Blockstream lança opção de investimento em mineração de Bitcoin

Para investir neste produto, investidores devem ser qualificados.

Token BMN, mineração de Bitcoin
Token BMN, mineração de Bitcoin criado pela Blockstream /Divulgação

Um novo produto de investimento em mineração de Bitcoin foi lançado pela Blockstream, uma famosa empresa ligada ao desenvolvimento da moeda. Este setor é vital para o funcionamento das moedas digitais descentralizadas como o Bitcoin e sofreu impactos nos últimos meses, com pressão de governos.

Por conta disso, o criador do Ethereum, Vitalik Buterin acabou usando o argumento para atacar o modelo de mineração do Bitcoin.

De qualquer forma, apesar dos contratempos, o setor evoluiu muito com a pressão e mostra que tende a evoluir ainda mais.

Produto de investimento em mineração de Bitcoin é lançado

A Blockstream, em parceria com a corretora Bitfinex, lançou nesta segunda-feira (17) um novo produto de investimento de mineração de Bitcoin.

Disponível apenas para investidores qualificados, o produto é chamado Blockstream Mining Note (BMN). Dessa forma, é possível investir na mineração de Bitcoin com a simples compra de um token criado na rede Liquid.

Esse pode ser até negociado no mercado secundário por seus detentores, de acordo com informativo na página oficial do token. Caso algum investidor tenha interesse em comprar um BMN, deve consultar a página da Bitfinex para mais informações.

“A Blockstream Mining Note (BMN) fornece aos investidores qualificados acesso ao hashrate do Bitcoin em nossas instalações de nível empresarial.”

O CEO da Blockstream, Adam Back, disse que para quem investe em Bitcoin, há incentivos em investir também na mineração, setor essencial para a segurança da moeda e oferece menos riscos de volatilidade no mercado.

Vale lembrar que este não é um esquema de mineração em nuvem que promete rendimentos fixos, como vários golpes já fizeram no passado, sendo criado por empresas sólidas do mercado de Bitcoin. Ou seja, as regras sobre o rendimento deixam claro que os ganhos são variáveis e podem até resultar em prejuízos.

Proteção da rede Bitcoin novamente bateu recorde no último domingo (16)

No último domingo, o hashrate da rede Bitcoin alcançou um novo recorde no mercado. Ao alcançar a marca de 183 exahashs, a rede mostra que está no auge de sua segurança.

Isso é importante porque mostra que a mineração segue atraindo novas pessoas para seu ecossistema, independente da pressão exercida por governos. Em 2021, a China baniu a atividade do seu país e muitos imaginaram que isso prejudicaria o Bitcoin, mas com essa recuperação, fica claro que isso não aconteceu.

De qualquer forma, com produtos seguros para se investir no setor, fica claro que o amadurecimento da indústria de mineração segue acontecendo. Nos Estados Unidos, por exemplo, empresas de mineração já são listadas em bolsa de valores.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias