Bitcoineta

Uma van com uma marca do Bitcoin irá rodar a América Latina para levar o conhecimento da tecnologia e ajudar a melhorar a imagem das criptomoedas.

A Bitcoineta, van itinerante do Bitcoin

A Bitcoineta poderia por alguns ser considerada um batmóvel do Bitcoin, mas está mais para um local de aprendizado do que de confrontos.

Tudo começou com um projeto argentino sem fins lucrativos que visa mostrar a tecnologia a diferentes culturas e pessoas.

As ONGs Bitcoin Argentina e Bitcoin Latin America juntaram suas forças para comprar a van e desenvolver esse projeto.

Além de ser uma van itinerante, está a disposição mantimentos para a equipe e várias ferramentas, como projetores e mais.

Ainda no quesito adoção das criptomoedas, as pessoas tem receio de avançar em estudos e creditam essa área a geeks e nerds.

Mas não é bem assim, o potencial da blockchain e criptomoedas é muito vasto, e já há uma gama vasta de profissionais envolto ao mercado.

Iniciativas como esta marca com certeza a evolução do mercado e muito além disso, a necessidade de se mobilizar para ensinar as pessoas o significado da nova economia descentralizada, isso é fundamental.

No Twitter da Bitcoineta os viajantes estão atualizando a sua experiência e recordando pontos importantes da mesma.

Foi criado ainda um canal no YouTube para quem deseja acompanhar essa viagem junto aos mesmos, quem se interessou pode se inscrever para acompanhar de perto.

Várias entrevistas foram concedidas sobre o projeto até este ponto, e as pessoas estão realmente entusiasmadas de ver o mesmo passando e desempenhando um papel educacional totalmente diferente.

Os cursos que serão oferecidos não serão difíceis para que as pessoas possam acompanhar, mesmo sem possuir conhecimentos técnicos.

Os instrutores afirmam que basta desejar o aprendizado que eles irão ajudar com o que puderem.

E o roteiro da Bitcoineta?

O roteiro foi pensado para abordar toda a América Latina, mas também será conduzido de forma descentralizada, visto que irão passar por muitas cidades e vários países.

Já que irão passar pelo Brasil também, podemos ficar tentados para ir ao encontro dessa galera e aprender mais com eles, portanto siga as redes sociais dos mesmos e acompanhem o projeto caso tenha se interessado.

Entre Junho e Julho de 2018 ainda estarão longe, mas seguiremos acompanhando esse projeto inusitado.

O mercado das criptomoedas é bastante novo e ainda não há caminhos fáceis de se entender sobre as criptomoedas para muitas pessoas, e é justamente esse o ponto que esse projeto busca se diferenciar.