Após prefeito cogitar adoção, Buenos Aires marca curso sobre criptomoedas

Capital da Argentina é a primeira a entrar de vez nessa realidade, mas opção ainda é avaliada.

Bitcoin ao lado do mapa da Argentina e Buenos Aires
Bitcoin ao lado do mapa da Argentina

Após o prefeito de Buenos Aires, Horacio Rodríguez Larreta, cogitar a hipótese de receber impostos em criptomoedas, a cidade marcou um curso sobre o assunto. Essa medida chamou atenção da comunidade latina de moedas digitais, que viu um anúncio similar ser feito pelo prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes.

No último mês de fevereiro, a Companhia de Energia que opera em Buenos Aires exerceu forte pressão sobre mineradores de bitcoin locais. Isso porque, após picos no abastecimento energético local, o preço da energia para instalações de mineração foi quadruplicado.

Contudo, ainda que a retaliação ao setor tenha chamado atenção, não é bem esse o foco futuro da cidade.

Buenos Aires se prepara para adotar criptomoedas

O setor de criptomoedas encontrou mais um lar para se abrigar na América Latina. Isso porque, a capital argentina, cidade mais importante do país, poderá dar mais um passo na direção da inovação tecnológica.

Em uma publicação em seu Twitter, o prefeito de Buenos Aires disse que estuda começar a aceitar criptomoedas para o pagamento de impostos no município. Segundo Horacio, essa medida será adotada como meio de pagamentos apenas, não indicando que a prefeitura terá em seu balanço criptomoedas.

Também vamos trabalhar no pagamento de impostos, que é a nona medida do nosso plano. Junto com as principais empresas, estamos trabalhando para que quem desejar possa pagar seus impostos com criptomoedas. Isso não significa que a Prefeitura vai ter criptomoedas em suas contas públicas, mas sim que, por meio de um acordo com as carteiras virtuais, vamos adicionar mais uma opção de pagamento a todas as já existentes. E, claro, vamos continuar trabalhando para baixar os impostos.

Em simultâneo ao anúncio do prefeito, a cidade de Buenos Aires divulgou em seu site oficial a abertura das inscrições para um curso sobre criptomoedas e blockchain.

Ou seja, quem tem o interesse de aprender mais sobre as tecnologias poderá participar do evento e já se preparar para um movimento de ampla adoção das criptomoedas em Buenos Aires.

Argentina e inflação

Nos últimos anos muitos países da América Latina aderiram à tecnologia das criptomoedas. Um dos primeiros a adotar em larga escala, inclusive, foi a Venezuela, país que vive uma grande inflação na moeda local e viu sua população correr para as criptomoedas para manter seu poder de compra.

Da mesma forma, a adoção de criptomoedas na Argentina ganha destaque em uma realidade de grande inflação, uma das maiores do mundo. Ou seja, essas moedas digitais descentralizadas têm sido consideradas por populações de países com descontrole na economia como opção para enfrentar a dura realidade de perder patrimônio diariamente.

No caso da capital, o programa Buenos Aires+ anunciado pelo prefeito mostra mais um episódio da adoção das criptomoedas, desta vez como meio de pagamento.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias