontecer em um futuro próximo, é preciso aguardar para termos certeza.

Com isso em mente, vale ressaltar que esse é um artigo informativo e não deve ser encarado como conselho de investimento.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
BItcoin e moeda Yuan da China

Chineses driblam banimento e continuam comprando bitcoin

A luta da China para banir o Bitcoin parece não ter fim, assim como pequenos mineradores estão encontrando brechas para continuar exercendo a atividade...
Bitcoin e bandeira da China

China quer criar imposto sobre Bitcoin e coloca em dúvida banimento

O governo da China planeja criar um imposto para corretoras de Bitcoin que operam no país, colocando em dúvida o banimento de transações de...
Bitcoin em alta. Imagem: ShutterStock

Bitcoin rompe alta histórica e é negociado acima dos 65 mil dólares

Com um mercado otimista em relação a questões regulatórias, o preço do Bitcoin rompeu a sua máxima histórica de 64.895 dólares registrada em abril...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias