Bitcoin vira garantia em negócio para crédito imobiliário pela primeira vez

Muitas pessoas tentam comprar casas por financiamentos, que costumam ser associados a relacionamentos bancários.

Siga no
Casa a venda por Bitcoin negócio imobiliário
Casa a venda por Bitcoin

Ao tentar obter um crédito imobiliário um credor de uma negociação comprovou ter Bitcoin e conseguiu ter seu financiamento aprovado.

Muitas pessoas quando vão ao mercado tentar obter um financiamento precisam comprovar relacionamentos longos com bancos. Entre perfil de renda, score bancário, entre outras informações, um empréstimo pode ser facilmente negado pelas instituições financeiras caso algum item não passe em suas avaliações.

Vale o destaque que no Brasil a comprovação de renda com Bitcoin ainda não tem registros de casos para se obter financiamentos, diferente da realidade dos Estados Unidos.

Bitcoin vira garantia em negócio para crédito imobiliário na Califórnia

A empresa norte-americana Glen Oaks Escrow aceita Bitcoin em transações imobiliárias desde 2018. De lá para cá, várias negociações já foram feitas com a criptomoeda, mas uma chamou atenção nos últimos dias.

De acordo com um comunicado de imprensa, a empresa afirmou que intermediou um refinanciamento imobiliário. Neste caso, o credor já tinha uma dívida residencial e precisava de mais recursos junto ao banco.

O cliente da Glen Oaks Escrow então recorreu à empresa para ajudar a resolver o caso, que contou com a parceira Escrow Officer Doreen Tirres para atender a demanda.

Para o COO da empresa norte-americana, Joe Curtis, foi muito empolgante ver o Bitcoin se tornar pela primeira vez uma garantia para um crédito imobiliário em refinanciamento.

“Essa foi uma transação empolgante de se fazer parte, dado que o cenário era inédito para nossa organização. Antes disso, a Glen Oaks Escrow só tinha transações facilitadas em que o comprador usava Bitcoin como forma de pagamento.

Ver um credor usar a criptomoeda para um refinanciamento nos mostra que esse método de pagamento está crescendo continuamente na forma como é usado e por quem é usado”.

Empresa comemorou ser pioneira em aceitar Bitcoin e acredita em expansão no setor

Joe Curtis ainda vê o uso de Bitcoin como meio de pagamento no setor imobiliário como uma novidade.

Mesmo assim, ele comemorou que a sua empresa seja pioneira no setor, podendo entender mais sobre o mercado em seu início, visto que ele acredita em uma expansão deste meio de pagamento.

“Ver alguém que não seja o comprador residencial usar Bitcoin em uma transação imobiliária nos diz que essa tecnologia tem o potencial de continuar a se tornar mais proeminente, mesmo que ainda seja considerada nova em nosso setor.

Esperamos oferecer suporte a muito mais transações de criptomoeda no futuro e estamos muito orgulhosos por sermos pioneiros na implementação de sistemas e processos que nos permitem aceitá-lo”.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Queda da Dogecoin DOGE despenca desvalorização brasileiro

Brasileiro perde R$ 2,6 milhões com queda da Dogecoin, mas ainda acredita na moeda

O brasileiro que mora nos Estados Unidos, Glauber Contessoto, perdeu R$ 2,6 milhões em Dogecoin com a recente queda da moeda no mercado. O fenômeno...
LNBTC

Usuário avisa empresas sobre falha em serviços de custódia da Lightning Network

Reckless Satoshi, um usuário do Reddit, fez uma postagem relatando que serviços de custódia que trabalham com a Lightning Network tinha um ponto de...
Ethereum. (Imagem: Adobe Stock)

Pânico? R$6,6 bilhões em Ethereum saíram das exchanges na semana passada, R$4,2 bi voltaram...

Na quarta-feira passada, dia 15 de setembro, cerca de 363.240 ETH foram sacados de exchanges centralizadas, ontem, no entanto, 258.050 ether voltaram para endereços...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias