Bloomberg: Reguladores podem “desligar” o Bitcoin a qualquer momento

Siga no

Autoridades podem desligar o Bitcoin a qualquer momento, de acordo com Joe Weisenthal, editor executivo do Bloomberg Digital.

Joe Weisenthal alertou as instituições contra a criação de produtos de investimento baseados em bitcoin, afirmando que eles poderiam se tornar uma ferramenta para retirar capital dos mercados fiduciários. Citando ETF de bitcoin, Weisenthal disse que nenhum órgão regulador gostaria de aprovar acesso de injeção de dinheiro fiduciário no ecossistema do bitcoin. Primeiro, a medida tornaria o decreto pouco atraente para os investidores. E segundo, aumentaria a quantidade de transações financeiras ilícitas.

Weisenthal acha que o bitcoin tem apenas um caso de uso essencial: facilitar negociações que os governos e reguladores não querem que ninguém faça. Isso torna a criptomoeda uma ferramenta ideal projetada para servir criminosos – e apenas criminosos. Criar novos mercados voltados ao bitcoin, portanto, aumentaria o número de crimes financeiros. Então, de um jeito ou de outro, qualquer entidade relacionada a legislação tentaria se livrar do bitcoin de uma vez por todas.

“Se você está construindo ou lançando esses produtos à nível institucional, quão certo você está de que os órgãos reguladores não entrarão e fecharão tudo?”, questionou Weisenthal. “Há tanto interesse neste espaço, mas alguém está pensando nisso?”

Reguladores virão atrás de grandes bitcoiners?

As declarações faziam parte de um boletim informativo que mostrava o bitcoin como um ecossistema administrado por dois tipos de usuários: especuladores e transatores. Weisenthal disse que o bitcoin funciona quando certas pessoas esperam lucros mais massivos com os chamados investimentos em bitcoin, ou quando usam o bitcoin para conduzir transações longe dos olhares indiscretos dos reguladores. Os dois tipos de usuários, escreveu Weisenthal, se complementam.

A introdução de produtos no nível de Wall Street, enquanto isso, aumentaria o número dos dois tipos: especuladores e transatores. Weisenthal acrescentou:

“Se você está no ramo de criar acesso as criptos para instituições, precisa estar ciente do risco de um dia os reguladores acordarem e perguntar: Espere, por que fornecemos uma porta de entrada para fornecer liquidez ao espaço cujo objetivo expresso é deixar as pessoas fugir dos reguladores?”

A resposta da comunidade do Bitcoin

“Isso é extremamente impreciso”, respondeu Anthony Pompliano, cofundador e sócio da Morgan Creek Digital Assets, sobre a avaliação de Weisenthal. Acrescentando:

“Você está afirmando que a não censura é o único suporte de valor do Bitcoin. E o elemento não apreensivo? E a oferta monetária desinflacionária? Ou o elemento dele ser uma moeda sonante? Ou pseudoanonimato? Por favor, pare de escrever bobagens e desinformação.”

Larry Cermak, do The Block, concordou com Weisenthal, diferindo apenas em um ponto sobre os “tipos de investidores em bitcoin”.

“Eu diria que existe um terceiro grupo (pequeno) de pessoas que compra bitcoin (ou dólares/dai, se disponível) para se proteger contra a corrupção e a inflação do governo. Eu não classificaria essas pessoas como especuladoras. Mas eu concordo com todo o resto.”

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
sabotag3x
Top 100 poster @ bitcointalk, altcoin maximalist, interessado em mineração, trading, detalhes técnicos e econômicos. Do zero ao milhão em 6 meses com a Iconic Services. Nunca comprei 1 bitcoin, nem mesmo 1 satoshi, e não pretendo comprar.

DeFi: três setores de grande potencial

De acordo com dados da Messari, o volume trimestral das Corretoras Descentralizadas (DEXs) no final do segundo trimestre de 2021 foi de R$ 2...
Criptomoeda Tether com sinais vermelhos

Michael Burry faz alerta sobre criptomoeda Tether

O lendário trader Michael Burry compartilhou em seu Twitter que a criptomoeda Tether pode estar no meio da confusão da Evergrande na China. Vale notar...
Dedo encostando em aplicativo da Binance

Binance está sendo investigada por manipulação de mercado, diz Bloomberg

A maior corretora de criptomoedas do mundo, Binance, está sendo investigada nos Estados Unidos por suposta manipulação de mercado e inside trading, de acordo...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias